A Economia da Recorrência gera inúmeros benefícios e possui diversas formas de aplicação da sua lógica. Na prática, qualquer serviço com pagamentos mensais, trimestrais, semanais, anuais ou até diários, utiliza o modelo de pagamentos recorrentes.

Mas, como fazer a cobrança recorrente aos clientes da sua empresa? É o que falaremos hoje!

Antes, veja alguns exemplos de cobranças naturalmente recorrentes, ou seja, que já têm essa característica intrínseca ao seu modo de funcionamento:

  • Mensalidades: escolas, academias de ginástica, cursos (online e presenciais), estacionamentos, doações;
  • Planos: seguros, planos de saúde e odontológico, plano veterinário e etc;
  • Assinaturas: revistas, jornais, plataformas de streaming, clubes de assinaturas de produtos de nicho;
  • Contratos de serviços: softwares, consultorias, clínicas de estética, advogados, dentre outros.

Portanto, negócios baseados em assinaturas, planos, contratos ou mensalidades já operam por cobrança recorrente, também conhecida como “venda recorrente”, dentre outros termos sinônimos.

Entenda mais sobre o que é cobrança recorrente no nosso vídeo especial sobre o assunto:

Quais são as vantagens do modelo de cobrança recorrente?

A maioria das empresas que usam a cobrança recorrente, como vimos, são as que oferecem produtos ou serviços contínuos ao cliente. São entregas ou prestações de serviços que duram por um certo período de tempo. 

Essa forma de vender possibilita um relacionamento duradouro com o cliente. E ela tem por padrão a continuidade do fornecimento do produto, serviço ou acesso.

E, para que o cliente não precise pagar à vista o valor total de produtos ou serviços que serão entregues ao longo de um período – muitas vezes, são meses ou anos –, a cobrança recorrente é uma forma de gerar uma cadência conveniente de pagamentos.

Tal frequência é informada pela empresa ao cliente no momento do contrato ou da assinatura, seja ela mensal, trimestral e etc.

Além desse ponto, é importante entender que a cobrança recorrente se diferencia de uma venda parcelada. Isso porque a venda parcelada corresponde a uma venda única, paga em prestações pelo cliente. Enquanto que a cobrança recorrente é uma contratação atrelada a entregas e renovações periódicas.

Por exemplo, no caso dos clubes de assinaturas – expoentes do modelo de cobrança recorrente –, o cliente paga um valor, mensalmente, e recebe, todo mês, uma caixa de produtos selecionados para seu perfil. Ou seja, ele está pagando e ainda recebendo algo, ao contrário de uma compra de um produto único parcelada no cartão de crédito.

Em alguns casos, a venda parcelada pode também comprometer o limite do cartão do cliente com o valor total da venda, o que não ocorre com a recorrência.

Em suma, as empresas usam a cobrança recorrente porque o modelo é exigido pelo formato da atividade comercial que prestam. E, adicionalmente, ela oferece vantagens e praticidade tanto para quem vende quanto para quem compra dessa forma. Mas como executá-la, na prática? Entenda a seguir.

Por que automatizar a cobrança recorrente da minha empresa com a Vindi?

A cobrança recorrente acontece a partir do momento em que determinado cliente paga com periodicidade uma mesma empresa. Tal cobrança pode ser manual ou automatizada, a depender do nível de desenvolvimento do negócio. 

Imagine que, por exemplo, você, como cliente de uma academia, precisasse, todo mês, sacar dinheiro para pagar sua mensalidade, ou mesmo, a cada vencimento, ter que passar no balcão da academia para passar o cartão. É possível? Sim. Porém, nesse ponto, é importante pensar não só individualmente, mas, sim, na cobrança de centenas ou até milhares de alunos ou clientes.

Assim, a cobrança manual torna-se, muitas vezes, impraticável para o alunos e funcionários, além de nada escalável para a academia. O aluno poderia até mesmo esquecer uma vez ou outra de pagar, ou não estar presente no dia do vencimento. Quem nunca passou por isso?

Dessa forma, a partir do momento em que se pensa em crescimento de grandes negócios, entra a necessidade de usar uma ferramenta de automação de cobranças

Essa ferramenta, sobretudo, tem o papel de gerar as cobranças automáticas e permitir maior controle de inadimplência. Ou seja, ela deve disponibilizar recursos para visualização de pagamentos pendentes e funcionalidades de recuperação de inadimplência.

Assim, de forma geral, podemos afirmar que todas as empresas que precisam de escalabilidade, controle financeiro, redução de inadimplência e mais tecnologia para cobranças inteligentes, devem usar a automação oferecida por uma plataforma de cobrança recorrente.

Como usar a cobrança recorrente da Vindi no meu negócio?

Para operar um negócio com cobrança recorrente, você precisa, em primeiro lugar, executar uma atividade comercial que se configure como recorrente. No começo deste post, listamos as principais delas, e aqui você confere mais alguns exemplos de negócios que podem aproveitar a economia da recorrência.

Com esse ponto bem resolvido, o segundo passo é contratar uma plataforma de cobranças recorrentes, como a Vindi.

Nesse sistema, você deverá definir a frequência das cobranças e o que o cliente estará adquirindo a partir delas. Além disso, você pode elaborar diferentes faixas de valores de planos, mensalidades ou assinaturas, relativas a diferentes níveis ou quantidade de produtos ou serviços.

Depois dessas informações básicas, você planejará:

  • Os meios de pagamento que irá aceitar;
  • Por qual meio enviará as cobranças aos clientes;
  • Políticas de descontos, multas, juros e cancelamentos;
  • Como ter uma visão estratégica das principais métricas das suas vendas, para guiar ações comerciais.

Deu para perceber que, para ter eficiência em todos esses pontos, não dá pra contar só com uma planilha do excel, né? Então, vamos te apresentar como fazer isso de forma simples e rápida na plataforma de cobrança da Vindi.

Mas, antes, que tal fazer um diagnóstico financeiro do seu negócio, totalmente gratuito? É só clicar no banner e realizar o nosso questionário interativo!

Agora, vamos ao passo a passo da criação de uma cobrança recorrente na plataforma da Vindi!

1. Crie um produto

Na página de configurações, dentro da plataforma Vindi, nossos usuários têm acesso a todas as ferramentas necessárias para fazer uma venda. 

Um primeiro passo é criar o seu produto. Ele não necessariamente é algo material, pois a função da categoria “produto” na plataforma é definir qual valor será cobrado em um plano. Assim, cada variação de valor representa um produto específico. 

Por exemplo, um clube de assinaturas de vinho pode ter um produto “Box vinho tinto 750ml” e outro “Box vinho branco 750ml”.

Já uma escola de inglês pode ter produtos como “Mensalidade das aulas”, “Taxa de matrícula”, “Aula extra particular”, etc.

Você pode dar o nome que quiser a esses produtos e identificá-los na venda. Nessa etapa, você também irá configurar o modelo de precificação e o valor que será cobrado para cada produto. 

A plataforma Vindi suporta 5 configurações diferentes de cálculo para precificar produtos, envolvendo preços fixos e variáveis.

2. Crie um plano

O item “Plano” define com que frequência suas assinaturas serão vendidas, renovadas e faturadas. Por exemplo, uma academia pode possuir um “Plano Mensal” que é renovado automaticamente todo mês. 

Nesse momento, então, você definirá a periodicidade e o ciclo que o sistema deverá seguir para realizar a cobrança recorrente, como, por exemplo, cobrar a cada 1 mês por 12 vezes.

Você também poderá configurar nessa etapa as datas ou janelas que o cliente será cobrado. Por exemplo, em caso de pagamento via boleto, esta data significa quando o seu cliente receberá o boleto, e, no caso do cartão, quando o sistema irá realizar a cobrança no cartão.

3. Cadastre seus clientes

Neste passo, você irá inserir os dados do seu cliente.  Aqui não entra nenhum dado bancário, somente informações básicas. Você pode ir cadastrando-os aos poucos e conforme as vendas forem ocorrendo. 

Cadastre informações como nome, e-mail, endereço e número do documento do cliente.

Futuramente, com suas vendas em operação, nessa área de clientes, você poderá visualizar também qual o status de cada cliente: ativo, inativo, inadimplente e etc.

Depois desse passo, você poderá gerar um Perfil de Pagamento para o cliente na plataforma, e informar os dados de cartão ou, ainda, emitir boletos bancários para ele. 

4. Venda mais e sempre!

Após esses passos realizados, quando você vender uma assinatura, apenas precisará seguir esses passos e atribuir ao cliente:

  • Data de início da assinatura;
  • Método de pagamento que você cadastrou com ele;
  • Qual o plano escolhido.

E pronto! Venda feita. A plataforma irá seguir as configurações de frequência, datas e meio de pagamento para realizar as cobranças recorrentes ao cliente, até o final do ciclo contratado. As cobranças serão lançadas na fatura do cartão dele, a cada período. Ou, no caso do boleto, serão enviados periodicamente para o e-mail já cadastrado no perfil. Muito prático, né?

O que mais encontro na plataforma de cobrança recorrente da Vindi?

A Vindi tem a missão de ajudar os negócios não só a enviarem cobranças, mas também terem maior controle sobre os recebíveis e recuperarem inadimplência.

Na plataforma, você também contará com relatórios de vendas e com ferramentas extras para recuperar pagamentos não realizados. Conheça algumas delas:

Régua de cobrança

A régua de cobrança se trata de um recurso para estabelecer uma frequência de comunicação automatizada com o cliente sobre as cobranças por boleto. Você pode avisá-lo da aproximação de data de pagamento do boleto ou de um pagamento não realizado, por exemplo. 

As notificações são disponíveis por e-mail ou SMS, e basta estabelecer mensagens padrão e a frequência de envio para que a plataforma automatize isso para você. Pode resultar em muitas horas de trabalho poupadas e recebimentos em dia!

Recuperação de cartões vencidos ou sem limite

Quando o pagamento é por cartão, as cobranças podem ser recusadas quando o cartão cadastrado expira ou quando falta limite no cartão. 

Dessa forma, a plataforma da Vindi tem duas ferramentas que ajudam a atualizar automaticamente dados de cartões reemitidos e fazer retentativas simples de cobrança ao longo dos dias seguintes à recusa do sistema.

Essas ferramentas já recuperaram mais de R$80 milhões em vendas para nossos diversos clientes!

Aproveite a Black Friday da Vindi para contratar a plataforma de pagamentos recorrentes especialista do mercado, com descontos e benefícios imperdíveis!

Solicite sua demonstração gratuita aqui e fale com nossos consultores preparados para te atender!