Em tempos de alta tecnologia muito se escuta sobre a morte do boleto bancário. Mas, será isso uma verdade? Até pode acontecer, mas ainda temos um longo tempo até conseguirmos migrar os pagamentos via boleto bancário para outros métodos mais tecnológicos, como cartão de crédito, carteiras digitais, bitcoins, pagamentos instantâneos, débito recorrente, etc. 

Uma pesquisa realizada pelo E-commerce Brasil, em parceria com o Sebrae, revelouque cerca de 75% dos consumidores optam pelo boleto bancário como opção de pagamento devido às baixas taxas cobradas e a facilidade de emissão. Informações divulgadas pela FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos), revelam que são gerados cerca de 3,6 bilhões de boletos anualmente no Brasil dos brasileiros”.

Em contrapartida, os novos métodos chegam com agilidade, facilidade, inovação, segurança e adesão do consumidor mais jovem. O pagamento por aproximação, mais conhecido como contactless, é a tendência que mais cresce. Com ele, é possível realizar pagamento apenas aproximando o celular em outro celular, em um máquina de cartão ou mesmo no leitor móvel para realizar o pagamento, 

A mais recente novidade é a utilização da aproximação para pagamento no transporte público. A promessa é que essa função proporcione milhões de transações. Apesar de ser bom para os consumidores, o grande desafio vai ser a conscientização dos estabelecimentos comerciais sobre os reais benefícios dessa operação. Além disso, também é preciso ampliar ao máximo a presença dos dispositivos que possuem essa funcionalidade nas ruas. Fato é que, as empresas que saírem na frente, vão conquistar mais consumidores e uma provável liderança no segmento de atuação.

Então, neste caso, porque não utilizarmos o boleto como um aliado na migração para estes novos modelos?

  • Que são mais modernos; 
  • Que possuem segurança de ponta;     
  • Apresentam um alto desempenho;
  • São mais ágeis;
  • São mais fáceis de usar.

A aderência nos pagamentos recorrentes 

Muitos segmentos já estão aproveitando para surfar nessa onda dos pagamentos recorrentes, assinaturas e mensalidades. Entre eles, podemos citar desde escolas, companhias de seguros, o famoso programa de sócio torcedor dos clubes de futebol, os estacionamentos, condomínios, as funerárias e cemitérios, academias e muito mais. Portanto, em muitas situações, o boleto bancário vem perdendo força quando o consumidor é impactado com inovação na maneira de realizar o pagamento, que:

  1. Otimiza seu tempo; 
  2. Automatiza o pagamento; 
  3. Evita o esquecimento;
  4. Diminui a inadimplência;
  5. Melhora a experiência do cliente;
  6. Aumenta as opções.

E como podemos evoluir essa ideia? 

Já que estamos reforçando a troca do boleto bancário pelo cartão de crédito, conseguimos descrever muitas diferenças entre as modalidades. Baseado nisso, é possível ter argumentos que reforcem a decisão mais correta relacionada ao uso da tecnologia, inovação e ferramentas disponíveis para evolução dos meios de pagamento para o consumidor.

Confira as 5 dicas abaixo e a comparação de como é atualmente quando o uso principal é boleto e a evolução com a adesão ao cartão de crédito. 

O que você prefere?

  1. Obter um novo boleto mensalmente (papel, e-mail, sms) X ter os dados de cartão guardados em segurança para efetivar o pagamento automaticamente, sem precisar validar toda vez a mesma compra;
  2. Imprimir um “carnê ” de boletos (da quantidade do número de mensalidades,financiamento, etc), correndo o risco do não pagamento ou esquecimento X o não comprometimento do limite de crédito do cartão; 
  3. Aguardar o pagamento do boleto para verificar pós liquidação e o “sobe e desce” de arquivo a efetivação X obter o retorno do pagamento no momento exato (real time) do envio da transação;
  4. Ceder um desconto a vista no boleto X a garantia de recebimento no cartão uma quando a transação for realizada;
  5. Realizar a conciliação manual comparando banco de dados diferentes X ter todas as informações em um único banco de dados (inclusive informações pessoais). 

Quando decidir utilizar boleto bancário ou cartão 

O momento aconselhável de escolha entre utilizar uma modalidade ou outra é quando que o pagamento do mês em vigência vai ocorrer. O ideal é disponibilizar informativos e orientar os seus clientes com todas as vantagens reais de troca. Quando você efetua o pagamento do boleto, não existe nenhuma vantagem extra que você recebe por isso. Mas, quando o pagamento é via cartão de crédito, normalmente há cadastros em programas de pontos, programa de milhas, cash back (uma % do seu dinheiro de volta em algumas lojas) e vouchers de promoções especiais como viagens, restaurantes, academias, etc.

Se você quiser saber mais, fale com um dos nossos consultores comercias aqui na Vindi, teremos o maior prazer em contribuir com você e para o crescimento do seu negócio, afinal nossa missão é fazer as empresas e empreendedores venderem mais e sempre.banner para contato comercial na Vindi