Vendas por assinatura: Mercado Livre anuncia programa de recorrência

A economia da recorrência continua se solidificando por aqui. Uma das últimas novidades relacionadas ao tema foi anunciada no dia 21 de fevereiro. Momento em que o Mercado Livre, um dos maiores marketplaces do Brasil, afirmou que vai lançar um sistema de vendas por assinatura.

A opção está prevista para começar a valer a partir de abril. E, com isso, qualquer vendedor da plataforma vai poder oferecer  vendas recorrentes para seus consumidores. Sem precisar criar um sistema separado.

Diversas categorias vão poder vender por assinaturas. Entre elas as de produtos de beleza, de higiene pessoal, ração de pets, suplementos, equipamentos de tecnologia e por aí vai.

Como Rodrigo Dantas, CEO da Vindi, comentou no vídeo acima, hoje o Mercado Livre já tem um grande público que compra diariamente pela plataforma. Então, essa nova funcionalidade só vai facilitar a vida tanto dos compradores como a dos vendedores.

Como vai funcionar

Para os comerciantes que quiserem vender pelo modelo de assinaturas, só é necessário usar a opção Mercado Envios.

Por ela, as etiquetas de frete, informações e preço para envio dos produtos são processados automaticamente pelo sistema. O vendedor só precisa levar a mercadoria até os Correios.

Além disso, é responsabilidade do vendedor sempre informar o cliente quando houver alteração de preço, de quantidade ou qualquer outra característica do produto anunciado. Assim como indisponibilidade.

Já os consumidores têm a tarefa de avisar os comerciantes sobre qualquer alteração de dados, com, no mínimo, 48h de antecedência da cobrança.

Tendência mundial

Vendas por assinatura já é uma tendência que conquistou o mercado mundial. Lá fora, grandes nomes, como a Amazon, lançaram ideias como o Amazon Prime para lucrar com a recorrência.

Por aqui, temos exemplos de empresas que montaram uma operação de negócios recorrentes, como a GoBox, um portal que reúne clubes de assinatura dos mais variados segmentos.

Então, a notícia do Mercado Livre só mostra que eles estão se antecipando e aderindo à tendência mundial de assinaturas. Vale dizer ainda que essa iniciativa é uma importante ação para impulsionar o segmento aqui no Brasil.

Se você tem interesse sobre o assunto, não deixe de ver o vídeo CEO em 3 minutos que está lá no começo desse texto. Além disso tem vários artigos que explicam e dão dicas sobre vendas por assinatura aqui em nosso blog. Aproveite para navegar e se inspirar!   

Jornalista com grande atuação em marketing digital. Escreve sobre tecnologia, empreendedorismo e viagens.

Você vai gostar também

Coisas Realmente Complicadas – Sair do grupo... Cobrança recorrente não deve ser uma coisa complicada. Agora, sair de um grupo de WhatsApp da família...isso sim é uma coisa complicada. https://yo...
Como integrar sua loja ao Pagamento Recorrente da ... Olá! Esse tópico foi especialmente preparado para Lojistas, Desenvolvedores e Web Designers cadastrarem bem rápido o pagamento recorrente da Vindi. Vo...
Banco Central anuncia novas regras para pagamentos... O Banco Central anuncia novas regras para pagamentos mobile (via celular). Alexandre Tombini, presidente da instituição, anunciou na última segunda (0...
4 clubes de chocolate que faturam com a cobrança r... Para a indústria de chocolates, 2018 é um ano positivo e de grandes expectativas. Isso porque o consumo de chocolates aumentou em 8% no primeiro semes...