Você sabia que o método de pagamento utilizado pela sua empresa impacta nas vendas de seus produtos ou serviços, nos níveis de inadimplência de clientes e também na produtividade de sua equipe? A forma de pagamento pode influenciar a decisão de compra do seu cliente, de forma positiva ou negativa, e também fazer com que ele não realize o pagamento, por esquecimento, por exemplo. Sem falar que pode gerar também um volume de trabalho maior para seu departamento financeiro e de cobranças. Por esses motivos, é importante estar atento e analisar os prós e contras de cada meio de pagamento escolhido para sua empresa. No post de hoje, iremos explicar as diferenças entre pagamento parcelado e recorrente. Aproveite e tire suas dúvidas.

O que é Pagamento Parcelado?

O parcelamento consiste na divisão de uma única venda em várias parcelas mensais fixas, com o objetivo de facilitar o pagamento para o cliente. Ele pode ser realizado com ou sem juros. No caso de parcelamento com juros, o estabelecimento pode optar por arcar com os juros ou repassá-los ao cliente.

Prós e Contras

Essa forma de pagamento facilita ao consumidor adquirir um produto ou serviço de custo elevado, sem que ele precise desembolsar o valor total de uma única vez e pode ser um fator de decisão de compra. Por outro lado, sua empresa corre mais riscos de ter clientes em situação de inadimplência, uma vez que a dívida foi prolongada, e isso pode acarretar em despesas com cobranças. Outro ponto que precisa ser observado é a não automação do processo, já que cada venda precisará ser analisada individualmente em relação ao número de parcelas e análise de crédito do cliente, por exemplo.

O que é Pagamento Recorrente?

O pagamento recorrente é muito utilizado por negócios que precisam realizar cobranças todos os meses de seus clientes. É o caso de escolas, academias, condomínios, assinaturas e serviços de consultoria, por exemplo. Nessa modalidade de pagamento, sua empresa define o valor a ser cobrado e a data de vencimento da fatura e todos os meses seu cliente recebe automaticamente a cobrança pelo seu serviço.

Benefícios

A redução do índice de desistência do serviço e da inadimplência são os grandes benefícios do pagamento recorrente, pois as faturas chegam sempre em dia e ainda é possível enviar lembretes referentes à mesma. Outro benefício é automatização do sistema de cobranças, que reduz o esforço de sua equipe e diminui as chances de erros no processo. Realizar o controle financeiro de sua empresa também fica mais fácil com a utilização do pagamento recorrente, uma vez que é possível identificar claramente as datas das entradas financeiras e assim planejar o seu fluxo de caixa.

pagamento recorrente

Nossa equipe técnica aprofunda ainda mais sobre as diferenças nessa documentação.

Já deu para perceber como o método de pagamento pode influenciar o desempenho de sua empresa, não é mesmo? Implantar um sistema de pagamento recorrente significa tornar mais produtivos os processos de sua empresa, otimizando o esforço de sua equipe, minimizando erros e reduzindo as chances de perdas financeiras oriundas da inadimplência.

economia da recorrencia

O que achou do post de hoje? Ficou alguma dúvida? Para saber mais sobre pagamento recorrente, visite nossa documentação técnica aqui.