Ter uma boa gestão de pagamentos e recebimentos é um dos principais fatores de sucesso de uma empresa. É importante ter um acompanhamento de todo fluxo de caixa, contas a pagar, de todo dinheiro que entra e todo dinheiro que sai da sua empresa.

Mas, é comum que empresário se percam neste fluxo, principalmente, nos primeiros meses de funcionamento da empresa ou em momentos de crise. Por isso, vou abordar com mais detalhes este assunto ao longo do texto para que você encontre o modelo de gestão ideal para o seu negócio.

O que é uma gestão de pagamentos e recebimentos?

Como citei acima, é preciso entender tudo o que sua empresa tem a receber e quais os gastos mensais. Despesa com funcionários, aluguel, luz, reposição de estoque, entrega, marketing e muito mais.

Ao final do mês, a conta precisa fechar. Para obter lucro, o que você recebeu precisa ser maior do que você gastou. Por isso, ter uma visibilidade de tudo e investir em uma boa gestão são essenciais para que seu negócio não vá a falência.

Qual a importância de uma gestão de pagamentos e recebimentos?

Ninguém abre um negócio com a expectativa de falir, certo? Por isso, investir em uma boa gestão de pagamentos e recebimentos é de extrema importância para a saúde da sua empresa.

Quando você realiza essa gestão da forma correta, é possível planejar as próximas etapas do seu negócio, além de ter uma previsibilidade maior da sua receita. E entender quais são os próximos passos de investimento ou onde é necessário economizar.

Além de ser essencial para o empresário, a boa gestão de recebimentos e pagamentos de uma empresa também é vantagem para seus clientes e funcionários. Vou te explicar melhor o porquê.

Ao realizar uma gestão da forma correta, seus funcionários sempre receberão em dia, além do fato do seu RH poder criar um plano de carreiras consistente, com faixas salariais bem definidas, diminuindo, inclusive, a rotatividade de funcionários e atraindo grandes talentos. Afinal, você possui uma previsibilidade de caixa e sabe o quanto pode investir em folha.

Já para seu cliente, é possível oferecer promoções com maior frequência, sem impactar negativamente no caixa. Ou seja, ainda é possível fidelizar os clientes com a estratégia de uma boa gestão financeira.

Como ter uma boa gestão de pagamentos e recebimentos

Separei 4 dicas essenciais para quem quer fazer uma boa gestão financeira, mas ainda encontra dificuldades. Confira abaixo.

Organize os documentos

O primeiro passo para ter uma boa gestão de pagamentos e recebimentos é organizar toda documentação. Notas fiscais, faturas, comprovantes, o que vence primeiro para que fique mais fácil o processo do dia a dia.

É preciso deixar tudo organizado para que não aconteça atrasos ou confusões na hora de pagar e receber.

Crie uma rotina para você ou seu time

A pessoa ou equipe responsável por gerenciar toda essa parte de pagamentos e recebimentos precisa ter uma rotina estabelecida. Assim, não há risco de algo ser esquecido ou perdido.

Além do mais, é preciso de segurança e confiança quando o assunto é dinheiro, minimizar os riscos e os problemas que podem acontecer durante o processo é essencial.

Padronize as informações bancárias

É normal trabalhar com diversas instituições financeiras, afinal, cada uma oferece vantagens diferentes. Mas, quando estamos falando de pagamentos e recebimentos, é preciso padronizar as informações.

Lidar com o menor número de senhas e ainda ter uma visualização completa do saldo e extrato bancário são essenciais para uma boa gestão.

Automatize processos

Além de uma boa equipe, é preciso automatizar processos. Isso ajuda a mitigar riscos de erro humano e otimizar o tempo dos seus funcionários em outras tarefas.

Por exemplo, quando você contrata uma plataforma online de gestão de pagamentos, é possível gerar faturas, realizar cobranças, controlar a inadimplência e gerenciar todo seu financeiro em um único lugar.

Bônus: gestão de pagamentos recorrentes

O modelo de negócios recorrente já está mais do que consolidado no mercado. Vemos grandes empresas já nascendo nesse tipo de economia, chamada economia do acesso, como Netflix e Spotify. Além de outras gigantes que estão migrando para a cobrança recorrente.

Basicamente, empresas que adotam este modelo, cobram seus clientes via assinatura, sem utilizar o limite disponível no cartão. Exemplo: SaaS, escolas, academias, clubes de assinatura, serviços de streaming, entre outros.

Para realizar a gestão, é mais do que necessário automatizar processos e contar com uma plataforma de gestão de pagamentos. Ao utilizar este recurso, é possível:

  • Disponibilizar mais métodos de pagamento para o seu cliente, como cartão e boleto;
  • Gerenciar os inadimplentes e cobrá-los de forma fácil e automatizada;
  • Emitir faturas em poucos segundos;
  • Extrair relatórios que te ajudam a acompanhar métricas importantes como MRR, ARR, ticket médio, LTV, CAC, churn, entre outros.

Tudo isso, em um único lugar, facilitando a gestão de cobrança dos planos que você disponibiliza para seus clientes.

A Vindi possui uma plataforma completa de gestão, se você deseja saber mais como podemos ajudar a sua empresa, entre em contato com um de nossos consultores.

banner-para-contato-comercial-na-Vindi