A inadimplência é uma das principais vilãs que ameaçam a saúde financeira dos negócios recorrentes.

Quando o cliente atrasa ou deixa de pagar, o caixa sofre o impacto e a empresa pode ter que recorrer ao crédito para pagar suas contas.

Se o índice de clientes inadimplentes sair do controle, o resultado pode ser o endividamento e a dificuldade em seguir com os planos de investimento e expansão.

Por isso, é fundamental tomar medidas para prevenir e combater a inadimplência no seu negócio antes que você tenha prejuízos graves.

Para ajudar você nessa missão, resumimos tudo o que você precisa saber sobre o assunto e dicas para otimizar sua cobrança em um único guia:

Leia até o fim e saiba como defender sua empresa da inadimplência. 

O que é inadimplência?

Basicamente, a inadimplência é a incapacidade de quitar uma dívida na praça, independente se você é pessoa física ou jurídica.

Aliás, atualmente a inadimplência está batendo recordes no Brasil. 

Segundo dados da Serasa Experian publicados no G1, o número de brasileiros endividados chegou a 62,56 milhões em março de 2021, ou 57,4% da população adulta. 

Já uma pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) publicada em 2021 na InfoMoney mostra que 24,8% da população possui dívidas em atraso e quase 10% não têm condições de pagar seus débitos. 

Dessa forma, podemos concluir que a inadimplência é o descumprimento legal e financeiro, já acordado previamente, entre duas partes. 

Agora, vamos entender por que a sua empresa precisa se preocupar com ela?

Por que se preocupar com a inadimplência?

Em primeiro lugar, a inadimplência ataca diretamente o seu fluxo de caixa, fazendo com que você não receba o dinheiro que estava esperando. 

Portanto, se esse for um problema recorrente, quem pode acabar inadimplente é você.

Além disso, a inadimplência dos seus clientes também pode afetar outras áreas estratégicas da sua empresa, fazendo com que você deixe de investir em pontos cruciais para o negócio.

“Não recebi o boleto”, “não recebi a cobrança” e “vocês podem enviar novamente a nota fiscal” são alguns dos argumentos de clientes que sempre atrasam na hora de pagar. 

Não é coincidência, se você já vivenciou algo nesse sentido, pois essas são frases comuns, que departamentos financeiros ouvem todos os dias.

No entanto, existem estratégias de cobrança e automação de pagamentos que podem te ajudar a evitar esse desconforto. 

Saiba mais sobre Gestão de Cobranças no vídeo #2 da Série UniVindi:

O perigo da inadimplência para os negócios recorrentes

A inadimplência é especialmente perigosa para os negócios recorrentes, que dependem dos pagamentos contínuos de seus clientes para manter o faturamento projetado com as assinaturas.

Caso você não esteja muito familiarizado com a recorrência, baixe nosso ebook completo sobre o tema. 

Quanto maior o índice de clientes inadimplentes, maior é o rombo mensal no caixa da empresa, que pode prejudicar as contas e levar ao endividamento. 

Dependendo do segmento do negócio, o problema pode ser ainda mais grave.

Na área da educação, por exemplo, a inadimplência escolar é uma das maiores dores de cabeça, pois não é tão simples substituir um aluno pagante e a lei proíbe que os inadimplentes sejam desligados antes do fim do período letivo

Reduza a inadimplência e a evasão escolar

Confira também alguns insights sobre o mercado de educação com nosso ebook exclusivo.

Já no setor de seguros, cada cliente inadimplente representa um custo muito maior de recursos e energia para a empresa, que se vê obrigada a investir em soluções de cobrança.

Além disso, o caixa desestabilizado é péssimo para o andamento do negócio e afeta até mesmo a capacidade de fechar novos contratos. 

Gestão de pagamentos no combate à inadimplência

O que chamamos de “gestão de pagamentos” é, na verdade, o controle de recebimentos.

Este é um passo essencial, pois não é possível realizar a cobrança eficiente (que veremos a seguir) sem ter a noção exata de quais são os clientes inadimplentes e qual a sua situação.

A gestão de pagamentos permite que sejam feitas diversas análises, como a porcentagem de clientes inadimplentes, a época do ano em que essa taxa aumenta, a faixa de gastos que gera maior inadimplência, o perfil mais comum entre os clientes que costumam atrasar pagamentos.

É a partir destas análises que sua empresa poderá criar estratégias mais direcionadas de prevenção e cobrança.

Além disso, o controle de recebimentos fica mais fácil e preciso com a ajuda da tecnologia. 

Para quem trabalha com o modelo de assinaturas e pagamentos recorrentes, uma plataforma é fundamental, pois os dados são inseridos de maneira prática no sistema e os relatórios são gerados automaticamente.

Desta forma, o empreendedor pode se concentrar no que realmente importa: o core business do seu negócio, ou seja, o ponto forte da sua empresa. 

O papel da cobrança eficaz

Só existe uma definição de cobrança eficaz: é aquela que consegue reaver o pagamento perdido enquanto ainda retém o cliente para compras futuras.

Para isso, é preciso ter uma boa equipe, um processo altamente padronizado e uma plataforma profissional para você ter sucesso.

O time será responsável por negociar com os clientes de maneira persuasiva, reforçar a imagem positiva da sua empresa e consertar o vínculo entre empresa e cliente.

Considerando estas três atribuições, a melhor recomendação para garantir uma cobrança eficaz é investir na qualificação da equipe.

Palestras e treinamentos podem assegurar um desempenho muito melhor, que irá se refletir em resultados na hora de recuperar os clientes inadimplentes.

Afinal, a equipe de cobrança possui um papel essencial na redução da inadimplência – e ainda precisamos considerar que seu trabalho é altamente estressante.

Por isso, é recomendável valorizar esse setor na mesma medida que a área comercial da empresa.

Se você não tiver estrutura e orçamento para manter uma equipe interna, também pode recorrer a empresas de cobrança terceirizadas que já são especialistas em cobrar clientes e recuperar dívidas. 

Como prevenir a inadimplência em 12 passos

Melhor prevenir do que remediar, certo? 

E esse ditado serve perfeitamente para a inadimplência, que deve ser evitada ao máximo.

Se você deixar para pensar no assunto depois do atraso, terá muito mais dificuldade para receber, pois a lei restringe as formas de cobrança que uma empresa pode utilizar e quase sempre o processo acaba na perda de um cliente. 

Para evitar que a situação chegue a esse ponto, siga as dicas abaixo. 

1. Conheça seu público

Como em qualquer negócio, é preciso conhecer seu cliente e entender seus hábitos de consumo

Isso serve não só para melhorar seu produto, mas também para saber quais os meios de pagamento são mais utilizados e quais dias são melhores para fazer a cobrança.

Assim, você consegue oferecer opções certeiras de datas e formas de pagamento, diminuindo a possibilidade de que eles virem inadimplentes.

2. Tenha uma data de vencimento estratégica

Conhecendo seu cliente, você saberá quando ele recebe para definir uma data de vencimento estratégica. 

Geralmente, pessoas físicas recebem até o 5º dia útil do mês, por isso, deixe o vencimento da fatura até o dia 10. 

Assim, as chances da sua conta ser priorizada pelo seu cliente são maiores.

3. Ofereça flexibilidade

Para alguns clientes o pagamento fica melhor se for efetuado no início do mês, enquanto para outros o melhor seria ao final do mês. 

Alguns podem ter preferência pela utilização de cartão de crédito, enquanto outros sentem-se melhor com boletos

Ou seja: a redução da inadimplência também passa pela flexibilização de recebimentos.

Oferecer flexibilidade e opções de pagamento aos seus clientes fará com que eles comprem e fiquem em dia com os pagamentos.

4. Mantenha uma comunicação efetiva

Já pensou que seu cliente não pagou por puro esquecimento? Às vezes pode acontecer. 

Por isso, é importante manter uma comunicação constante, principalmente por meio de lembretes.

Avise quando o vencimento estiver próximo, quando a fatura ou boleto vencer, faça algumas notificações para que ele fique atento.

Na Vindi, por exemplo, existe a régua de cobrança, por meio da qual é possível emitir diversas notificações via e-mail e SMS avisando sobre o pagamento e vencimento.

5. Construa uma régua de cobrança eficiente

Uma régua de cobrança é um conjunto de estratégias de comunicação que são acionadas bem antes de o seu cliente ficar inadimplente.

Basicamente, ela é uma regra que as empresas estabelecem para cobrar os clientes de forma sistemática: e cobrar não só no sentido da inadimplência, mas dos pagamentos normais também. 

A régua de cobrança tem esse nome porque ela acompanha uma linha metrificada de ações.

Ela funciona baseada em datas específicas, como: data inicial da fatura, data final e comunicações entre esses períodos.

Nesse exemplo, as ações de uma régua de cobrança poderiam ser:

  • Envio de fatura por e-mail com antecedência ao vencimento
  • Lembretes de pagamento por SMS, próximos à data do vencimento
  • Disparo de comunicação de inadimplência, em caso de não pagamento.

Dessa forma, é fundamental que você pense em enviar alertas por SMS ou e-mail, dizendo que o dia do pagamento está chegando.

Além disso, você também já pode enviar o boleto no e-mail cadastrado, se essa for a forma de pagamento escolhida.

No entanto, conduzir esse processo todo manualmente pode te fazer perder muito tempo, incluindo os encargos da sua equipe financeira – daí a importância de contar com a tecnologia para automatizar o processo.

6. Ofereça descontos para pagamento antecipado

Assim como os programas de recompensa, que estimulam a fidelização, também podem ser oferecidos descontos para pagamentos antes da data acordada com o cliente.

Vamos supor que você tenha um pagamento programado para o dia 10 com ele.

Lá pelo dia 3, você enviará um e-mail com um boleto em anexo, dizendo que se ele pagar até o dia 5, ele terá 10% de desconto.

Dessa forma, as chances de inadimplência serão reduzidas.

Mas, é importante que você analise seus indicadores e suas margens antes de oferecer um desconto que pode mais te prejudicar do que ajudar.

7. Ofereça diversas formas de pagamento

Quanto mais formas de pagamento você oferecer aos clientes, maior será a probabilidade de receber sempre em dia.

Veja alguns meios populares:

  • Cartão de crédito: quando usado para cobrar serviços, é um grande aliado para automatizar cobranças e ainda permite a função de débito automático na fatura, que não ocupa o limite no cliente
  • Débito em conta: é bastante útil e prático, principalmente na função de débito automático em conta corrente
  • Boleto bancário: apesar de não ser a forma mais prática por conta do prazo de compensação e dependência do cliente pagar em dia, é importante para atender clientes desbancarizados e pode ter seu envio automatizado.

8. Seja transparente

Você já passou pela situação de fazer uma compra e, na hora de efetuar o pagamento, descobrir que o valor que deve ser pago é superior ao que você esperava?

Esse tipo de prática, infelizmente, ainda é bastante comum.

Porém, esse valor superior ao esperado pode ser um fator chave para que o consumidor deixe de realizar o pagamento em dia.

Para evitar essa situação desconfortável, seja completamente transparente com os seus clientes.

Se o valor que você cobra é superior ao que o interessado deseja pagar, o melhor a ser feito é apenas partir para o próximo cliente.

Não tente mascarar algo que, no fim das contas, terá que ser pago.

9. Mostre o valor da sua solução

Um cliente satisfeito e que sabe o quanto a sua empresa está ajudando a resolver os problemas que ele tinha dificilmente ficará inadimplente.

Por isso, construa conteúdos de valor, materiais ricos e que mostrem a ele que ele não pode deixar de utilizar seu produto ou serviço.

A ideia é realmente transformar seu cliente em um fã da sua marca. 

Isso fará com que ele deixe de pagar outras coisas, mas nunca deixe o seu serviço para depois.

Lembrando que, quando uma empresa proporciona uma jornada de compra encantadora, é fato de que o cliente volta e ainda indica para outras pessoas.

E claro que ele se sente mais motivado para fazer o pagamento em dia, pois vê valor no serviço.

10. Mantenha um histórico de pagamentos

Tenha sempre um controle atualizado com o histórico de seus clientes e seus pagamentos, como relatórios. 

Assim, você terá conhecimento sobre quais são aqueles que costumam atrasar pagamentos ou deixam de pagá-lo.

Isso dará condições para que você evite alguns clientes indesejáveis, possa negociar as condições de pagamento com os bons usuários que por algum momento atrasaram ou até mesmo tome as providências legais para efetuar a cobrança.

11. Invista no relacionamento com o cliente

Poucas coisas têm tanto poder de reduzir efetivamente a inadimplência quanto um bom relacionamento com o cliente

Se você conhece as dores dele, os cenários em que ele atua e possíveis crises que ele pode passar, saberá com antecedência quais as chances de ter um cliente inadimplente.

Além disso, uma comunicação clara e amigável pode ajudar e muito na recuperação da inadimplência.

No nosso podcast Dentro do Ringue, nós temos um episódio sobre o assunto, e você ouvir agora clicando abaixo:

12. Automatize o seu processo de cobrança

A cobrança recorrente automatizada (usada em escolas, academias, consultórios, clubes de assinatura e quaisquer outros serviços prestados por meio de mensalidades) é a forma mais prática, fácil e cômoda no que tange à inadimplência.

Além de receber os pagamentos automaticamente, você consegue oferecer aos seus clientes flexibilidade no pagamento e formas de contratação do serviço, sem se preocupar em ter que ficar cobrando cada um deles.

E ainda conta com ferramentas (retentativa, SMS, email) que te ajudam a efetuar a cobrança sem estragar seu relacionamento com o cliente: tudo é feito de forma automática.

Para isso, você deverá contratar um sistema billing ou plataforma de pagamento especializada em negócios recorrentes. 

A grande vantagem das plataformas de pagamento recorrente é o agendamento de pagamentos, que gera uma receita previsível e o recebimento programado que pode ser acompanhado por relatórios que ajudam na gestão de cobrança e recebimentos.

6 formas de cobrar um cliente inadimplente

Se você não conseguiu prevenir a inadimplência e precisa cobrar clientes nessa situação, fique calmo: existem vários tipos de cobrança que podem ser usados pela sua equipe.

Para decidir qual o melhor caminho, as empresas devem analisar alguns fatores, como: qual a forma mais eficiente de alcançar o seu público, qual o tamanho da base de clientes inadimplentes e qual o nível de endividamento de cada um.

Na prática, empresas que precisam cobrar centenas, milhares e até milhões de clientes, devem ter um sistema de cobrança automatizado para facilitar o envio de notificações.

Abaixo, vamos listar algumas formas de cobrança, os prós e contras de cada um, e em que casos são indicadas:

1. Cobrança por telefone

Esse tipo de cobrança é o modo mais tradicional de cobrar clientes. 

O setor da empresa responsável pelas cobranças realiza ligações para avisar a dívida e alertar o cliente sobre cortes e multas.

Prós:

  • Alcança qualquer tipo de público, pois a maior parte da população tem um telefone ou um aparelho celular
  • É uma forma de cobrança difícil de ignorar.

Contras:

  • Despesas financeiras com ligações
  • É um tipo de contato mais demorado, e que exige tempo da mão de obra da empresa
  • Fricção no relacionamento com o cliente.

Quando é indicada:

  • Empresas pequenas, que precisam cobrar apenas um pequeno número de clientes
  • Empresas grandes que possuam algum tipo de automação na mensagem de cobrança das ligações.

2. Cobrança por SMS

As cobranças por SMS no celular consistem em enviar uma mensagem de texto para o cliente, lembrando-o da sua dívida.

Adicionalmente, ela pode conter o código do boleto para pagamento.

O SMS pode ser enviado até mesmo antes do pagamento vencer, atuando como uma prevenção à inadimplência, como vimos anteriormente.

Prós:

  • É menos invasivo e mais conveniente
  • É mais barato
  • Pode ser automatizado.

Contras:

  • A mensagem pode cair na caixa de spam do celular do cliente
  • O texto deve ser curto.

Quando é indicada:

Empresas de qualquer porte que desejam um tipo de cobrança mais automatizado.

3. Cobrança via canais digitais

A cobrança por canais digitais existe principalmente na forma de e-mail aos clientes inadimplentes.

Prós:

  • Existem plataformas de disparo de e-mail gratuitas
  • Pode ser automatizado
  • Não é invasivo
  • Permite uma comunicação mais elaborada com o cliente.

Contras:

Pode cair na caixa de spam do destinatário e não ser visto.

Quando é indicada:

Empresas de pequeno a médio porte que desejam um tipo de cobrança automatizado e com uma mensagem mais elaborada.

4. Cobrança por carta

A cobrança por carta é um método mais tradicional de comunicar ao cliente sua dívida, além de uma possível negativação de crédito.

Também pode ser acompanhada de boleto para o pagamento da dívida.

Prós:

Pode ser registrada para ser mais viável à empresa comprovar sua comunicação com o cliente.

Contras:

  • Mais impessoal
  • Não é instantâneo (tempo de entrega)
  • Não abre um canal de diálogo com o cliente.

Quando é indicada:

Empresas de médio e grande porte que desejem formalizar a cobrança de modo mais sério.

5. Cobrança por assessoria jurídica

Esse tipo de cobrança ocorre em um nível de dívida mais elevado: acima de 90 dias e com tentativas anteriores mal sucedidas. 

Nesse modelo, a empresa contrata uma assessoria jurídica, composta por advogados, para reaver a dívida judicialmente.

Assim, as tratativas com o cliente saem das mãos da empresa e passam para o nível da justiça.

Prós:

  • A empresa não precisa mais se envolver diretamente com a cobrança
  • Suporte profissional.

Contras:

  • Despesas com a contratação da assessoria
  • Prazos indefinidos para a resolução do problema
  • Quebra de relacionamento com o cliente.

Quando é indicada:

Independentemente do porte da empresa, essa opção é indicada apenas para situações que já não conseguem ser resolvidas com cobranças tradicionais.

6. Cobrança por Plataformas de Pagamento

Plataformas de pagamentos, como a Vindi, são serviços que operam os meios de pagamento de empresas, como cartões e boletos.

Além disso, automatizam as cobranças por meio do pagamento online e previnem a inadimplência por uma régua de cobrança e diversas funcionalidades.

Prós:

  • Serviço completo de prevenção e recuperação de inadimplência
  • Praticidade de rastreio de inadimplência por meio de relatórios da plataforma
  • Disparo automático de notificações de cobrança aos clientes com pagamentos pendentes, por e-mail ou SMS
  • Facilidade para estipular uma régua de cobrança personalizada para ter mais flexibilidade na comunicação com o cliente.

Contras:

As plataformas de pagamentos não são gratuitas.

Quando é indicada:

Para empresas de diversos portes, com uma carteira de clientes consolidada, que desejem mais controle dos pagamentos para prevenir a inadimplência e contar com recursos automatizados de cobrança, caso precise.

Para te ajudar, criamos um guia com todas essas formas, basta salvar no celular, computador ou tablet e ter um acesso fácil e rápido para nunca mais deixar de cobrar algum cliente:

Inadimplência - guia visual com as 6 formas de cobrar um cliente inadimplente.

Funcionalidades da Vindi para combater a inadimplência

Com a plataforma de pagamentos da Vindi, você pode automatizar seu processo de cobrança e incentivar seus clientes a pagarem em dia. 

Além disso, você tem acesso a diversas funcionalidades para alavancar seu negócio, como relatórios para fazer a gestão financeira, realização de cobranças recorrentes e avulsas, link de pagamento, recursos para redução de inadimplência e muito mais.

Para você entender melhor, separamos algumas funcionalidades da Vindi que vão ajudar a reduzir a taxa de inadimplentes do seu negócio de um jeito simples, prático e com um auxílio de uma plataforma com tecnologia de ponta.

1. Régua de cobrança (e-mail e SMS)

A régua de cobrança da Vindi é uma funcionalidade que permite criar uma sequência de notificações e lembretes referentes à cobrança dos seus clientes, podendo ser antes ou após o vencimento das faturas.

Essa comunicação pode ser feita por e-mail e SMS, e permite o envio de mensagens personalizadas, contendo, por exemplo, o link da fatura e nome do cliente.

Você pode deixar as cobranças agendadas para que aconteça de forma automática em diversas situações:

  • Cobrança rejeitada
  • Emissão de cobrança pendente 
  • Pagamento da primeira cobrança de assinatura 
  • Vencimento da cobrança pendente.

Para mais informações sobre como criar notificações na plataforma Vindi, você pode clicar aqui

2. Renova Vindi

O Renova Vindi, em resumo, é uma funcionalidade para atualizar, de forma automática, cartões de crédito expirados e reemitidos.

Por exemplo, quando o consumidor realiza uma transação, pode ser que os dados não sejam mais reconhecidos.

Com essa funcionalidade, é possível encontrar os novos dados desse consumidor para que a transação seja realizada.

Ou seja, você não precisa entrar em contato com o seu cliente para verificar o que houve de fato, pois a plataforma faz isso de forma automática

Para utilizar o Renova Vindi, basta ter a Cielo homologada como adquirente e pedir a ativação da funcionalidade. 

Para mais informações do Renova Vindi e como essa funcionalidade pode te ajudar a reduzir a inadimplência, clique aqui.

3. Retentativa Inteligente

Quando o seu cliente realiza uma transação, pode ser que o cartão seja reprovado pela adquirente.

Essa rejeição pode acontecer por diversos motivos, como a ausência de limite no cartão de crédito.

Para que essa venda não seja perdida, a plataforma tem uma ótima função para ajudar você a não ficar no prejuízo.

A Retentativa Inteligente de Saldo realiza cobranças de modo automático e personalizado quando a transação é rejeitada.

As condições são definidas de acordo com a análise de dados históricos e de comportamentos observados nas transações.

Essa é uma funcionalidade que ajuda seu negócio a reduzir a inadimplência – e fazer isso de forma inteligente, como o nome sugere.

4. Transação de verificação

A Transação de Verificação é um teste feito para certificar que o cartão do cliente está habilitado para a compra.

O valor cobrado pela transação pode variar entre R$ 0,00 e R$ 1,00, dependendo da adquirente.

Isso é muito comum quando o cliente vai fazer uma compra de um serviço e solicita um trial, ou seja, um período gratuito de teste.

Por exemplo, o LinkedIn, muitas vezes, oferece um mês de teste para que o cliente possa verificar como funciona o modo pago. 

Mas, para isso, é preciso colocar dados reais de um cartão e validá-lo.

Essa funcionalidade evita o uso de cartões inválidos, o que é um grande ganho para as empresas.

E, ainda, quando acaba o período de trial, a mensalidade começa a ser cobrada de forma automática, caso o cliente não tenha cancelado o cadastro até o momento.

Essa é uma ótima estratégia de aquisição, onde o grande foco é a captura de cartão para aumentar a conversão. 

Para ver de perto o funcionamento da plataforma da Vindi, confira nossa demonstração gratuita.

Demonstração Plataforma Vindi

Como a Vindi recuperou R$ 212 milhões em inadimplência

Queremos compartilhar com você como a Vindi conseguiu ajudar seus clientes a recuperarem mais de R$ 212 milhões em inadimplência ao longo de sua história.

E, ao contrário do que você talvez imagine, nem sempre é necessário grandes esforços, mas sim a ação certa.

Quebramos a cabeça depois de ouvir as necessidades de nossos clientes para saber como ajudá-los a reduzir a inadimplência e não deixar que ela afete o bom faturamento.

E claro que cada segmento tem suas particularidades

Mas, podemos dizer que as ferramentas abaixo, em conjunto, tem sido um ótimo “repelente” para todos eles. Veja só.

Resultados do Renova Vindi e retentativa simples

Um dos nossos queridinhos é o Renova Vindi: uma ferramenta muito eficaz para recuperar valores perdidos, como vimos acima. 

O motivo é que o cliente nem sempre fica inadimplente porque não quis ou não pode pagar sua fatura. 

Percebemos que em alguns casos a falta de pagamento acontece porque houve a troca, vencimento ou cancelamento do seu cartão de crédito.

E ele nem sempre lembra de fazer a alteração manualmente em cada serviço que assina.

E é aí que o Renova Vindi tem sido um baita aliado para nossos clientes, pois ele é uma tecnologia que faz a renovação dos dados do cliente de forma automática.

Então, se houve mesmo essa mudança, o sistema é capaz de encontrar os novos dados do cartão e fazer a cobrança no mesmo momento, já atualizando as informações para o próximo mês. 

Já a Retentativa Simples é uma solução que pode ser usada pontualmente. Por exemplo, se não foi possível fazer o débito na data de vencimento, você pode agendar uma nova tentativa nos próximos dias.

Comunicação automática

No dia a dia de uma empresa, existem diversas tarefas que precisam ser feitas.

Sendo assim, quanto mais clientes você tem, mais difícil é entrar em contato com cada um deles.

Toma muito tempo avisar cada um que a fatura está disponível ou mesmo que o pagamento não aconteceu na data prevista.

E precisamos nos lembrar de que as pessoas esquecem sim de pagar suas contas, ainda mais com a rotina corrida dos dias atuais.

Então, a comunicação automática se torna uma super aliada na hora de evitar a inadimplência.

Foi, por isso, que incluímos em nossa plataforma de pagamentos a opção de envio de e-mail e SMS automático.

Assim, nossos clientes conseguem agendar o envio em massa, mas com a possibilidade de personalizar a mensagem, prezando a boa comunicação e a experiência do consumidor.

Painel de administração

Tomar ações rápidas é uma ótima maneira de reduzir a inadimplência, mas essas ações precisam ser baseadas em dados confiáveis.

Para oferecer agilidade e precisão aos clientes da nossa plataforma, desenvolvemos um painel administrativo que informa, logo na primeira página, os principais dados do seu negócio.

Assim, se torna visual e ágil ver quantos clientes estão inadimplentes.

Diante disso, com um clique você pode gerar um relatório ou escolher agendar uma comunicação avisando-os que o prazo de pagamento expirou.

API inteligente

A API de pagamento da Vindi foi desenvolvida por quem entende e é apaixonado pelo assunto. 

Por isso, ela é uma das mais completas do mercado, além de ter uma integração facilitada.

Dá para criar o checkout mais intuitivo e “bonitão” que você tem em mente porque a documentação é flexível e rápida de integrar.

Além disso, ela serve para negócios de assinatura, serviços ou e-commerces. 

Segurança também conta

Você precisa se preocupar com a segurança, pois é um dos pontos primordiais para qualquer negócio que lide com dados sensíveis do cliente, como número de cartão de crédito e dados pessoais. 

Oferecer um sistema seguro mostra que você se preocupa com o seu consumidor, o que passa mais credibilidade para sua marca e aumenta a fidelização. 

Mas, também, segurança é vital para você evitar ter problemas com fraudes e chargebacks.

Quem usa nossa plataforma de pagamentos pode se integrar facilmente com um antifraude.

Além disso, nós temos a pontuação máxima do PCI Compliance, a principal certificação de cartões do mercado.

Afinal, a inadimplência também pode acontecer porque os dados do cliente foram roubados de seu sistema.

Previna e combata a inadimplência com a Vindi

Ao longo desse texto queríamos mostrar a você a importância de criar estratégias que vão diminuir a inadimplência em seu negócio, independente do segmento.

Além disso, compartilhamos alguns dos recursos da Vindi que têm ajudado nossos mais de 4.500 clientes a criar antídotos para a falta de pagamento. 

No total, podemos dizer que cerca de R$ 80 milhões que seriam perdidos em inadimplência foram recuperados com sucesso graças à nossa tecnologia. 

E nossa missão de ajudar você a manter seus pagamentos em dia e garantir sua receita recorrente continua.

Se você quer entender melhor como podemos ajudar você com a inadimplência, entre em contato agora mesmo.

solução-pagamentos

Rate this post