A taxa de aprovação é uma métrica que deve ser acompanhada de perto na gestão financeira de um negócio de vendas online – afinal, a conversão é o grande objetivo de um comércio e ninguém espera perder uma venda porque o cliente não conseguiu pagar. Mas uma situação dessas faz parte da rotina de um e-commerce, e a boa notícia é que dá para reduzir esse problema.

Pensando nisso, preparamos esse artigo com tudo o que você precisa saber sobre taxa de aprovação: o que é, como calcular e ações que podem aumentar essa métrica. Siga lendo e melhore seus resultados! 

O que é taxa de aprovação?

Taxa de aprovação é a métrica que aponta o percentual de vendas que tiveram o pagamento do cliente aprovado e efetivado em relação ao total. Ela exclui os casos em que os clientes compraram o produto, mas não conseguiram pagar.

As principais razões para a recusa de um pagamento são:

  • Erro de digitação no preenchimento do número do cartão de crédito
  • Falta de pagamento na fatura do cartão de crédito
  • Falta de saldo na conta bancária após pagamento com cartão de débito
  • Boleto não pago
  • Suspeita de fraude por um sistema automatizado.

Alguns sistemas de pagamento na internet têm protocolos rígidos em relação à segurança da transação, o que pode reduzir a taxa de aprovação. Porém, um sistema com baixa eficácia pode causar problemas como:

  • Falso positivo: situações em que um pagamento feito normalmente é barrado por suspeita de fraude
  • Falso negativo: quando pedidos feitos por criminosos são considerados normais.

Portanto, seu negócio precisa de um bom gateway de pagamento para ter uma taxa de aprovação alta com segurança.

Como calcular a taxa de aprovação?

Em resumo, a taxa de aprovação é o resultado de uma divisão do número de compras com o pagamento efetivado pelo total de pedidos do e-commerce. No entanto, para ter uma visão ideal desta taxa, é preciso calcular seu percentual (ou seja: entre 100 pedidos, quantos são efetivamente pagos?).

Para responder a essa pergunta, é preciso fazer uma regra de três, aplicando a seguinte fórmula:

  • Taxa de aprovação = (vendas pagas x 100) / total de pedidos.

É importante ressaltar que esses dados devem ser referentes ao mesmo período.

Para ficar mais claro, vamos imaginar que um estabelecimento fez 50 vendas em novembro de 2022, mas apenas 33 delas tiveram o pagamento efetivado. Aplicando a fórmula, temos:

  • Taxa de aprovação = (33 x 100) / 50 = 3.300/50 = 66.

Portanto, neste caso temos uma taxa de aprovação de 66% – ou seja, a cada 100 compras, 66 foram efetivadas.

Qual a diferença entre taxa de aprovação e taxa de conversão?

A taxa de conversão é uma métrica criada para avaliar o percentual de pessoas que passaram de uma etapa da jornada de compra para a seguinte. Embora este seja um conceito amplo, a taxa de conversão de um e-commerce costuma ser o resultado da divisão do número de vendas pelo total de visitantes do site.

Para calcular, também é preciso fazer uma regra de três, mas considerando o total de vendas pelas visitas. Neste caso, existe uma diferença essencial em relação à taxa de aprovação: o número de vendas considerado engloba todas elas, incluindo casos em que o pagamento não foi aprovado.

Ou seja, basta o cliente fazer o checkout para entrar na estatística de conversão.

Como aumentar a taxa de aprovação?

Acompanhar a taxa de aprovação é importante para avaliar que medidas devem ser tomadas para aumentar esta métrica. Se você identificar essa necessidade no seu negócio, confira essas dicas:

  • Mantenha seu site atualizado: um site defasado pode apresentar erros e lentidão que podem atrapalhar a cobrança e interferir na análise do pagamento, causando falsos positivos
  • Garanta um checkout transparente: quando o usuário se depara com processos de checkout complicados, pode se atrapalhar e errar o preenchimento de seus dados do cartão
  • Tenha um site otimizado para dispositivos móveis: cada vez mais consumidores compram pelo celular, então uma plataforma deve ser responsiva para garantir um processo fácil e tranquilo, seja qual for o dispositivo usado
  • Use uma boa solução de pagamentos: alguns sistemas menos eficazes usam filtros que barram automaticamente qualquer pedido suspeito sem uma análise detalhada, resultando em falsos positivos
  • Ofereça várias formas de pagamento: assim, você deixa seu cliente à vontade para pagar da forma mais conveniente, reduzindo a chance de erros que podem resultar na reprovação do pagamento.

É importante manter sempre o acompanhamento da sua taxa de aprovação para avaliar se é preciso fazer mudanças como essas.

Aproveite para conhecer o ecossistema completo da Vindi. Fale com nossos especialistas!

Riscos de forçar o aumento de taxa de aprovação

Um dos riscos que mostramos aqui foi o de um falso positivo. Então, o que fazer para garantir que todos os pedidos que não forem fraudulentos sejam aprovados?

Bom, alguns empreendedores desavisados podem decidir abrir mão do seu sistema antifraudes. Assim, a taxa de aprovação seria bem menor, garantindo que não haveria nenhum falso positivo.

Por outro lado, a empresa fica completamente vulnerável a fraudes, e isso pode culminar em bastante prejuízo com chargeback. Segundo o Mapa da Fraude da ClearSale, apenas no primeiro semestre de 2022, o Brasil registrou mais de 2,8 milhões de tentativas de fraude, somando um valor superior a R$ 2,9 milhões. Então por que correr esse risco? 

O ideal para um negócio é contar com uma plataforma de pagamento que tenha um sistema antifraudes robusto, porém conte também com funcionalidades para reverter um pagamento reprovado – como, por exemplo, uma plataforma de pagamentos multiadquirente, que permite a conexão com mais de uma adquirente para processar transações via cartão (como em um estabelecimento físico, em que há a “troca de maquininha”). 

Em resumo, para ter sucesso, um empreendedor de e-commerce deve acompanhar as métricas importantes e buscar um equilíbrio para ter uma boa taxa de aprovação, mas com segurança. Para isso, conhecimento é fundamental.

Se você quiser saber mais sobre esse assunto, faça o download do nosso e-book de estratégia de meios de pagamento.

Descubra tudo sobre meios de pagamento - ebook completo

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar.
Aceitar consulte Mais informação Aceitar Leia mais

Política de privacidade e cookies