Venda recorrente por assinatura

Toda vez que conhecemos um novo empreendedor ou um novo negócio, nos perguntamos aqui na Vindi se é esse um negócio de Venda Sempre (venda recorrente). Essa expressão, “Venda Sempre”, é o slogan da Vindi. E é o motivo da nossa existência também. Além disso, está no contexto da nossa Missão, Valores e em todos termos de segurança. Nosso desafio é criar, ajudar e transformar qualquer business em negócios de Venda Sempre, ou seja, recorrentes.

Venda recorrente por assinatura – que negócio é esse?

Prestadores de Serviços, Clubes de Assinaturas, Empresas SaaS entre outros modelos, já têm em suas raízes a cultura da venda recorrente: seja em planos, assinaturas ou mensalidades. Para nós, é claro que o negócio recorrente ou a “economia da recorrência” é o grande caminho para algumas empresas. Para outras muitas é a salvação. Essas afirmações da nossa parte, podem ser vistas em diversos seguimentos no Brasil. O comércio se desafia para continuar crescendo, indústrias sofrem pela dependência dos governos e os serviços sentem na pele o gasto com publicidade para adquirir clientes. Não está fácil por aqui manter clientes, muito menos conquistá-los. São vários os sinais. O mercado americano, maduro no mercado da Vindi e das empresas SaaS, está em frenética transformação. A mais evidente delas é exatamente na economia da recorrência.

Bem vinda SAP!

Larry Ellison, um dos executivos da Oracle disse tempos atrás ” esse negócio de Software na Nuvem vai passar”. Desde então, vieram empresas como Salesforce, Zendesk, Netflix, Hubspot, entre outros grande players do subscription model.

A SAP, gigante alemã, anunciou no mês passado que vai entrar no mercado de assinaturas (leia no blog do Zuora). A SAP, assim como a Oracle, são algumas das poucas “grandes da indústria” de software que relutaram para aderirem ao subscription model. O presidente da Salesforce, Keith Block, afirma que a Salesforce vai passar a SAP nos próximos anos como a maior empresa do mundo em aplicativos corporativos. A Salesforce é uma empresa que já nasceu no modelo SaaS (software as a service) e que desde o início adotou o modelo subscription. Se a afirmação do Salesforce pode ser conquistada, não sabemos. Mas é um indicador interessante. O Salesforce é uma empresa de U$4 Bilhões, enquanto a SAP está avaliada em U$20 bilhões. Se pegarmos o tempo de estrada versus crescimento, tem alguma coisa para se analisar na afirmação do Sr. Keith Block.

* SAP – Fundada em 1972 na Alemanha, está avaliada em U$20bi. 

* Salesforce – Fundada em 1999 nos Estados Unidos, está avaliada em U$4Bi.

No passado recente vimos mercados consolidados evaporarem, porque não pensaram no futuro, na tecnologia e nas tendências globais.  A Blockbuster tinha o mercado de filmes na mão, mas quem seguiu adiante foi uma empresa de Los Gatos na Califórnia, que criou o mais respeitado negócio de filmes do mundo, o Netflix. A entrada da SAP na economia da recorrência é um grande sinal da mudança dos softwares tradicionais. Mas é um sinal maior ainda, quando falamos de uma empresa do tamanho da SAP, e da tradição seguida pela indústria de softwares como os da empresa alemã.

economia da recorrencia

Procure na sua ideia ou na sua empresa (no seu negócio), se ela pode se tornar um negócio recorrente. Esse é um bom caminho para a sustentabilidade do mercado escolhido, da empresa ou da ideia formatada.

Venda Sempre!

 

Fontes:

Zuora – Welcome the Subscription Economy – http://blog.zuora.com/zblog/2014/04/sap-welcome-to-the-subscription-economy.html

Assinatura Recorrente – Adobe triplica o número de Assinantes – http://www.assinaturarecorrente.com/adobe-triplica-numeros-de-assinantes-com-modelo-de-assinaturas

Cobrança Recorrente – Case Netflix – http://cobrancarecorrente.com/case-assinaturas-netflix

Vindi – A economia da Recorrência – https://blog.vindi.com.br/economia-da-recorrencia/

 

 

Você vai gostar também

Integração Nota Fiscal Online NFE.io Uma das integrações mais aguardadas e desejadas por clientes da Vindi: emissão de nota fiscal online de serviço. Agora ficou simples e prático control...
Como empresas podem automatizar a cobrança recorre... No mercado, são inúmeras as opções de assinaturas disponíveis ao consumidor, que vão desde impressos – jornais, livros e revistas – até bebidas alcoól...
Abri um negócio de assinaturas, e agora? É inegável que a cobrança recorrente traz benefícios gigantescos às empresas - não fosse isso, não teríamos grandes organizações olhando e se “rendend...
Bem vinda ao mercado de assinaturas, Playstation. A Playstation Now vai vender e entrar no modelo de assinaturas, enfim. Após meses de espera, a Sony confirmou rumores e anúncios, inaugurando o pri...

Fundador e CEO da Vindi, plataforma líder em recorrência e criador do maior evento de empresas SaaS e Assinaturas do país, o “Assinaturas Day”.