Nos últimos anos, diferentes modelos de negócio surgiram como oportunidades para quem quer empreender no mundo digital. Entre eles estão os clubes de assinatura e também o mercado de afiliados. 

Ambos são promissores. Os clubes de assinatura, por exemplo, têm movimentado cerca de R$ 1 bilhão por ano. Segundo dados da Abcomm, associação de comércio eletrônico, em 2014 existiam cerca de 300 empresas atuando nesse segmento. Em 2018, esse número saltou para 800. 

Se você tem interesse em empreender e quer entender como funciona afiliados e também clubes de assinatura, continue lendo!

Clubes de assinatura: o que é e como funciona?

Os clubes de assinatura, conhecidos em inglês como subscription boxes, são empresas que comercializam produtos ou serviços no modelo recorrente. Ou seja, na hora de fechar, os clientes optam por pagamentos mensais, trimestrais ou mesmo anual. 

Diferente da maioria das lojas virtuais, essas empresas tendem a focar em um mercado específico. Oferecendo, assim, produtos e serviços personalizados. Além de atendimento diferenciado para seus assinantes. 

Como exemplo, podemos citar o GlutenFree Box que oferece diversas opções de caixas com produtos sem glúten. E também o Leiturinha, voltado para livros infantis. 

Principais características dos clubes de assinatura

Comodidade 

Sem dúvidas, um dos principais diferenciais dos clubes de assinatura é a comodidade. Pois seus assinantes recebem em casa uma seleção de produtos. 

Por exemplo, o GlutenFree que citamos acima, facilita que quem tem intolerância ou não quer consumir a proteína tenha a comodidade de receber uma seleção de produtos adequados para sua dieta em casa. Assim, ela não precisa gastar tempo buscando em diversas lojas ou sites por produtos sem glúten.

Diversidade

Os assinantes podem desfrutar de uma ampla diversidade de produtos que são selecionados de acordo com seu gosto. 

Cobrança recorrente 

Os clubes de assinatura trabalham na economia da recorrência e podem ter a facilidade de cobrar seus clientes de forma automática por débito no cartão de crédito.

Com isso, além de diminuir a inadimplência, facilita o pagamento para o cliente. Já que ele não precisa tomar nenhuma ação para que sua assinatura seja paga.

Vantagens para o investidor 

Os clubes de assinatura não são vantajosos apenas para os assinantes. Mas, também para quem deseja empreender. 

Pois esse modelo permite que a empresa tenha uma receita previsível. Já que você sabe quantos clientes tem em sua base e quando eles devem fazer o pagamento. 

Com isso, fica mais fácil fazer um bom planejamento financeiro e investir em melhor tecnologia, estrutura ou qualquer outro setor da sua empresa.

Além da receita, outra grande vantagem do modelo de clubes de assinatura é também a previsão de estoque. Com isso, comparado a um e-commerce, diminui as chances de investir em produtos que acabam ficando empacados.

Afiliados: o que é e como funciona?  

O modelo de afiliados conecta empresas que desenvolvem produtos e serviços com pessoas que desejam ajudar na divulgação e venda deles.

Para isso, é aplicada a ideia de comissões, normalmente por vendas. Mas, também, pode ser apenas por mostruário (quando é paga uma comissão só pela exposição do produto, mesmo sem uma venda concluída. Um exemplo são os banners).

Uma das grandes vantagens desse modelo é que ele pode ser aplicado para, praticamente, qualquer segmento. Desde cursos de idiomas, informática ou até mesmo e-books. 

Quando o cliente final chega no site da empresa, a URL da página possui um código exclusivo de cada afiliado. Com isso, é possível identificar facilmente qual afiliado é responsável pelo tráfego ou pela venda.

Entre as empresas que escolheram trabalhar com afiliados, podemos citar a Amazon, um dos maiores e-commerces atualmente. E, também, o Booking.com, site de reserva de hotéis.

Principais características de afiliados

Parceria

Nesse modelo de negócio, existem dois interessados: a empresa que criou o produto ou serviço. E as pessoas que vão ajudar a atrair tráfego ou vendas. 

É importante citar que afiliados não são colaboradores da empresa. Mas, sim, parceiros que trabalham em segmentos relacionados ao seu e têm interesse em divulgar seus serviços. Após uma venda, a responsabilidade é da companhia.

Comissão

Outra característica dos afiliados é que o pagamento pelas vendas ou tráfego é feito por comissão. Para isso, é importante definir um valor justo e, ao mesmo tempo, rentável que será pago aos parceiros. 

Link personalizado

Para ser possível identificar qual afiliado foi responsável pela venda, é necessário fornecer um código exclusivo. É comum que esse seja incluído na URL de um site. Mas, também, pode ser por meio de um código que será inserido na página de checkout.

Vantagens para o investidor 

Uma das grandes vantagens dos afiliados é que ele permite ter acesso a uma base de potenciais clientes bem diversificada. E, na maioria das vezes, qualificada.

Além disso, esse modelo permite que um produto ou serviço seja amplamente divulgado sem um alto investimento em um time de vendas e marketing interno.

Clubes de assinatura ou afiliados?

Como você leu nesse texto, tanto os clubes de assinatura como os afiliados são dois modelos de negócio, principalmente digital. 

Enquanto um é baseado na ideia de vender um produto ou serviço por meio da recorrência; o outro funciona na venda por meio de parcerias com pessoas que atuam em segmentos parecidos com o seu.

Se você quer empreender no ambiente digital e está em dúvida entre qual caminho escolher. Então, defina bem seu público-alvo, o que torna rentável sua ideia e escolha o que melhor atende seu negócio. 

Boa sorte!consultor vindi