5 erros que você deve evitar na sua loja virtual

Diversos fatores têm colaborado para o crescimento das lojas virtuais, como a facilidade e a comodidade que o cliente encontra na hora da compra. Mas existem pontos que são cruciais para o funcionamento do comércio eletrônico que, se forem mal geridos, prejudicam (e muito!) seu negócio. Veja quais são os erros que você precisa evitar na sua loja:

1- Site não responsivo

 Os dispositivos móveis já somam 52 milhões de usuários conectados à internet. E, segundo uma pesquisa da F/Radar, dois milhões e meio usam esses dispositivos para fazer compras online.

Uma experiência de compra ruim impacta negativamente o engajamento do consumidor com a marca. Sendo assim, se um cliente que usa mobile entra no site para fazer uma compra e tem dificuldade no acesso por conta da falta de adaptação ao dispositivo, você perde a venda e ainda afeta a interação dele com a sua marca.

2- Checkout complexo

Hoje, 100% das lojas virtuais apresentam algum tipo de erro no fluxo de compra dos clientes via mobile, segundo uma pesquisa da deviceLab. O maior problema identificado está no checkout, com 69% dos problemas críticos.

A usabilidade do site é o problema que mais afeta a finalização da compra. Por isso, deixe o checkout simples e acessível.

Veja as dicas:

  • Para que o cliente não saia do ambiente de compra, evite a abertura de muitas telas;
  • Peça apenas informações necessárias no campo de cadastro;
  • Facilite a visualização do boleto, a não identificação do boleto causa dúvida na efetivação da compra e o cliente não efetua o pagamento.

3- Logística ruim

Uma série de processos estão relacionados à logística: estoque, prazo de entrega, rastreamento e logística reversa. Vamos ver um pouco de cada uma:

Estoque

É muito comum, principalmente na hora de fazer promoções, que muitos clientes se interessem por um mesmo produto. Por isso é importante que você faça essa gestão do estoque para que o consumidor não adquira um produto que não está mais disponível e se frustre com a compra e, consequentemente, com sua loja.

Uma opção é trabalhar com o estoque do seu fornecedor. Conhecido como crossdocking, esse é um processo de redistribuição que dispensa o armazenamento e os trâmites de operação comuns de um quando e-commerce que faz a estocagem.

Mas para que isso funcione, é importante estar muito bem alinhado ao seu fornecedor para cumprimento de prazos de entrega, horário e disponibilidade do produto. Caso contrário, você não consegue atender seu cliente e gera problemas para sua loja.

Prazos de entrega

O não cumprimento do prazo estipulado gera milhares de problemas, como o cancelamento da compra e a perda do cliente. Portanto, não ofereça prazos que não são possíveis de cumprir.

Rastreamento

A possibilidade de rastrear o produto faz o cliente confiar mais na sua loja. Além de acompanhar o processo de entrega, ela fica sabendo de possíveis problemas e fica ciente do novo prazo de entrega. Isso traz um impacto menos negativo.

4- Logística reversa

A troca de produtos nas lojas virtuais é muito comum. Sabendo disso, é importante você estar preparado para atender à demanda. Outro ponto interessante é que você deve informar ao cliente todo o procedimento de substituição do produto no momento da compra.

5- Atendimento ineficaz

De acordo com a Lei do e-commerce, uma das frentes que mais devem ser priorizadas é o atendimento. Ele precisa ser ágil e eficaz e você, empreendedor, precisa estar de acordo com o decreto e se atender a coisas como:

“O cliente precisa receber algum tipo de auxílio 24 horas por dia, sete dias por semana”.

Isso significa que o consumidor precisa ter algum tipo de suporte, via telefone, chat ou e-mail. Os investimentos para cumprir essa regra são altos se você pensar apenas nesses canais de comunicação, mas disponibilizar em seu site uma página que explique os procedimentos de compra, troca etc, como uma página de “Dúvidas Frequentes”. Dessa forma, você dá algum suporte ao seu cliente e cumpre o período de atendimento estipulado pela lei.

Outra questão importante é a forma de se relacionar na hora do atendimento telefônico, via chat, e-mail, etc. Prepare sua equipe para oferecer o melhor atendimento e resolução do problema, quando houver um. Essa aproximação com o cliente pode te ajudar a identificar seus gostos, interesses e, a partir disso, você cria oportunidades de negócio.

Pagamento limitado

De acordo com a pesquisa Web Shoppers, em 2015 o número de transações com o cartão de crédito representou 73,5% das compras efetuadas no comércio eletrônico. Atrás do cartão, vem o boleto bancário, com 19,6% de aderência dos clientes. O que mostra que nem todos os seus clientes ainda estão preparados para usar o cartão como forma de pagamento na internet.

Sendo assim, atente-se à plataforma de pagamento que você utiliza no seu e-commerce e veja se ela te ajuda a oferecer as três formas de pagamento que não podem faltar na loja online, que são:

  • Débito em conta
  • Cartão de crédito
  • Boleto

Ao disponibilizar essas três formas de pagamento você atende todos os públicos e garante que eles não abandonem o carrinho depois de terem passado por todo o processo que os leva ao interesse pelo seu produto.

Seguindo esses passos você consegue melhorar a experiência de compra do seu cliente e ter uma loja bem engajada no mercado online. Coloque em prática! 🙂

vindi-banner

Você vai gostar também

6 coisas que você não sabia sobre clubes de assina... Com os modelos de assinatura ganhando cada vez mais espaço nos modelos de negócio, é importante que você saiba um pouco sobre eles, não é mesmo? No po...
10 ideias para montar um clube de assinatura De tempos em tempos, a gente se depara aqui com um monte de sugestões de pessoas que nos procuram para validar uma ideia e lançar um clube de assinatu...
Vídeos online: essa publicidade pega? O maior sucesso recente do YouTube não é um garoto cheio de espinhas fazendo crítica afiadas de dentro de seu quarto. O buzz atual é o canal Porta dos...
Sites de Assinaturas crescem 20% ao mês O  mercado de Sites de Assinaturas crescem 20% ao mês. São sites dos mais variados produtos: petshops, comida, bebidas (vinhos e cervejas), moda e até...

Jornalista apaixonada por mídias digitais e tudo que envolve o ambiente virtual. Interessada em marketing, negócios.

Site Footer