Escolher nomes para loja virtual pode ser um processo tão intenso quanto batizar um filho.

Além do envolvimento emocional, há também um senso de responsabilidade por se tratar de um caminho sem volta.

Opções não faltam e, em meio a tantas possibilidades, é muito fácil se perder ou achar que nada é adequado.

O mais importante é que o nome escolhido esteja sintonizado com o seu público e que reflita a essência da sua marca.

Para isso, é preciso seguir os princípios do marketing e do branding, além de observar certos cuidados em relação à cultura local, localização e concorrência.

Vamos ver algumas opções para ajudar o seu negócio a decolar?

Nomes para loja virtual: 35 ideias

Ao montar uma loja virtual, o primeiro ponto que você precisa considerar é o nicho de mercado e o segmento do seu negócio.

Por exemplo, uma pet shop deve ter um nome que faça as pessoas saberem de cara, ao ler ou ouvir, que se trata de uma loja para animais de estimação.

Seguindo esse princípio, suas chances de acertar aumentam e, em consequência, sua loja tende a atrair o público certo.

Dito isso, confira a seguir algumas sugestões conforme o tipo de loja e público-alvo.

Moda feminina

Apesar da pandemia e da recessão, o mercado de moda cresceu globalmente no último ano, mantendo a média anual de 11,4% e estimativa de mais de US$ 1 trilhão de faturamento.

Nesse gigantesco mercado, destaca-se o de moda feminina, tradicionalmente mais forte e movimentado.

Por isso, é fundamental que o nome da loja dialogue com mulheres em busca de estilo e personalidade, como nos exemplos abaixo:

  1. A estilosa
  2. Casa da Joana
  3. Girls and Trends
  4. Stephany’s
  5. W & W (Wear & Woman).

Moda masculina

Tal como as lojas de moda feminina, as de vestuário para homens também devem ter uma marca que dialogue com quem procura por peças que complementem sua personalidade.

Sua marca tem que acertar em cheio na escolha do nome.

Algumas ideias:

  1. Barton’s
  2. Mr. Clothes
  3. John D.
  4. Honored
  5. Camisaria Tenório

Moda infantil

Já as lojas de moda infantil precisam ter nomes que remetam ao seu core business, sem abrir mão do aspecto lúdico e divertido.

Vale destacar que esse é um segmento que também cresce em ritmo constante.

Mesmo com a pandemia, o setor de moda infantil manteve a taxa anual de 6%, grande parte disso em razão do impulso do e-commerce.

Confira as sugestões:

  1. Kids & Chics
  2. Happy Style
  3. Turma do Estilo
  4. Parquinho da Moda
  5. Brincando de Vestir.

Pet shop

O ano de 2020 entrou para a história como o da chegada do coronavírus, mas há um nicho de mercado que celebrou uma marca importante.

Foi também o ano em que o Brasil passou a ocupar o posto de segundo maior mercado pet do mundo.

Respondemos hoje por 6,4% da participação global de produtos para animais de estimação, seguidos da Inglaterra, com 6,1%, e atrás apenas dos Estados Unidos, com 50% (sim, é isso mesmo!).

Em um mercado tão grande e promissor, não dá para escolher de qualquer forma o nome da futura loja.

Confira abaixo algumas ideias:

  1. Cool Pet
  2. O Melhor Amigo
  3. Dogs Cats Etc.
  4. MyPet
  5. Reino Animal.

Lojas de variedades 

Outro mercado dos mais competitivos é o de lojas de variedades.

Embora a concorrência possa ser “pulverizada” com uma oferta de produtos mais ampla, ainda assim ela é feroz, em razão da grande quantidade de novos integrantes.

Além disso, quem ingressa nesse segmento acaba disputando mercado com lojas em outros modelos, como marketplaces e dropshipping.

Confira:

  1. Bugiganga’s
  2. Always Shop
  3. Store Web
  4. Compras Online
  5. BuyExpress.

Cosméticos e beleza

A exemplo do mercado de produtos pet, o de produtos de beleza e cosméticos também fez do Brasil um gigante mundial.

De acordo com uma matéria publicada na Forbes, somos hoje o quarto maior mercado global desse tipo de produtos, com marcas de peso como Natura e Boticário.

Com tantas oportunidades se abrindo nesse segmento, é fundamental escolher um nome que dialogue com pessoas em busca de cuidados pessoais e melhora da autoestima.

Veja algumas ideias:

  1. Mix & Make
  2. Make-up You
  3. You Beauty
  4. Jackie Cosméticos
  5. A Deslumbrante.

Bijuteria e acessórios 

De carona no crescimento do setor de cosméticos e beleza, o de bijuteria e acessórios também está em alta, com crescimento de 7% estimado para o ano de 2021.

Aqui, a pegada continua sendo feminina, ou seja, o nome precisa dialogar com um público interessado em melhorar sua aparência e estilo.

Vale apostar em nomes que passem uma ideia de sofisticação, mas ao mesmo tempo sejam de fácil assimilação pelo público:

  1. Bijous
  2. La Señorita
  3. Valentina Adams
  4. Looks Gold
  5. Ramazzina Acessórios.

Por que caprichar na escolha do nome da loja virtual?

Um nome marcante e fácil de decorar ajuda muito para que o consumidor lembre de sua marca quando precisar das suas soluções.

Afinal, a decisão de compra, muitas vezes, tem relação próxima com o quanto o nome da marca está fixado na memória afetiva do consumidor.

Além disso, há outros fatores essenciais que justificam uma escolha criteriosa e orientada de acordo com o perfil do cliente e a identidade da marca.

Acompanhe na sequência!

Branding

A verdade é que não existe marca forte sem um nome à altura.

Veja, por exemplo, o nome McDonald’s.

Como bem destacou o personagem de Michael Keaton, Ray Kroc, no filme “Fome de Poder” (2016), esse é um nome poderoso e que dificilmente é esquecido.

Essa é a essência do Branding, conjunto de práticas que levam uma marca a tornar-se conhecida por meio da sua identidade visual e, claro, pelo nome.

Para saber mais sobre o assunto, ouça o podcast:

SEO

A escolha do nome, como vimos, deve também ser pautada estrategicamente.

Dessa forma, ele deve remeter exclusivamente ao seu negócio, de maneira que o torne inconfundível, principalmente para facilitar estratégias de otimização para busca (SEO).

O primeiro aspecto, nesse caso, é garantir que o nome seja original.

Portanto, nenhuma outra loja deverá se chamar da mesma forma, pelo menos não no Brasil.

Dessa forma, sempre que alguém buscar pela sua marca no Google, suas chances de aparecer de forma “limpa” nos primeiros resultados serão maiores.

Saiba mais sobre SEO no vídeo abaixo:

O nome da loja pode impactar nas vendas?

Digamos que você é dono de uma pet shop chamada Mundo Cão e que na sua cidade existem mais duas lojas com esse nome.

Agora, suponha que um cliente indicou sua loja para um familiar, por causa do bom atendimento e preços em conta.

Ao pesquisar no Google pelo nome da loja, esse familiar descobre um dos seus concorrentes, com o qual faz uma compra por engano.

Esse simples exemplo mostra como um nome escolhido sem critério pode impactar nas vendas.

Por isso, capriche na hora de tomar uma decisão!

Como fazer pesquisa de nomes para lojas virtuais

Tomando o exemplo do tópico anterior, vale considerar alguns aspectos básicos ao pesquisar por nomes para lojas virtuais:

  • Concorrentes com o mesmo nome
  • Adequação ao público-alvo
  • Área de abrangência da loja.

Vale a pena usar a localização em nomes para lojas virtuais?

Uma alternativa simples e que pode tornar mais fácil encontrar sua loja virtual na web é associar o negócio à localização.

Seria o caso, por exemplo, de uma loja de calçados no bairro Moema, em São Paulo, que se chamasse “Sapataria Moema”.

Embora estrategicamente esse seja um critério válido, ainda é preciso tomar cuidado com o risco de haver outras lojas com o mesmo nome.

Assim sendo, ao usar a localização para batizar o seu negócio, certifique-se de que na sua região não há nenhum outro tipo de loja com o mesmo nome.

Só não se esqueça de um detalhe: caso você venda para o Brasil todo, pense se o nome vinculado ao local ajudará ou limitará sua atuação.

Dica: Gerador da Shopify

Sabemos que não é nada fácil criar um nome único, original e atraente.

Nesse sentido, uma dica de ouro é usar o Gerador de Nomes da Shopify, que ajuda a encontrar um nome de maneira fácil e intuitiva.

Confira neste artigo como fazer uso desta ferramenta!

Como ganhar mais vendendo online na loja virtual?

O nome é importante, mas não é tudo quando se vende online.

Afinal, é preciso ter uma estratégia de vendas e boa gestão financeira para que uma loja apresente a performance comercial esperada.

Cuidados de gestão em relação a recebimentos, inadimplência e cobranças impactam nos resultados financeiros da loja virtual.

É muito importante não deixar nada disso de lado.

Como controlar os pagamentos vendendo online?

Uma forma de cuidar da gestão da loja online é implementar soluções que automatizem os processos de pagamentos.

Quem trabalha com e-commerce precisa de recursos ainda mais robustos, como é o caso dos gateways de pagamento para lojas virtuais.

Fica então a dica: a Vindi trabalha com a certificação máxima do PCI Compliance para proteger suas transações.

Deixe com a gente a parte mais trabalhosa e preocupe-se apenas em desenvolver sua marca, começando pela escolha do nome certo!

Vindi ajuda sua loja virtual a decolar

Um nome memorável e poderoso ajuda sua loja a alcançar mais clientes.

Outra coisa que ajuda muito é uma plataforma para gerir suas rotinas de cobrança, pagamentos e receitas recorrentes.

Com a Vindi, você consegue fazer muito mais pelo seu e-commerce, contando, ainda, com parcerias de peso como a Shopify.

Aproveite e acesse o Kit Empreendedor, um mix de soluções completas para ajudar na gestão do seu negócio!

Kit do Empreendedor - saiba como alavancar sua empresa