Os programas sócio torcedor caíram nas graças dos amantes do futebol, que não querem perder nenhum jogo e nenhuma vantagem quando o assunto é seu time do coração.

Por outro lado, para os times os desafios são grandes. Dos mais de 70 clubes que existem no Brasil, a maioria sofre com a inadimplência e com o esforço para manter os assinantes ativos.

Neste post, falaremos sobre como pequenos ajustes podem ajudar o programa de fidelização do seu time a ser muito mais eficiente e a reter assinaturas como nunca!

Vantagens da recorrência para programas sócio torcedor

A cobrança recorrente é uma realidade para a maioria dos programas sócio torcedor.

Nós já falamos aqui no blog da Vindi sobre como alavancar seu clube usando a recorrência, porque acreditamos nesse modelo como o futuro dos pagamentos.

Entre as maiores vantagens, podemos destacar:

Personificação do time

Se existe um público realmente fiel e engajado, podemos dizer que é o torcedor.

Entregando a possibilidade a ele de pertencer com exclusividade ao seu time do coração, as chances de admissão instantânea já são garantia de receita.

Redução da inadimplência

Ainda que os times sofram bastante com o desafio de combater a inadimplência (falaremos mais sobre isso no final deste post), a cobrança recorrente não aumenta a inadimplência.

Ela diminui.

A diferença está em como você está processando sua transação.

Criação de base de dados

Quando bem aproveitado, os programas de sócio torcedor oferecem aos times uma série de informações sobre o público, que podem ser estudadas para gerar mais valor e faturamento.

Por outro lado, é fundamental que a plataforma que processa e retém os dados dos sócio torcedores seja segura e esteja adequada com a LGPD.

A Lei Geral de Proteção de Dados (Lei 13.709/2018) foi sancionada em agosto de 2018 entrou em vigor em fevereiro. Nós já escrevemos aqui no blog sobre o tema, e você pode ler mais clicando aqui.

Essa lei alterou o Marco Civil da Internet, fazendo com que o Brasil esteja na lista dos 120 países que possuem uma regulação específica para dados pessoais.

Dessa forma, proteger os dados dos assinantes sempre deve ser prioridade, já que existe uma relação de confiança entre o torcedor e o time.

Como combater a inadimplência dos programas sócio torcedor?

A maioria dos programas sócio torcedor brasileiros tem como maior desafio combater a inadimplência.

Muitos deles atingem marcas entre 20% e 50%, indicando que ajustes precisam ser feitos para impedir esse avanço.

Você está cobrando errado

Em primeiro lugar, provavelmente você acertou no modelo, mas errou no meio de pagamento.

Existem várias formas de faturar as assinaturas do seu programa sócio torcedor.

Boleto, débito em conta e cartão de crédito são os mais usados, mas esse último é o mais efetivo para garantir que você receberá o valor mensalmente.

A cobrança recorrente com cartão de crédito é usada em grandes cases do mercado de assinaturas, como Netflix, Spotify, Uber e Adobe.

Além disso, você pode entender mais sobre como usar o cartão de crédito para alavancar suas vendas clicando aqui.

Você não está gerando valor

Uma coisa é certa: ao mesmo tempo que um torcedor é totalmente fiel ao seu time, ele também é exigente.

Dessa forma, se ele assina um clube e vê que, ao longo do tempo, ele não oferece as vantagens pelo preço pago, a tendência é de cancelamento, e não de retenção.

Seu sócio torcedor não quer apenas descontos em ingressos. Ele quer saber que faz parte, de alguma forma, da história do seu time.

E se mesmo sabendo disso, você só puder oferecer esse tipo de desconto, ofereça de verdade. Dificilmente ele assinará por muito tempo um serviço que não vê valor.

Você não está se relacionando com ele ao longo da jornada

A experiência do cliente não acaba quando a assinatura é confirmada. Muito pelo contrário: esse é o ponto de partida da relação entre o time e o torcedor.

E engana-se quem pensa que se relacionar com o cliente é apenas enviar e-mails, newsletters das últimas notícias do time e SMS com promoções.

Esses elementos podem até fazer parte da estratégia de comunicação do clube, mas não são suficientes. Invista em customer experience e você rapidamente verá os resultados positivos em conversar com seu fiel torcedor.

Sua plataforma não atende às necessidades do seu cliente

De tudo o que falamos, podemos destacar que uma plataforma que não funciona adequadamente é como uma pedra no sapato de um clube.

Da mesma forma, se ela não cobra de forma automática e não faz a gestão das assinaturas, dificilmente você terá uma visão completa as assinaturas ativas e inadimplentes.

Muitos programas de sócio torcedor procuram soluções caseiras ou só pesquisam por preços na hora de contratar uma plataforma de gestão de assinaturas.

O Vasco recentemente passou por uma grande instabilidade no site do clube, quando fez a campanha da Black Friday que o colocou como líder no ranking de programas de fidelidade de clubes.

Nós temos aqui no blog um texto explicando porque não é bom internalizar o billing da sua empresa, mas é importante entender que uma plataforma robusta é essencial para ajudar seu programa a crescer.

Aqui na Vindi, nós temos uma plataforma segura, com certificação máxima PCI Compliance e uma API flexível e personalizável.

Além disso, nós gerenciamos totalmente sua carteira de assinaturas, cobramos automaticamente clientes inadimplente e enviamos relatórios em tempo real.

São muitas funcionalidades e recursos disponíveis para ajudar seu programa sócio torcedor a crescer com sustentabilidade.

Clique agora no banner abaixo e converse com um de nossos consultores comerciais. Nós estamos prontos para te mostrar como a Vindi pode te ajudar a vender mais e sempre!programas sócio torcedor

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos você também.