E-commerce: dados, tendências e mudanças do varejo

“font-weight: 400;”>Em 10 de agosto, a Vindi participou do 3° Ranking da SBVC (Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo), evento que reuniu algumas das maiores empresas varejistas do país e tratou de assuntos como emprego, representatividade no PIB e alguns estudos sobre crescimento do setor no e-commerce.  

Sem sombra de dúvidas, o assunto mais falado foi o movimento do mercado para as vendas online. Até as empresas mais tradicionalistas estão olhando para o e-commerce, que apresentou crescimento significativo no último ano.

Apesar de se falar muito em crise, a crise “braba”, as vendas online vêm crescendo. Para ser específica, 49 das 300 maiores empresas de varejo no país são e-commerces ou possuem vendas no e-commerce com representatividade significativa no faturamento bruto.

Além do que, sete empresas são e-commerces “pure player” com crescimento de quase 7% que compõem 3,16% das vendas das empresas listadas no ranking das 300 maiores empresas do varejo brasileiro, ou R$17,78 bi/ano.

Dados, tendências e mudanças do varejo  

Tendo em vista os crescentes números e toda a movimentação do mercado tradicional em função da venda online, eu trouxe alguns números e dados importantes que vão ajudar os empreendedores com foco na venda on e offline a enxergar as mudanças e ações importantes que as grandes empresas estão fazendo.

Alguns dos pontos importantes:

Crescimento das vendas online

A principal referência do volume que o varejo tradicional movimenta é o Consumo das Famílias, medido pelo IBGE, que por sua vez caiu 4,2% em comparação ao ano anterior (2015). Entretanto, contra a economia do país e a estatística que mostra recessão, está o crescimento do e-commerce.

Mercado

As 10 empresas líderes em faturamento são supermercadistas. Mas o crescimento ainda é menor quando comparado ao dos e-commerces.

Das 300 maiores empresas varejistas, 41 são franquias, e das 10 empresas que mais abriram lojas, cinco atuam com modelo de franquia e um deles está no  ramo de estética.  

Consumidor

Foi muito falado sobre novo comportamento de compra do consumidor brasileiro, tratado como o Varejo do Futuro, ou Varejo Digital. E esse é um ponto para qual a gente tem batido muito na tecla porque, sem dúvida, quem dita as regras de venda agora são os consumidores. E as empresas com atuação dentro e fora do online precisam entender e atender essas mudanças.

Fidelização

Todas as 300 grandes empresas estão ligadas a outras empresas com programas de fidelidade, benefícios e pontos (como o programa de milhagem). Dos programas de benefícios, Dotz,  programa de recompensa através de acúmulo de pontos do Banco do Brasil, é o maior deles.

Faturamento

O Carrefour é a maior empresa de varejo do País, com um faturamento de R$ 49,1 bilhões. O setor com maior número de empresas no ranking é o de supermercados, com 144 representantes, quatro deles no top 10 do varejo e o setor de moda, calçados e artigos esportivos, com 48 empresas, é o segundo com maior presença no ranking.

Inovação

Os grandes varejistas estão investindo tempo, tecnologia e recursos (financeiro e humano) em modelo de assinatura, seja com um clube de assinaturas da marca ou em programas (também parceria em programas) de fidelidade onde a receita vem através da mensalidade.

Fica claro, então, que o e-varejo e as vendas online estão na contramão da crise e, diante disso, faço uma provocação: sua empresa realmente está preparada para este novo cenário comportamental? Você sabe, de fato, o que esperar do universo das vendas digitais nos próximos anos? E muito mais que isso, seu e-commerce está se preparando para lidar com todo esse movimento – do produto às soluções de venda e cobrança?

Se você acompanha nossos posts, já sabe que o cliente deve ser centro das ações estratégicas de quem quer vender – do momento de aquisição até o pagamento, tudo deve ser pensando na experiência que ele tem com você. Tenha sempre isso em mente.

Você vai gostar também

Clubes de assinaturas ou e-commerce tradicional? Na hora de definir o melhor modelo de e-commerce para sua empresa há duas opções disponíveis: o tradicional e o de assinaturas, uma tendência no merca...
E-commerce: 7 dicas rápidas para você ainda aprove... A Copa do Mundo é o assunto do momento. E você, está focado em quê? Você pode estar pensando “Mas eu não vendo TV, nem camisa de seleção ou artigos es...
10 gatilhos mentais que vão turbinar as vendas do ... Gatilhos mentais são técnicas capazes de produzir determinados efeitos emocionais em um público-alvo, que podem ser aplicadas de diversas maneiras em ...
Como transformar seu e-commerce em um clube de ass... Nos Estados Unidos já existe uma migração do e-commerce “venda a venda” para “venda recorrente”. E importante que os empreendedores entendam essa migr...