Se você tem um negócio digital e quer entender como fazer cobrança recorrente nele, falaremos sobre isso neste artigo.

Além disso, você também entenderá os maiores benefícios e como implementar esse modelo de pagamentos com eficiência.

Portanto, se você tem alguma dúvida sobre o assunto, continue lendo!

Mas, antes, recomendamos que você confira as ofertas da Vindi nessa Black Friday! Somos uma plataforma completa para gerenciar cobranças recorrentes no seu negócio. Clique no banner abaixo e confira:

business friday vindi

Por que as empresas usam a cobrança recorrente?

A cobrança recorrente é um modelo de pagamentos baseado em cobranças automáticas de planos, mensalidades e assinaturas. 

Dessa forma, essas cobranças geralmente tem um período fechado para acontecer, determinado no ato da contratação do serviço. 

Nesses casos, o assinante autoriza o primeiro pagamento e todos os próximos do período ofertado, e a renovação automática também é uma possibilidade muito usada.

Quando empresas usam a cobrança recorrente como principal modelo, existem algumas vantagens competitivas em relação a modelos tradicionais de compra e venda:

  • Previsibilidade de receita;
  • Crescimento sustentável;
  • Acompanhamento de métricas com mais visibilidade;
  • Redução do Churn;
  • Controle da inadimplência;
  • Fidelização de clientes mais eficiente;
  • Redução de custos financeiros;
  • Otimização da equipe financeira;
  • Automação de todo o processo de pagamentos e de cobrança;

E muito mais!

O Pagamento Recorrente é, basicamente, uma estruturação de oferta de serviços com cobranças periódicas, que garante para empresas e clientes uma experiência muito mais completa.

Além disso, toda empresa que quer entender como fazer cobrança recorrente precisa saber os pilares da Economia do Acesso, principal norteador dessas cobranças. 

É essa a economia que está mudando grandes empresas ao redor do mundo, e o Brasil está alinhado com essa mudança!

Portanto, agora que você já sabe quais os maiores benefícios desse tipo de cobrança para a sua empresa, vamos entender como implementar, na prática, a cobrança recorrente?

Como fazer cobrança recorrente?

Em primeiro lugar, independente do tamanho do seu negócio ou tempo da sua empresa, é preciso pensar em um tempo de adaptação e treinamento ao fazer cobranças recorrentes.

Dessa forma, alguns pontos não podem passar despercebidos na sua estratégia, e é exatamente sobre isso que falaremos à partir de agora!

Estruture o seu modelo de negócio 

A recorrência é muito versátil, e enxergamos a viabilidade dela em todos os segmentos. Aqui, o maior definidor é o serviço ou produto, que precisam ter esse apelo recorrente.

Além disso, sem o consumo recorrente desses produtos e serviços, provavelmente você não conseguirá escalar o modelo dentro da sua empresa. E, também temos o caso de alguns nichos de mercado que se saturam com mais facilidade.

Quem aqui acompanhou o “boom” dos clubes de cerveja artesanais no Brasil? É claro que o produto é altamente recorrente, mas com tantas opções no mercado, ficou quem realmente tinha as propostas mais inovadoras para se destacar.

Portanto, defina bem o seu modelo de negócio e estruture a sua estratégia de vendas. A Dr. Jones, por exemplo, viu oportunidade de recorrência só com a assinatura de lâminas de barbear, deixando todos os outros produtos somente no e-commerce.

Esse é um dos maiores segredos da sustentabilidade das empresas recorrentes, que sabem escolher produtos e serviços que tenham melhor aderência.

Defina planos, mensalidades e assinaturas 

Com uma estratégia estruturada, é hora de definir planos, periodicidades de cobrança e tudo o que nortear esse processo de pagamento.

Aqui, vale entender qual a psicologia do consumidor do seu ICP, além de fazer um benchmark do mercado para precificar corretamente a sua assinatura.

Oferte várias formas de pagamento

Oferecer opções de pagamento via boleto bancário e por cartão de crédito é indispensável para o seu negócio, mas empresas recorrentes tem muito mais fit com a segunda opção.

Isso acontece porque o boleto bancário não é uma forma de cobrança automática, e imprevistos podem acontecer no meio do caminho, como o esquecimento do cliente.

Portanto, avalie as possibilidades, mas deixe sempre o cartão de crédito como a melhor opção para seus clientes. Dessa forma, você também terá um processo muito mais eficiente, e com a inadimplência controlada.

Contrate uma plataforma de pagamento recorrente

Com todos esses detalhes acertados, você precisa de uma solução que consiga automatizar completamente esse fluxo de pagamentos e de cobrança.

Até porque, não adianta nada pensar em recorrência se esse processo de cadastro, faturamento e cobrança for feito manualmente, não é mesmo? Isso pode até dar certo com alguns clientes, mas se a sua ideia é crescer, você precisa de uma plataforma.

Atualmente, existem algumas opções no mercado, mas só a Vindi é especialista em cobrança recorrente. 

Com o nosso gateway de pagamento, você tem liberdade para cobrar com a adquirente que quiser, negociar melhores taxas e ter segurança nas suas transações.

Além disso, a nossa solução permite que você faça vendas avulsas, parceladas e recorrentes. Se o seu negócio ainda está testando modelos recorrentes, a Vindi também é perfeita para essa transição!

Com a nossa plataforma, você consegue:

  • Cadastrar seus clientes;
  • Acompanhar o histórico de vendas em tempo real;
  • Exportar relatórios com métricas essenciais para o seu negócio;
  • Vender e oferecer planos recorrentes, com cobrança automática;
  • Ter uma régua de cobrança totalmente automatizada;
  • Vender através das redes sociais com o nosso link de pagamento;
  • Fazer estornos e conciliações com facilidade;
  • Proteger sua empresa contra fraudes;
  • Integrar a nossa plataforma com outros sistemas, como plataformas e-commerce;

E muito mais!

Portanto, se você gostou deste artigo sobre como fazer cobrança recorrente, clique no banner abaixo e faça uma demonstração gratuita agora mesmo!