Se você tem uma empresa, provavelmente já ouviu falar sobre o que é break even, mas também pode ser que você tenha muitas dúvidas sobre esse assunto, que na verdade é o sonho de todo empreendedor.

Atingir o break even dentro do seu negócio significa que provavelmente essa empresa está pronta para ter novos passos e investimentos. 

Portanto, neste artigo nós falaremos tudo sobre o assunto, além de darmos dicas sobre como ter uma empresa mais sustentável.

O que é Break Even?

Break even é um conceito financeiro que indica o ponto de equilíbrio de um negócio, onde não há dívidas e nem lucros. 

Basicamente, é o ponto de equilíbrio perfeito, uma métrica que diz que a sua empresa não está gastando mais do que ganhando.

A partir do break even, é possível pensar em investimentos, estratégias mais ousadas e agressivas no mercado, novas contratações e tudo o que gira em torno da expansão daquela empresa.

Dessa forma, acompanhar essa métrica é fundamental, porque é ela que vai mostrar que o negócio está saudável financeiramente e todas as despesas estão sendo pagas.

Por isso, ela também precisa ser um norte. De início, pode ser que não ter lucro não seja uma coisa tão boa quanto parece, mas veremos com detalhes como o break even é tão importante quanto.

Por que entender o Break Even da minha empresa?

Quando uma empresa nasce, significa que houve um investimento inicial nela e, nos próximos meses, esse investimento inicial precisa retornar. 

Até lá, pode ser que a empresa passe por alguns percalços, e o break even é o grande sinal de que está dando tudo certo. 

Se você tem R$ 100 mil de despesas mensais, mas seus clientes trazem R$ 100 mil de faturamento todos os meses, significa que a sua empresa não tem lucros e nem dívidas. Você chegou ao break even!

Parece simples, mas encontrar esse equilíbrio não é uma tarefa fácil e depende de várias outras métricas importantes. 

Além disso, quando você conhece bem o seu faturamento, sabe qual o máximo saudável para gastar sem ter prejuízos e, se tiver, tem consciência de tudo o que está acontecendo.

Como calcular o Break Even?

Em primeiro lugar, precisamos destacar que o break even pode representar algo muito positivo, como falamos até agora, mas também pode ter um sinal de alerta para a empresa.

Da mesma forma que ele representa um movimento de crescimento e de expansão para um negócio, também é possível que uma empresa que tenha muito lucro comece a cair em faturamento, até atingir o break even e entrar em crise. 

Por isso, a análise do cenário depende muito do seu ponto de partida ao calcular. Se o break even é positivo ou não para a sua empresa, só você pode dizer.

Para calcular o break even, você precisa primeiro eliminar todos os gastos que não são relacionados com entradas e saídas do caixa. Entram nessa lista amortizações, depreciações e provisões que reduzem o lucro contábil, por exemplo.

Com esse resultado em mãos, você já pode utilizar a fórmula do break even.

PEF = (gastos fixos – gastos não desembolsáveis) / margem de contribuição

Cálculo de Break Even na prática

Para ilustrar esse cálculo, vamos imaginar que você tenha um pet shop, e o carro-chefe são os banhos agendados, que custam ao cliente o valor de R$ 25,00. 

Cada banho tem o custo fixo, para a sua empresa, de R$ 15,00. Isso significa que a margem de cada banho é de R$ 10,00.

Agora, também é necessário precificar outros gastos fixos, como os que você tem ali dentro do pet shop. 

Na lista, você chegou a um custo fixo anual de R$ 30.000,00, considerando que R$ 2.000,00 estão relacionados com a depreciação dos seus equipamentos.

PEF – (30.000 – 2.000)/10 = 2.800

Com esse resultado, você sabe que precisa vender 2.800 banhos ao longo de um ano para atingir o break-even. Se o total de banhos for de 3.000, você lucrou!

Da mesma forma, se quiser entender como esse valor funciona em números reais, basta multiplicar o valor de um banho pela quantidade de banhos que devem ser oferecidos:

2.800 x 25 = R$ 70.000,00

Ao longo de um ano, seu faturamento precisa ser de R$ 70.000,00 para atingir o ponto de equilíbrio financeiro.

Como ter uma empresa financeiramente sustentável?

Esse é um dos maiores desafios para uma empresa. Manter o equilíbrio não é uma tarefa simples, mas com muito planejamento e decisões estruturadas, é possível não só ter um break even, mas também lucrar e expandir.

Por isso, aposte nessas dicas para que seu negócio cresça em faturamento de forma sustentável!

Reduza o CAC o quanto puder

Reduzir o Custo de Aquisição de Clientes (CAC) significa que você está pagando menos para que cada cliente chegue até você.

Por isso, enxugar essa parte do processo de aquisição pode te dar mais fôlego de faturamento nos passos seguintes. Mas, cuidado! Lembre-se que é preciso manter a qualidade nessa parte tão importante do negócio.

Seu LTV precisa ser maior que o CAC 

O Lifetime Value (Tempo de vida do cliente) está ligado ao faturamento que aquele cliente traz à empresa durante o tempo de relacionamento. Enquanto o CAC é um indicador de aquisição, o LTV é de retenção.

Dessa forma, quanto menor for o CAC e maior o LTV, mais faturamento você tem. Um vem de encontro ao outro, e analisar essas métricas em conjunto pode ajudar sua empresa a manter a saúde financeira.

Tenha uma estrela-guia ligada a crescimento

Se a sua north-star metric está ligada a visibilidade no mercado, autoridade e outros fatores, sua estratégia também estará focada nisso. 

Portanto, invista em deixar o seu norte ligado a faturamento e crescimento. Isso não significa que você precise deixar todo o resto de lado, até porque os times e processos estão ligados uns aos outros. 

Você pode ter pequenas OKR’s que respondam a outras necessidades do negócio, mas que potencializam a estrela-guia maior.

Estabeleça métricas reais

Não adianta dizer que você quer ter milhões de faturamento logo no primeiro mês de negócio. 

Esse é um exemplo óbvio, mas existem métricas agressivas que ultrapassam a ousadia e precisam ser avaliadas novamente. Suas métricas precisam de respaldo e coerência. 

Se você quer um crescimento mais exponencial em um curto período de tempo, leia nosso artigo sobre T2D3 e The Climb.

Visite os processos dos seus times com frequência

Processos mudam, times se realizam e pessoas são dinâmicas dentro de uma organização. Quanto mais rápido você entender isso, mais rápido será a implementação de visitas constantes a processos, com o objetivo de alinhá-los e eliminar erros.

Não tenha medo de mudar. Tenha medo de ficar estagnado e não se reinventar nunca! Mudanças são necessárias para quem quer crescer.

Pare de perder tempo e dinheiro internalizando o billing

Um dos maiores erros de uma empresa é querer manter o billing dentro de casa. Quando seu sistema de cobranças está com o seu time financeiro, você pode perder até 30 horas mensais só com faturamento, conciliação e cobrança. 

Isso se você tiver até 1.000 clientes, porque se esse número aumentar, o desperdício é ainda maior. Deixar esse processo dentro de casa é uma loucura, porque além do dinheiro perdido, o processo também não é sustentável.

Por isso, se você quer crescer e otimizar seus processos, deixar que um especialista cuide do seu billing é a melhor decisão que você pode tomar.

Com a Vindi, você não precisa mais se preocupar com billing. Você tem liberdade para manter o foco no crescimento do seu negócio, enquanto nós automatizamos toda a sua gestão de pagamentos e de cobrança. 

Além disso, nós garantimos que você receba seu dinheiro todos os meses com segurança e agilidade, te ajudamos a reduzir a inadimplência e a conquistar seu ponto de equilíbrio financeiro.

Portanto, se você gostou deste artigo sobre o que é break even e quer saber como nós podemos te ajudar neste processo, clique no banner abaixo e fale com a gente!

 

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos você também.