Quando falamos em Marketing, prontamente nos vêm à mente campanhas de promoção e construção de marca, que são, digamos assim, as mais “glamourosas” vertentes da disciplina. Mas, essa é apenas a ponta do iceberg. E quando falamos de Marketing de Produto então, o campo ainda é mais inexplorado.. 

O Marketing consiste em dezenas de diferentes linhas de atuação, como marketing de performance, inbound marketing, marketing direto e indireto, marketing de conteúdo, branding, endomarketing, dentre muitos outros.

Por isso, neste artigo, eu gostaria de compartilhar com você essa que ainda é uma das vertentes mais desconhecidas do mercado, cujo foco está em criar a tão desejada competitividade do produto que sua empresa vende. Vamos desbravar o Marketing de Produto?

Afinal, o que é um produto?

Parece algo óbvio, mas muita gente pode se confundir nesta explicação. Nas palavras de Philip Kotler, um dos maiores estudiosos de Marketing de todos os tempos, produto é “qualquer coisa que possa ser oferecida a um mercado para atenção, aquisição, uso ou consumo, e que possa satisfazer um desejo ou necessidade”. Portanto, o produto é, basicamente, aquilo que você tem a oferecer e que seu cliente está disposto a pagar algo por ele. 

O Produto é o primeiro componente do Composto Mercadológico, também conhecido como 4Ps de Marketing. Os outros três itens são Preço (o valor monetário do seu produto), Praça (onde seu produto é oferecido) e Promoção (como seu produto é ofertado, divulgado, promovido).

Agora que você já conhece o significado de Produto, vamos à pergunta inicial.

O que é Marketing de Produto?

É uma vertente do Marketing responsável por criar estratégias de posicionamento, precificação e oferta do produto, ressaltando seus melhores atributos para os públicos mais adequados.

Dentro das empresas, o profissional de Marketing de Produto é aquele que transita entre todas as áreas, conectando-as de forma que garanta que o denominador comum do que é importante para o cliente, chegue até ele. 

Isso inclui atividades como:

  • Estratégias de lançamentos;
  • Pesquisas de mercado e concorrência;
  • Definição de diferenciais competitivos;
  • Precificação;
  • Materiais de suporte a times internos (como o time de vendas);
  • Análises de comportamento de clientes/usuários;
  • Insumos para definição de funcionalidades e ofertas.

De forma resumida, podemos dizer que o objetivo do Marketing de Produto é conectar a pessoa certa ao produto certo. 

Então, qual é a importância do Marketing de Produto?

O Marketing de Produto traz à tona questionamentos essenciais, mas que muitas vezes são deixados de lado nas rotinas atribuladas das empresas, como:

  • Estou cobrando corretamente? Meu modelo de precificação é atrativo para o cliente e rentável para minha empresa?
  • Estou oferecendo o produto para as pessoas certas? Tenho a correta definição de quem é o público ideal para ofertá-lo?
  • Meu produto é atrativo? Ele resolve as dores e problemas do meu cliente? Ou só resolve questões internas da minha empresa?
  • Tenho uma visão de evolução do meu produto?
  • Meu produto/funcionalidade está pronto ou maduro o suficiente para ser lançado?
  • Estou acompanhando as mudanças de mercado e adequando meu produto na velocidade necessária?
  • Todos os meus times internos têm o devido conhecimento dos atributos e posicionamento do meu produto? Todos estão alinhados sobre os objetivos da empresa? 

Estes questionamentos e objetivos do Marketing de Produto, se bem aplicados, podem fazer toda a diferença para um bom posicionamento da sua empresa, tanto no mercado, quanto na preferência do seu público.

Gostou deste conteúdo sobre Marketing de Produto? Então clique no banner e baixe agora nosso kit com dicas de como fazer um Planejamento de Marketing completo e ajudar a alavancar as vendas na sua empresa! Banner planejamento marketing

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos você também.