Passar a trabalhar com a cobrança recorrente, diversificando, assim, as opções de pagamento é uma das melhores maneiras de atrair mais clientes para sua agência de viagens.

Já que, muitas vezes, o consumidor tem o interesse de fechar um pacote. Mas nenhum dos meios de pagamento oferecidos se enquadram em suas necessidades. 

O pior é que, quando isso acontece, a grande chance é que ele acabe procurando o concorrente. Com isso, você perde a chance de venda e fidelização daquele cliente. Vale lembrar que as formas de pagamento oferecidas influenciam diretamente a decisão de compra

É, por isso, que a cobrança recorrente se torna sua aliada. Se o termo é novo para você, não se preocupe. Ao longo desse texto vamos explicar o que é, como funciona e os principais benefícios dessa modalidade de pagamento.recorrência para agência de viagem

O que é cobrança recorrente?

Você já notou que a maioria dos serviços e até produtos que consumimos hoje podem ser pagos no modelo de assinaturas, planos ou mensalidades?

Alguns exemplos que podemos citar são: Netflix para séries e filmes, Spotify para músicas ou clubes de assinatura para produtos. Todas essas opções fazem parte da chamada Economia da Recorrência

Porém, é importante dizer que, mesmo que ela esteja em alta agora, esse formato sempre existiu, mesmo no “mundo offline”. Como exemplo podemos ressaltar o pagamento de academias, conta de luz, água, escolas e universidades. 

Então, percebemos que a cobrança recorrente se caracteriza pelo pagamento contínuo de um mesmo serviço ou produto. Na maioria dos casos, existe um contrato com um período mínimo, podendo, ao seu fim, ser renovado ou não. 

Além disso, a data em que deve acontecer a cobrança e os valores também estão registrados nesse contrato entre a empresa e o cliente.

Como funciona a cobrança recorrente?

Agora que você já entendeu como funciona a cobrança recorrente, deve estar se perguntando: mas como isso funcionaria na prática para minha agência de viagens?

E a resposta é por meio do pagamento recorrente.

Antes de explicarmos melhor o termo acima, vale dizer que a cobrança recorrente também pode ser feita por meio de boleto bancário, débito automático ou mesmo cheque.

Mas o principal diferencial do pagamento recorrente é que ele é automático e pelo cartão de crédito. E é sobre esse modelo que vamos focar nesse texto.

Digamos que um cliente deseja fechar com sua agência de viagens um pacote para Natal, no nordeste do Brasil. Para isso, o custo total da compra ficaria em R$ 4.500 e ele deseja pagar em seis vezes. 

Então, por meio do pagamento recorrente, aconteceria a cobrança automática em seu cartão de crédito de R$ 750 todo mês na data acordada.

Isso significa que depois de cadastrar o cliente, não é necessária mais nenhuma ação tanto da parte da agência como do cliente para o pagamento ser efetuado.agência de viagem

Pagamento recorrente X parcelamento

Provavelmente, depois de ler o exemplo acima, você está pensando: mas isso é o mesmo que parcelamento.

E a resposta é não. O pagamento recorrente não funciona como parcelamento. Vamos explicar melhor.

No parcelamento, o pagamento do valor total é dividido em diversas vezes. Então, mesmo que o serviço ou produto já tenha sido entregue por completo, o cliente vai continuar pagando até completar o valor total e possíveis juros.

Além disso, no parcelamento, o cliente precisa ter, na hora da compra, o valor total disponível no limite do seu cartão. Caso contrário, a venda não será aprovada pela administradora. 

Já no pagamento recorrente não acontece o parcelamento. Ou seja, o valor não é dividido em diversas parcelas. O que ocorre é que, a cada mês, um valor único será debitado automaticamente do cartão; em nosso exemplo acima, o cliente pagaria por seis meses R$ 750.

Além do débito único, outra diferença entre o parcelamento e o pagamento recorrente é que o segundo não toma o limite do cartão. Assim, na hora da compra, o consumidor só precisa ter disponível em seu limite o valor de R$ 750 e não de R$ 4.500. 

E essa diferença ajuda a tornar os pacotes de sua agência de viagens acessíveis para um maior número de pessoas. Já que nem todo mundo dispõe de alto limite ou, em alguns casos, não quer deixá-lo “preso” por um longo período.

Principais benefícios da cobrança recorrente 

A cobrança recorrente oferece diversas vantagens tanto para sua agência de viagens como também para o consumidor. Abaixo listamos as principais, confira:

Economia de tempo

Você deve saber que cobrar manualmente cada cliente toma tempo, além de possibilitar erros de digitação, esquecimentos e outros problemas. 

Ao aderir ao pagamento recorrente, todo o processo passa a ser automático. Com isso, as atividades repetitivas deixam de tomar tempo desnecessário da sua equipe financeira e eles podem focar muito mais em trabalhos estratégicos.

Maior adesão

Pela cobrança recorrente é possível aceitar as mais diferentes bandeiras de cartão do mercado. Essa variedade ajuda a atrair mais compradores. Além disso, sem as taxas típicas do parcelamento, seus pacotes de viagem se tornam muito mais interessantes e econômicos. 

E, é claro, que não podemos esquecer da grande facilidade do pagamento recorrente em não tomar o limite do cartão do cliente. Todas essas vantagens se tornam um diferencial competitivo, deixando sua agência mais atrativa.

Segurança

A cobrança recorrente é segura para sua agência e evita a temida inadimplência. O motivo é que se o cliente deixar de pagar algum débito, ele passa a ter uma pendência com a administradora do cartão e não com você. 

O recebimento do valor fica garantido pela sua agência.

Como você viu nesse texto, diversificar as opções de pagamento podem ajudar a atrair mais clientes para sua agência de viagens. Por meio da cobrança recorrente, o processo de cobrança se torna automático, com isso, você tem um melhor controle financeiro. 

Se você gostou da ideia e quer saber mais, não deixe de entrar em contato com a genteConheça a Vindi

Author

Especialista em Marketing de Conteúdo, escreve há mais de seis anos sobre e-commerce, meios de pagamento, tecnologia e viagens.