A pesquisa por voz está mudando a forma de comprar online e trazendo novas oportunidades para o e-commerce.

Se já é fácil encontrar produtos e comprar pela internet digitando, imagine quando o usuário só precisa falar o que quer. 

É simples assim: a pessoa diz o que quer ao dispositivo, o assistente de voz faz a busca no Google e retorna automaticamente os resultados de produtos e lojas de interesse dela. 

Para entender melhor a tendência da pesquisa por voz e os impactos no seu e-commerce, acompanhe os tópicos:

Leia até o fim e fique por dentro dessa nova realidade digital. 

O que é pesquisa por voz?

A pesquisa por voz, do inglês voice search, é simplesmente uma busca na internet feita em voz alta, em vez de digitada pelo usuário. 

Basta dizer para um assistente de voz no smartphone ou para o smart speaker (alto-falante inteligente) o que você quer encontrar.

Então, a inteligência artificial do dispositivo interpreta suas palavras, faz a busca no Google e apresenta os resultados.

Hoje, os assistentes para smartphone mais famosos são a Siri, do iPhone, e o Google Assistente, do Android.

Já os smart speakers mais populares são o Amazon Echo (Alexa) e Google Nest Audio (Google Assistente).

De acordo com dados do Google, 27% da população global já utiliza a pesquisa por voz em seus dispositivos móveis.

No Brasil, o uso desse recurso cresceu 47% durante a pandemia, de acordo com um estudo feito pela consultoria Ilumeo e publicado no Canal Tech

Além disso, 48% dos brasileiros dizem utilizar comandos de voz pelo menos uma vez por semana, enquanto 20% usam a tecnologia diariamente. 

O Google até lançou uma campanha para revelar uma funcionalidade que te ajuda a descobrir qual é a música que ficou ‘presa’ na sua cabeça:

Como funciona pesquisar por voz

A pesquisa por voz veio para facilitar as buscas na internet e tornar o dia a dia do usuário ainda mais prático

Por que perder tempo abrindo um aplicativo e digitando o que você quer, se você pode simplesmente mandar o assistente fazer o trabalho por você?

No Google, que é líder absoluto entre os buscadores, já existe a função de pesquisa por voz incorporada ao app.

Assim, basta ativar o serviço para que o dispositivo reconheça sua voz e faça as pesquisas que você solicitar. 

Outras opções são assistentes de voz dos smartphones e os famosos smart speakers, que executam tarefas como informar sobre o clima, reproduzir filmes e músicas, ligar e desligar luzes (para quem usa dispositivos de casa conectada), programar alarmes, etc.

O que muda na pesquisa por voz em diferentes dispositivos é a forma como os resultados são exibidos

Quando você faz uma pesquisa por voz pelo celular, você consegue verificar todos os resultados em texto na tela, como se tivesse digitado a palavra-chave ou frase.

Já nos smart speakers, o assistente virtual lê apenas o primeiro resultado da página de pesquisa. 

Dispositivos que utilizam a pesquisa por voz

Como vimos até aqui, a pesquisa por voz está disponível de forma nativa no app do Google e também em assistentes de voz para dispositivos móveis e smart speakers.

Confira uma lista com dispositivos que possuem o recurso:

  • Smart speakers: Amazon Echo (Alexa), Google Home ou Nest (Google Assistente) e Apple HomePod (Siri) e Xiaomi Mi Smart Speaker (Google Assistente)
  • Assistentes para celular e tablet: Siri (da Apple), Google Assistente (do Google) e Bixby (da Samsung)
  • Smartbands (pulseiras inteligentes): smartbands com assistente de voz como SmartBand Talk (da Sony) e TalkBand (da Huawei)
  • Smartwatches (relógios inteligentes): smartwatches com suporte para comandos de voz como Apple Watch e Mi Watch
  • Smart TVs: modelos de Smart TVs que possuem assistentes de voz como Android TVs com Google Assistente. 

Como ativar a pesquisa por voz?

O processo para ativar a pesquisa por voz muda conforme o dispositivo utilizado.

Nos smartphones mais novos, por exemplo, a busca por voz do Google já vem ativada, e basta tocar no ícone de microfone no widget (atalho de interação) de pesquisa ou dizer “Ok Google” para iniciar o assistente.

Caso o recurso não esteja disponível, o procedimento no smartphone ou tablet Android é o seguinte:

  • Abra o Google app
  • Toque em Mais > Configurações > Voz
  • Em “Hey Google” toque em Voice Match para fazer seu reconhecimento de voz
  • Ative o Hey Google.

Então, para iniciar uma pesquisa por voz, você só precisa abrir o app e dizer “Ok Google” ou tocar no microfone. 

No iPhone ou no iPad, basta fazer o mesmo processo dentro do app do Google, ou utilizar a assistente Siri para fazer a busca. 

Já em outros dispositivos, é preciso seguir as instruções de configuração do fabricante e autorizar o uso do comando de voz para pesquisas.

Benefícios da pesquisa por voz para o e-commerce

O e-commerce só tem a ganhar com o crescimento das pesquisas por voz no mercado.

Conheça as vantagens desse recurso:

Mais rapidez nas compras online

O primeiro ponto que favorece o e-commerce na pesquisa por voz é a velocidade das buscas.

Segundo uma pesquisa publicada na Net Solutions (disponível somente em inglês), um usuário médio digita cerca de 35 palavras por minuto, enquanto um assistente de voz consegue processar mais de 100 palavras por minuto.

Logo, as pessoas que utilizam o recurso conseguem pesquisar rapidamente na hora de fazer compras pela internet.

Isso significa que as chances de encontrar sua loja virtual a partir das buscas aumentam e, consequentemente, crescem as oportunidades de venda.  

Palavras-chave mais específicas

Se você já trabalha com SEO (Search Engine Optimization, ou Otimização para Mecanismos de Busca), sabe que é preciso escolher as palavras-chave certas para ser encontrado nas pesquisas do Google.

Funciona assim: o SEO permite que você torne seu conteúdo mais atrativo para os usuários do Google e suba no ranking dos resultados de pesquisa, aumentando as chances de aparecer nas primeiras posições para os potenciais clientes que digitam termos relacionados à sua loja.

Para isso, você deve otimizar seus conteúdos e páginas para que os robôs do Google priorizem seu site como uma fonte de qualidade para responder ao usuário.

Com as pesquisas por voz, os usuários fazem buscas mais específicas e podem chegar mais facilmente ao seu negócio.

Por exemplo, se você vende camisetas com estampas de filmes e séries, pode captar os clientes que perguntam “onde comprar camiseta de The Walking Dead”.

Com o comando de voz, fica muito mais simples fazer essa pesquisa sem precisar digitar tudo.

Maior personalização das buscas

Além de facilitar a busca por produtos no e-commerce, a pesquisa por voz também ajuda a personalizar a experiência de compra.

Por exemplo, o assistente de voz pode sugerir produtos relacionados às últimas compras do usuário, dependendo de seu histórico.

Além disso, as próprias sugestões de pesquisa e resultados vão sendo adaptados aos hábitos do usuário, direcionando as buscas para os produtos que realmente interessam. 

Inclusão de novos públicos 

Com a acessibilidade proporcionada pela pesquisa por voz, novos públicos podem chegar até o seu e-commerce.

Um exemplo são as pessoas com deficiência visual, que precisam desse tipo de recurso para fazer suas compras com mais autonomia. 

Pesquisa por voz e a acessibilidade para o público PCD

Como mencionamos acima, a pesquisa por voz se tornou um importante mecanismo de inclusão para o público PCD (Pessoa com deficiência) e não alfabetizado.

Os benefícios se estendem para pessoas que por alguma razão não conseguem utilizar as mãos para digitar, seja de forma temporária ou permanente.

Assim, usuários com limitações cognitivas, visuais, auditivas ou motoras conseguem fazer suas buscas na internet facilmente com os comandos de voz.

Da mesma forma, ganham autonomia para fazer compras online e se tornam parte do público-alvo das empresas. 

Existem, inclusive, programas de incentivo como o Prêmio Alexa de Acessibilidade, que premia desenvolvedores que criam novas soluções de comando por voz para facilitar a inclusão digital de pessoas com deficiência. 

Pontos de atenção ao usar a pesquisa por voz na estratégia

Se você quer se beneficiar das pesquisas por voz no seu e-commerce, precisa ajustar sua estratégia o quanto antes.

Confira os principais pontos de atenção.

Otimize seu conteúdo para responder ao usuário

O SEO é a principal área impactada pelas pesquisas por voz, pois você precisa otimizar seu conteúdo para responder às perguntas dos usuários.

Na prática, isso significa escrever seus textos institucionais, descrições de produtos e posts de blog em um formato mais conversacional. 

Por exemplo, se você vende cosméticos online, o usuário vai pesquisar expressões como “onde comprar shampoo da marca X” ou “qual o melhor creme para cabelo 2021”. 

Dessa forma, seus conteúdos precisam ter essas perguntas e suas respectivas respostas para alcançar o melhor ranqueamento no Google e aparecer no topo. 

Foque em palavras-chave de cauda longa

Os exemplos de expressões que acabamos de ver são chamadas de palavras-chave de cauda longa (do inglês long tail keywords).

Basicamente, são “palavras-chave” formadas por três ou mais palavras que tornam a busca do usuário mais específica.

Obviamente, elas são muito mais frequentes nos comandos por voz, pois as pessoas tendem a dizer frases inteiras ao Google.

Logo, você precisa priorizar a cauda longa nas suas estratégias de SEO.

Use uma linguagem natural

De acordo com dados do Google, 70% das pesquisas por voz são feitas em linguagem natural.

Isso significa que as palavras-chave são usadas como se fala de fato, sem a formalidade típica da escrita.

Em vez de esperar que o usuário procure “smartphone com tela resistente Gorilla Glass”, você deve prever algo como “qual celular tem uma tela que não quebra”.  

Prepare-se para as compras por voz

Alguns e-commerces visionários já adotaram recursos de compra por voz (voice shopping) que permitem que o usuário faça seu checkout sem digitar nada.

No entanto, ainda há certa resistência a respeito dessa tecnologia, principalmente após notícias como a de uma menina de 6 anos que comprou uma casa de bonecas caríssima por meio da Amazon Echo dos pais.

Mesmo assim, as compras por voz devem se tornar uma tendência nos próximos anos — e é melhor estar preparado para essa realidade.

Invista em soluções de cobrança automatizada

Com a tendência das pesquisas por voz crescendo e a demanda aumentando, é melhor garantir um bom sistema de cobrança para automatizar os pagamentos no seu e-commerce.

Com a plataforma da Vindi, por exemplo, você consegue oferecer todos os meios de pagamento em um checkout transparente, graças ao gateway de pagamento independente e fácil de integrar.

Além disso, ainda conta com recursos para gerenciar assinaturas, personalizar sua régua de cobrança e controlar as finanças da loja online.

Viu como a pesquisa por voz está revolucionando o e-commerce?

Para se preparar melhor para as novas tendências digitais, baixe também nosso Kit do Empreendedor exclusivo e gratuito

Kit do Empreendedor - saiba como alavancar sua empresa