Aos dentistas que buscam saber mais sobre como abrir uma clínica odontológica, mas não imaginam como isso pode ser possível, temos algumas dicas essenciais para um bom planejamento financeiro, que vão ajudar na abertura e no sucesso da sua clínica odontológica.

Existem diversos fatores que podem interferir no planejamento financeiro de uma clínica odontológica como, por exemplo, a variedade de procedimentos, facilidades de pagamentos, levantamentos de custos e outros pontos, que são cruciais para estabelecer um capital e uma administração correta.

Após a formação, chega a hora que muitos dentistas esperam, que á abertura da sua própria clínica odontológica, mas, ao mesmo tempo, não sabem quais os processos necessários para a administração do negócio. Antes de tudo, é preciso fazer um estudo sobre alguns pontos, são eles:

  • Ameaças para o faturamento (Concorrência);
  • Oportunidade de crescimento;
  • Público-alvo;
  • Investimento;
  • Previsão de lucratividade mensal;
  • Custos fixos.

Ao compreender um pouco mais sobre os pontos acima, de modo a aprender sobre como abrir uma clínica odontológica, é possível estabelecer um planejamento financeiro estruturado, que tenha como passo inicial, pesquisar as oportunidades de crescimento.

Para isso, é fundamental definir um público-alvo e entender melhor como ele se comporta.
Após ter o público-alvo definido, é muito importante estudar sobre a localização do empreendimento, podendo assim, atender aos pacientes de uma forma mais assertiva. Todos esses fatores, tendem a contribuir para a estrutura de um bom planejamento financeiro.

Outra ação a ser empregada para saber como abrir uma clínica odontológica, é estudar o número de profissionais próximos ao local do consultório, quais suas especialidades e suas áreas de atendimento, adquirindo métodos estratégicos de atendimento, de acordo com a necessidade do segmento odontológico.

Muitos profissionais podem se perguntar: quais influências esses fatores têm sobre o planejamento financeiro? A realidade, é que são essenciais para definir as chances de sucesso financeiro de uma clínica odontológica, pois é fundamental que esses pontos estejam bem estabelecidos.

Se engana quem pensa que as finanças de uma clínica odontológica se resume apenas em números, pelo contrário, é necessário pensar no negócio de forma integral. Um bom planejamento financeiro deve abranger diversos fatores para que seja realista e eficiente, pensando na rotina da clínica e nas estratégias de administração que serão adotadas.

Então, por onde começar?

Se a sua dúvida é como abrir uma clínica odontológica, saiba que é fundamental conhecer o mercado como, por exemplo, a região que irá atuar. Existem algumas estratégias que podem ajudar a definir alguns pontos e fazer com que a abertura da clínica seja cada vez mais viável.

Estabelecer o domínio gerencial do negócio, faz com que o profissional passe mais credibilidade aos seus pacientes e, para isso, é necessário buscar um aperfeiçoamento constante de todas as suas habilidades técnicas e gerenciais.

Antes de pensar em como abrir uma clínica odontológica, é importante conhecer sobre as técnicas de gestão de uma clínica odontológica, afinal, para manter os investimentos e a lucratividade a longo prazo, é necessário conhecer as estratégias do mercado.

É necessário ter um capital inicial para investir em sua clínica e, por isso, é fundamental conhecer as tecnologias, equipamentos, materiais necessários e todos os outros custos que englobam uma clínica. Veja a seguir alguns dos investimentos necessários:

  • Materiais odontológicos;
  • Custos fixos: consumo de água e energia elétrica, funcionários e etc;
  • Equipamentos;
  • Mobília e entre outros.

É necessário ter em mente que, inicialmente, os custos serão maiores que a lucratividade e, por isso, o controle financeiro é extremamente importante para direcionar o investimento da forma correta, especialmente, durante o período em que o investimento é maior que o lucro.

Agora é o momento de crescer!

Ao investir para abrir uma clínica odontológica, é preciso saber se a estrutura física comporta todos os serviços que serão oferecidos e se tem capacidade para atender uma determinada quantidade de pacientes.

Portanto, calcule todos os custos antes de abrir sua clínica odontológica, pois é importante ter todos os valores mapeados e todas as necessidades supridas, de modo que, o profissional consiga realizar os procedimentos com qualidade e com um investimento que caiba dentro do orçamento.

Pensando em facilitar, separamos algumas dicas incríveis, que vão te ajudar na elaboração de um bom planejamento financeiro e, se forem seguidas, certamente o profissional terá muito sucesso ao abrir uma clínica odontológica. Conheça algumas dicas:

  • Contrate um software para mapear despesas;
  • Estabeleça um capital de giro;
  • Controle do investimento com materiais;
  • Procure parcerias;
  • Estratégias para aumentar as vendas

Além dessas dicas, buscar conhecer mais sobre saúde financeira da sua clínica odontológica é fundamental para o crescimento e evolução do negócio no mercado odontológico. Administrar uma clínica nem sempre é uma tarefa simples e, por isso, muitos dentistas ainda precisam reforçar a estrutura do seu planejamento financeiro.

Coloque em prática

Após todo o levantamento, é necessário colocar em prática, então, vamos lá! O planejamento financeiro é uma visão ampla do negócio e, por isso, não é aconselhável que esse procedimento seja desenvolvido no papel. Com o avanço da tecnologia, o ideal é que o controle das finanças seja realizado com a ajuda de ferramentas específicas que vão ajudar o profissional.

É indicado para o dentista que visa abrir uma clínica odontológica buscar uma especialização em gestão de finanças, porém muitos preferem contratar sistemas de gestão ou consultorias que ajudam na prática, a melhorar a administração dos seus consultórios.

Outra forma, é colocar todas as informações em planilhas. Existem muitas fórmulas e métodos de organização que podem ajudar o dentista na organização da sua clínica e na obtenção de um levantamento financeiro bem estruturado.

Sempre que o dentista pensa em empreender no seu próprio negócio, é necessário que pense também, no investimento necessário e na previsão de lucro que obterá, pois é fundamental que as oportunidades de crescimento sejam maiores que o investimento feito para a abertura da clínica.

Para como abrir uma clínica odontológica ou fazer uma boa gestão, é necessário que o dentista busque adquirir mais conhecimento sobre o mercado e, dessa forma, ter uma boa estrutura com um planejamento financeiro consolidado.

Mantenha seu planejamento atualizado

Após o cumprimento das etapas mencionadas como, o levantamento, mapeamento e controle, é necessário manter as informações atualizadas, pois o planejamento financeiro pode ser alterado a qualquer momento, isso porque, existem muitos outros fatores que podem influenciar como: impostos, reposição de materiais, consumo de água e energia elétrica e entre outros.

Além de levantar todos os dados, é necessário definir uma base que comporte todas as informações, seja uma planilha ou um sistema de controle, o importante é que o dentista conte com essas ferramentas para ajudar na administração da sua clínica, para aumentar as chances de sucesso do seu negócio através de um planejamento financeiro eficiente.

Clínica Ideal
Conheça os canais do Clínica Ideal: Site, Facebook, Instagram e Youtube.

Produtora de Conteúdo do Clínica Ideal
Naymara Ribeiro