Você provavelmente já conhece o sentido do que é uma fintech e o que ela faz. Mas, você já ouviu falar sobre fintech white label? É o que vamos explorar no texto de hoje.

Primeiramente, as fintechs surgiram na última década e seu escopo reúne tecnologia aplicada a serviços financeiros de forma inovadora no mercado. Como exemplo, há os bancos digitais nessa categoria.

Já os serviços “white label” (termo traduzido como “etiqueta branca”), em geral, são empresas B2B que fornecem algum tipo de produto sem exibir a sua própria marca neles. 

Os produtos sem rótulo podem ser desde mercadorias até tecnologia, e ficam disponíveis para a inserção do logotipo e identidade de uma empresa terceira que vá utilizá-los com o consumidor final.

Por isso, esse tipo de negócio é guiado pela lógica de terceirização da produção. Veja a seguir tudo sobre o que é e como funcionam as fintechs white label, e os principais exemplos do mercado!

O que é fintech white label?

As fintechs, ao invés de mercadorias, produzem tecnologia para serviços financeiros. Quando elas são white label, transferem essa propriedade para outra empresa vendê-la com a sua marca.

Essa venda de tecnologia financeira para outras empresas também é conhecida como “Fintech as a Service”, e em alguns casos, de “Banking as a Service”.

Em outras palavras, a fintech white label se encarrega da produção do produto financeiro, bem como todas as atualizações e regras de segurança necessárias.

A empresa que compra essa tecnologia insere sua marca nos produtos e pode revendê-los ou utilizá-los com seus próprios usuários.

Dessa forma, a empresa compradora do produto white label consegue focar muito mais no core do seu negócio. Seja a criação de outros produtos financeiros, ações de marketing, vendas e etc, ela não precisará se preocupar com a tecnologia financeira que foi terceirizada.

Inclusive, muitos dos clientes das fintechs white label também são instituições financeiras.

Quando usar?

Segundo estudo da FIA, o white label costuma ser adotado quando uma companhia quer expandir sua atuação, mas não possui a expertise, a mão de obra ou o  interesse necessários para fazer isso.

Geralmente, elas estão em busca de terceirizar algo que não é seu forte, ou até mesmo projetos pontuais que precisam escalar rápido no mercado. Por isso, utilizam profissionais de fora da casa para ter mais agilidade.

As redes de varejo também são um tipo de cliente das fintechs ou bancos white label. Quando elas oferecem cartões de crédito para seus clientes, uma empresa do ramo financeiro emite o cartão com a marca do varejo para ser revendido. E assim sucessivamente para outros tipos de relações de negócios.

Como funciona o white label?

Como vimos, a fintech white label funciona produzindo soluções financeiras para outras empresas inserirem sua marca.

Mas as white labels estão presentes em diversos setores além das fintechs. Por exemplo, elas são bastante comuns na indústria de roupas e calçados, podendo até mesmo ser “Private Labels”, ou seja, produtoras exclusivas de uma marca. 

Essas fábricas não possuem marca própria e não vendem o produto diretamente ao consumidor final – elas produzem sob demanda para empresas que irão vendê-los nas lojas.

Com isso, as marcas não precisam se preocupar com o custo de administração de uma fábrica, nem com a manutenção de máquinas ou com questões internas à produção. 

As fintechs white label, ao invés de fábricas, são empresas de tecnologia. Abaixo, você confere alguns tipos dos produtos possíveis na relação comercial entre fintechs e empresas:

  • Boleto bancário;
  • Cartão de crédito;
  • Plataforma de pagamentos online;
  • Conta digital;
  • Split de pagamento;
  • Conciliação de pagamentos, entre outros.

Cada fintech pode ter especialização em um ou mais itens dessa lista. Geralmente, quanto maior o nível de especialização, mais completa é a solução oferecida, com mais recursos e funcionalidades.

De que forma ela atua?

Para funcionar, a fintech white label desenvolve toda a expertise e a tecnologia dos meios de pagamento ou do serviço financeiro. 

Dessa forma, ela deve seguir todos os processos regulatórios envolvidos no setor (como o PCI Compliance e as normas do Banco Central).

Além disso, precisa contratar os profissionais mais capacitados e os melhores recursos para a construção da solução, bem como suas atualizações futuras.

Por fim, ela entrega as plataformas prontas para a personalização e uso de outras empresas. Esses produtos são customizados com a identidade e logotipo da marca que faz a interface com o cliente final. 

A proposta é poupar esse trabalho das empresas e gerar economia de recursos e de composição de time.

Para usar a tecnologia de uma fintech white label é preciso pagar uma taxa de adesão a ser precificado pelo prestador do serviço.

Como escolher uma fintech white label?

Para escolher uma fintech white label, é preciso estar atento à sua confiabilidade e solidez, pois será uma decisão que pode impactar todo o seu negócio.

Isso porque a empresa contratante não tem influência no processo de desenvolvimento do produto white label. Dessa forma, ela deve ter um controle de qualidade mais rígido e testar o produto antes de repassá-lo aos clientes.

Assim, alguns critérios básicos podem te guiar nessa escolha:

  • PCI Compliance: certificado obrigatório se segurança para serviços financeiros;
  • Taxas: compare as taxas cobradas entre as fintechs e o custo-benefício da solução;
  • Facilidade de implementação: verifique se a API é de fácil integração aos sistemas da sua empresa;
  • Recursos: faça uma análise da solução ser completa para cobrar e administrar pagamentos.

Além disso, você pode checar a reputação da empresa através de pesquisas online e descobrir se outros clientes estão satisfeitos.

Antes do contrato, peça se é possível realizar um teste gratuito com o produto ou obter uma demonstração, no caso das plataformas.

Agora, veja alguns exemplos de fintechs white label:

  • Zoop;
  • Phi;
  • PagTech:
  • MoneyCloud.

A Vindi também possui opções white label para você emitir boletos com a marca da sua empresa, e, além disso, temos uma plataforma completa de pagamentos online que você pode customizar com o logotipo e informações da sua empresa. 

Fale com nossos consultores e conheça todas as funcionalidades da Vindi!