Ao <!–c505218304b50c59c3659f6dda43bae7-links-0–>, o que todo mundo espera é se destacar na internet e aumentar os lucros e desenvolvimento da empresa, seja ela física ou virtual. Crescer inclui captar leads, se relacionar com o cliente e converter. Você está fazendo isso certo?

Muitas empresas investem em estratégias para captar clientes e atrair mais pessoas ao seu site porém esquece de avaliar se a tecnologia está preparada para isso.

Para ter um site em funcionamento você sabe que precisa ter um registro de domínio e um plano de hospedagem. Mas o que muita gente não sabe é que a hospedagem pode ter limitações que comprometem a performance do site e prejudicam todo o investimento ao atrair clientes.

A importância do meu site na aquisição de clientes

Uma pesquisa realizada pela Provokers exclusivamente para o Google Brasil aponta que ao acessar o site de uma marca e o mesmo não atende às expectativas, 43% dos consumidores acessam os sites de outras marcas.

Esse dado reflete o comportamento do consumidor na internet. Hoje nos deparamos com a era do imediatismo, onde as pessoas esperam por respostas rápidas na internet e não tem paciência para esperar um site lento ou difícil de interpretar para ter a informação desejada.

Outro dado mostra que apenas 41% dos usuários voltam ao mesmo site, ou seja, a cada 100 pessoas, 69 pessoas não dão a segunda chance para sites que causaram má experiência.

Por isso, esteja consciente de que o seu site importa e é fundamental na captação de um lead. No caminho entre atrair e vender, você precisa surpreender.

Tecnologias de um site

Veja agora quais tecnologias e funcionalidades que você pode melhorar no seu site para aumentar a captação de leads.

1) Uptime

Uptime está relacionado ao tempo de atividade do seu site. Já imaginou a frustração de um cliente ao buscar o seu site na internet e não encontrar nada? Esteja certo de que perdeu com isso.

Verifique qual o uptime do seu servidor de hospedagem de sites e garanta que o seu site fique o máximo de tempo no ar. A média oferecida pelas empresas é entre 99,5 a 99,9% de uptime.

2) Design e Otimização

Um site mal otimizado não converte. Ao visitar o seu site, o seu potencial cliente espera encontrar o que ele procura. E quer encontrar rápido. Não esqueça o que falamos sobre o imediatismo, ok?

Crie um design e layout que comunique e facilite a navegação do usuário em seu site. Um design bonito, brilhante e chamativo pode atrair mas nem sempre agrada. Avalie qual o perfil do seu público e use o visual do seu site para captar leads.

É importante atentar-se para o caminho que o usuário tem que percorrer no seu site para ter a informação desejada. Dois a três cliques são o ideal de navegação. Não esconda a informação do seu cliente.

3) Site responsivo

Em 2015, a média de consulta ao celular no Brasil era de 86 vezes diárias. A tendência é aumentar cada vez mais. No ano passado, outra pesquisa mostra que a internet já está presente em 63,6% das residências no país, e desse total, 94,8% tem celulares para se conectar à rede. Então o seu site precisa ser responsivo para todas as telas e ser o que chamamos de mobile friendly.

Uma curiosidade: não é à toa que a expressão mobile first vem se propagando entre os desenvolvedores de sites que, na hora de desenvolver um layout, priorizam as telas dos smartphones e dispositivos móveis, e depois as demais telas.

Para cada alteração ou implementação que fizer no site, realize testes para verificar a responsividade. Também navegue pelo mesmo caminho que o seu potencial cliente terá que navegar. Preencha os mesmos formulários em todas as telas para saber se você, enquanto cliente, se sente confortável com o que oferece.

4) Recursos de voz

Alguns ainda ignoram mas as pesquisas mostram que 20% das buscas realizadas no Google são feitas por mecanismos de voz. Esse é um público a ser observado e nutrido para captar mais leads.

Para saber como as pessoas fazem as pesquisas na internet referente ao seu assunto, consulte sites facilitadores como o Answer the Public. Veja este exemplo com a palavra-chave pagamento online:

Essa ferramenta pode te auxiliar com insights e sugestões para otimizar o SEO do seu site e ser encontrado facilmente pelos mecanismos de voz.

Outro recurso é o Ahrefs, que apresenta métricas atualizadas das palavras-chave, quais palavras são mais utilizadas pelos concorrentes e empresas do mesmo segmento e assim te dá para trabalhar com foco e ter um bom ranqueamento.

Conclusão

Compreenda que o processo de captação, relacionamento e compra acontece dentro de diversos canais e por diversas telas. Mas é fato é que mesmo antes de concluir uma compra em loja física, 96% das pessoas pessoas consultam a internet primeiro.

Também esteja ciente que todos estes tópicos que citamos acima estão inteiramente ligados à sua hospedagem de sites. É a sua hospedagem que vai garantir um uptime de qualidade e também oferecer recursos e ferramentas para criar um site responsivo, rápido e que atue com propriedade na internet.

Não desperdice todo o trabalho da sua equipe de marketing em campanhas e ações para captar lead se o seu site não está preparado para isso! First things first.

 

* Este artigo foi produzido pela Hostinger e WebLink, empresas pertencentes ao grupo Hostinger Global, presente no mercado com serviços de hospedagem de sites, registro de domínio e VPS, com destaque para os serviços de hospedagem barata e de qualidade.

Você vai gostar também

O panorama da economia digital em meio ao cenário ... Economia digital é um conceito atual, porém, ao que tudo indica, não está só de passagem. Estudos apontam que 22,5% da economia mundial estão diretame...
Gestão de Recursos em T.I: dicas para facilitar se... A gestão de recursos nada mais é do que utilizar o dinheiro já investido ou alocado para gerar mais dinheiro. Esse capital pode ser utilizado para con...
Como manter sua empresa ativa nos próximos anos Hoje vamos abordar um assunto muito importante que, infelizmente, poucas organizações dão importância: Segurança da Informação. Quando falamos de I...
Amazon lança marketplace para empresas de assinatu... A Amazon não para de surpreender. No meu último texto sobre a gigante da tecnologia, eu apresentei os motivos pelos quais ela vai dominar o varejo - v...