PaaS – Payment as a service

Nos últimos anos, o avanço da cloud computing vem dando aos empresários a possibilidade de trabalhar com os mais diversos softwares necessários ao seu negócio de maneira muito mais prática e econômica. Inúmeras empresas já adotam o SaaS (Software as a Service), uma modalidade de serviço na nuvem em que você utiliza um programa e paga apenas uma taxa pelo seu manuseio, sem a aquisição de licenças. E para eliminar os processos de negócio obsoletos e suprir as necessidades dos gestores na hora de fazerem o controle dos pagamentos da empresa, os fornecedores decidiram unir essas duas tecnologias, originando assim o PaaS (Payment as a Service). Vamos conhecer um pouco mais sobre essa tecnologia e como ela pode otimizar a gestão financeira da sua empresa?

Mas afinal, o que é “Payment as a Service”?

O PaaS, ou “pagamento como serviço”, é um serviço que oferece pacotes de hardware, software, gateway e apoio numa única solução integrada de pagamentos, que é entregue através de uma infraestrutura. Sua arquitetura é representada por uma camada, que reside em cima desses sistemas distintos. Com isso, os empresários conseguem utilizar várias opções de pagamento através de uma única interface. O PaaS é uma evolução natural do negócio de pagamentos, que reúne serviços essenciais em componentes que podem ser combinados pelos gestores para gerar o que eles desejam com base em suas necessidades. E da mesma forma que o SaaS, a empresa só paga por aquilo que for processado nas transações comerciais.

Ele é um software ou uma modalidade de serviço?

Quando comparado ao SaaS, o PaaS também pode ser considerado uma modalidade de serviço, já que abstrai os fatores de compatibilidade de hardware, suporte e licenças em sua aquisição. Além disso, ele permite o acesso rápido a inovação, elimina as necessidades de manutenção e pode ser implantado rapidamente. E devido à sua flexibilidade, diferentes colaboradores podem utilizar o sistema ao mesmo tempo e em lugares distintos através da internet, não sendo necessário adquirir servidores ou instalar softwares.

Que benefícios gera para o negócio?

Seja em uma loja física ou virtual, o PaaS pode fornecer aos gestores todas as ferramentas necessárias para o gerenciamento de pagamentos numa única solução. Para os especialistas, essa modalidade é sinônimo de simplicidade, pois é bastante fácil de usar e pode ser acessada através de desktops, smartphones e tablets. Além disso, a organização não precisa se preocupar com a infraestrutura do serviço utilizado e sua atualização e manutenção, já que tudo isso é providenciado pelo próprio provedor do serviço, não havendo a necessidade da contratação de uma equipe de suporte.

Com o pagamento como serviço, todas as empresas varejistas têm a oportunidade de oferecer aos seus clientes uma solução mais simples, que aumenta a segurança dos processos e dá ao responsável uma visão completa das transações realizadas. O PaaS também pode ser adaptado para atender todas as reais necessidades da organização, seja ela de pequeno ou grande porte. Com todas essas funcionalidades, o gestor pode concentrar mais tempo no core business, deixando as tarefas manuais de lado e focando no crescimento de seu negócio.

economia da recorrencia

E você, já está utilizando o pagamento como serviço em sua empresa? Que benefícios ele gerou para os negócios? Conte para a gente nos comentários!

A Equipe de redação Vindi é formada pela área de sucesso do cliente, marketing, financeira e vendas. Todo mundo contribui para que você fique informado sobre tudo em assinaturas, pagamento on-line e Saas.

Você vai gostar também

Perfis de acesso – usuários da plataforma Publicamos no mês passado, uma das funcionalidades mais desejadas por nossos milhares de clientes: perfil de acesso por usuário. Agora, sua empresa...
3 Formas de perder dinheiro no e-commerce (e como ... O mundo dos pagamentos online tem muitas especificidades que, se não monitoradas de perto e com cuidado, podem gerar prejuízos para o seu e-commerce. ...
Febraban quer melhorar experiência de clientes com... O boleto é a segunda opção de pagamento mais usada no Brasil, ficando atrás apenas do uso do cartão, que há anos vem sendo o formato que mais cresce. ...
Fintechs que substituem os serviços bancários Disrupção, do dicionário, é o mesmo que “interrupção do curso normal de um processo”. Exatamente aquilo que as Fintechs estão fazendo: alterando todo ...