A Black Friday de 2020 promete ser uma das maiores de todos os tempos, e o mercado está se preparando para que esta data seja o começo de uma recuperação econômica. E qual o impacto da Black Friday para empresas?

Neste artigo, mostraremos como o e-commerce e varejo está reagindo e como o seu negócio pode se preparar para terminar o evento com saldo positivo!

Por que a minha empresa deve aderir a Black Friday?

A crise econômica provocada pela COVID-19 foi devastadora para grande parte dos segmentos. 

Segundo a Pesquisa Pulso-Empresa, realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), foram mais 700 mil negócios fechando as portas até agora.

Além disso, quase metade deste número (39%) estava relacionado com comércio e com micros e pequenos empreendedores. 

Dessa forma, a Black Friday de 2020 é vista como uma lanterna para muitas empresas que conseguiram sobreviver, mas ainda estão lutando para sair da crise.

Em 2019, o impacto da Black Friday foi impressionante. Dados da EbitNilsen mostraram que o varejo brasileiro faturou R$ 3,2 bilhões

E, mesmo com a previsão de retração do Banco Central, de mais de 6%, vemos que o e-commerce cresceu muito nos últimos meses e, algumas categorias, como a de brinquedos, tiveram um aumento de mais de 400%

Quem afirma isso é o presidente da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), Mauricio Salvador, para o Dentro do Ringue:

Por isso, além de seguir as tendências e acompanhar os números, como os que mostramos no Vindi Insights desde o começo da pandemia, é necessário se preparar.

Como se preparar para a Black Friday? 

Alguns pontos são essenciais para que a Black Friday para empresas seja realmente atraente.

Além disso, se o seu negócio nunca participou de uma ou teve experiências ruins nas edições passadas, pode ser que você tem derrapado em algum dos pontos a seguir:

Prepare seu time de atendimento 

Tudo começa no atendimento. Sabemos que a jornada de compra, suporte ao cliente, dúvidas e alinhamentos posteriores à venda são fundamentais para converter mais vendas.

Por isso, mesmo que a sua loja online não ofereça contato inicial, é fundamental que você tenha uma equipe escalada para responder em todos os canais. 

Pense nas redes sociais, chat online, e-mail e telefone, se for disponibilizado, e treine seu time para que o tom de voz esteja o mais alinhado possível.

Reforce a estrutura do seu site

Seu site precisa ser robusto, ainda mais em um época onde os acessos são intensificados. 

Imagine só se você se preparar, começar a divulgação e investir seu capital na Black Friday para empresas e seu site ficar fora do ar?

Portanto, converse com o suporte da sua plataforma e-commerce. Se necessário, faça um upgrade para que a sua empresa esteja totalmente segura e funcionar.

Escolha produtos com margem mais alta e estoque maior 

Olhar seu estoque e fazer a gestão dos seus produtos é outro ponto que não pode ser descartado por uma empresa que quer participar e sair com uma boa reputação de marca.

Além disso, também é necessário entender qual a capacidade do seu estoque e como é possível alinhar as expectativas para que todos os clientes que comprarem, recebam no prazo acordado.

Ofereça descontos reais aos clientes 

Nada pode ser mais desastroso para a reputação da sua empresa do que cair na famosa expressão “metade do dobro”. 

Por isso, não adianta subir os preços dos seus produtos com antecedência da Black Friday e depois voltar ao valor normal vendendo um desconto.

Além disso, hoje existem vários órgãos, com o PROCON, que investigam e recebem denúncias desse tipo, e sua empresa pode ser muito prejudicada por uma ação como essa.

Otimize o seu fluxo de logística

Assim como a jornada de atendimento e de compra precisa ser encantadora, a entrega também precisa ser vista com cuidado.

Atrasos na entrega também são muito mal vistos, principalmente em um evento tão importante quanto a Black Friday. 

Portanto, é fundamental que exista um alinhamento com a transportadora parceira! E, se você só conta com o serviço dos Correios, também é necessário avaliar todas as opções disponíveis por eles. 

Além disso, os prazos de entrega podem ser maiores por causa dos cuidados com a COVID-19. Então, fique alerta!

Ofereça várias formas de pagamento

Oferecer várias formas de pagamento online é essencial para que seu consumidor tenha mais poder de compra e muito mais autonomia na hora de comprar.

No mínimo, ofereça boleto bancário e cartão de crédito. Com essas duas opções, você já tem um combo completo e abrangente do seu público.

Tenha uma página de pagamentos segura e com checkout transparente

A sua página de pagamentos precisa refletir toda a segurança da sua empresa e do seu site. 

Nesse momento, ter uma página totalmente personalizada, com a cara da sua empresa, sem redirecionamentos e com recursos antifraude é fundamental para passar credibilidade aos seus clientes.

Além disso, hoje sabemos que quase um terço das vendas são perdidas na página de checkout de pagamento. Nesses casos, o cliente desconfiou de alguma coisa que viu ou não encontrou a opção de pagamento desejada.

Portanto, ter uma página segura, que funcione rapidamente, que peça apenas dados necessários e rode tanto no desktop quanto no mobile é nossa última dica.

Essa página pode fazer toda a diferença para aumentar o seu ticket médio. E, ter um parceiro que ofereça esse serviço como um especialista é o que você precisa para não se preocupar.

Com a plataforma da Vindi, além de todas as funcionalidades e recursos para gerenciar todas as suas vendas, você também possui uma página de pagamentos personalizada, e intuitiva.

Dessa forma, se você gostou deste artigo sobre Black Friday para empresas, conheça agora mesmo as nossas soluções para este dia e todos os outros 364 dias do ano.

Solicite agora a sua demonstração clicando no banner abaixo!

 

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos você também.