Atualmente, a cobrança online propicia uma das principais formas das empresas venderem mais: por meio da internet. 

Os meios de pagamento online proporcionam a existência de negócios digitais, bastando um site e uma plataforma de cobrança para gerar negócios com um público cada vez maior de consumidores.

A pandemia estimulou ainda mais o consumo onlineque já vinha numa crescente –, e fez com que empreendedores buscassem soluções para vender sem sair de casa.

Muitas empresas migraram totalmente para o formato digital, ou mesmo abriram novas frentes de negócio por meio da internet.

Essa necessidade forçada se tornou uma fonte de receita lucrativa, e mostrou todo o potencial que as vendas online possuem. Por isso, esse modelo veio para ficar como hábito permanente de consumo na sociedade.

Em tal cenário, garantir a viabilidade e segurança de cobranças pela internet se tornou essencial para a adaptação e sobrevivência dos empreendimentos. 

Portanto, entenda quais são os melhores meios de fazer cobrança online com escalabilidade e segurança.

Como fazer cobrança online?

A forma de fazer cobrança online depende do meio de pagamento escolhido pela empresa para seus clientes. Hoje, existem inúmeras formas de cobrar e receber com praticidade e agilidade.

Além disso, existem os negócios mais robustos, que vendem em e-commerce próprio um alto volume de produtos, ou pequenos empreendedores digitais, que estão em busca de construir o melhor formato de vendas para um negócio ainda em estágio inicial.

Os meios de pagamento online que vamos citar abaixo atendem os diferentes tipos de empresas e podem ser escaláveis de acordo com a necessidade. Avalie o que atende melhor seu público e tipo de venda. Mas não se preocupe, vamos te ajudar a conhecer os principais pontos sobre cada tipo de cobrança e como fazer!

Link de Pagamento para Whatsapp e Redes Sociais

O Link de Pagamento é uma ferramenta que facilita a cobrança à distância, seja para uma venda avulsa ou um plano recorrente. Essa opção é ótima para quem vende através das redes sociais e não tem um e-commerce próprio.

O link de pagamento é gerado por meio de uma plataforma de pagamentos, como a Vindi, Cielo e outras. A cada venda, um link exclusivo é gerado pelo vendedor para um determinado cliente.

Então é possível enviar o link através de diversos canais, como WhatsApp, e-mail, direct do Instagram, SMS, etc. Tudo de forma segura, 100% online, a qualquer hora e em qualquer lugar. 

Ao clicar no link o cliente acessa sua página de pagamentos contendo o valor da compra e os campos para inserir seus dados de cartão de crédito ou débito. Se ele preferir pagar pelo boleto, também pode clicar nessa opção e receber o boleto por e-mail.

Com esses recursos, ele finaliza sua compra pelo cartão ou pelo boleto, de forma online, e a empresa é notificada.

Para gerar um link de pagamento, você deve ser assinante de uma plataforma de pagamentos, e na área de cobranças, fazer o cadastro do cliente, inserir o valor da venda e gerar o link para enviar a ele.

Boleto Online

O boleto bancário é uma das formas mais tradicionais e conhecidas de cobrança. O boleto online é gerado por um emissor de boletos que envia a fatura para o cliente pelos meios digitais, sem ser impresso. 

Basta cadastrar o e-mail ou o número de telefone do destinatário para que ele receba o boleto em PDF. Então, ele poderá pagar pelo seu aplicativo bancário normalmente.

Para você ter um sistema emissor de boletos online deve contratar uma fintech, como a Vindi, que tem uma solução própria de emissão de boletos e convênios com os principais bancos disponíveis. Os bancos também disponibilizam esse serviço para correntistas pessoa jurídica, a partir de algumas taxas.

A vantagem da Vindi é que o processo de conciliação dos boletos é automatizado pela plataforma, mostrando quais boletos foram pagos e quais não foram. 

Para usar um emissor de boletos, é preciso ter uma conta bancária e um CNPJ. Algumas taxas podem ser cobradas na emissão, baixa ou cancelamento de um boleto.

Cartão de Crédito ou Débito

Para transacionar suas vendas com cartão de crédito ou débito de forma online, você deve contratar um serviço de gateway de pagamentos junto a uma adquirente ou subadquirente. Essas empresas fornecem a tecnologia para que você possa integrar ao seu site uma página que funciona como uma maquininha de cartão.

Aqui, separamos links com tudo que você precisa saber sobre:

Cada uma dessas empresas cobra taxas específicas que variam entre uma taxa fixa ou uma porcentagem sobre as vendas.

Pix

O Pix, sistema de pagamentos instantâneos lançado pelo Banco Central em novembro do ano passado, é uma nova opção de cobrança online que facilita muito as vendas online.

Ele funciona como uma transferência de dinheiro instantânea entre pagador e recebedor. Para cobrar pelo Pix, sua empresa deve se cadastrar no sistema Pix do banco ou instituição de pagamento na qual tem conta. Após isso, basta compartilhar com o pagador sua chave Pix ou QR Code para que ele realize o pagamento.

Quando o pagamento é realizado, o sistema notifica o recebimento em até 10 segundos. 

Uma vantagem é que esse tempo de compensação instantâneo permite uma confirmação imediata da venda, podendo liberar a mercadoria com agilidade para entrega ao consumidor. Ao contrário do boleto, que demora até 3 dias úteis para compensação, ou das vendas no cartão, com cerca de um dia útil.

Algumas plataformas de pagamentos também tem o Pix já integrado no checkout de pagamento para e-commerce, o que automatiza o processo.

O Pix para pessoas físicas é gratuito. Já para empresas, podem ser cobradas taxas por um conjunto de cobranças, dependendo da instituição financeira. Em geral, são taxas baixas em relação aos outros meios de pagamento.

Recorrência

Se você vende produtos de assinatura, planos ou mensalidades, a cobrança recorrente é ideal para o seu negócio.

Ao invés de cobrar manualmente seu cliente todo mês, você pode contar com sistemas online que automatizam as cobranças. E os meios de pagamento também são flexíveis, como cartão e boleto. 

Por exemplo, no caso do cartão, o cliente insere os dados, escolhe o plano de seu interesse e aceita os termos. A partir disso, a cobrança é realizada a cada período do plano, sem comprometer o limite total do cartão do cliente. No caso do boleto, ele recebe o boleto por e-mail para realizar o pagamento daquele período.

Para usar essa tecnologia, você deve contratar uma plataforma de cobranças recorrentes e cadastrar seus produtos em planos e assinaturas. Após isso, em uma venda você cadastra os dados do cliente e envia o link de pagamento, ou integra a página de pagamentos ao checkout do seu e-commerce.

Na Vindi, você conta com todas as opções de cobrança online que mostramos nesse post, a partir de uma única mensalidade! Fale com nossos consultores e saiba mais!