Emissão de boleto em PDF

Quando os gestores pensam nas inúmeras maneiras de cobrar pelos seus serviços prestados ou produtos vendidos, inevitavelmente se questionam sobre como gerar um boleto bancário, já que esse é um método de pagamento aceito por grande parte dos consumidores devido à sua simplicidade. Essa tarefa é bastante simples quando se utiliza uma plataforma de gestão de pagamento na emissão e no gerenciamento desses boletos. Por outro lado, é bastante complicada caso o método utilizado seja o tradicional, onde há toda uma burocracia envolvida na geração dos documentos. A seguir, conheça o processo para emitir um boleto em PDF de maneira simples e rápida.

1. Pesquise os tipos de cobrança

Primeiramente, visite o banco onde a sua empresa possui conta e converse com o gerente sobre os tipos de cobrança em boletos oferecidos. Nas carteiras de cobrança não registradas, a instituição financeira só cobra uma taxa quando o cliente efetuar o pagamento do boleto, descontando o devido valor ao depositar o montante na conta da empresa. Ele pode ser emitido pela própria plataforma de gestão de pagamento, sem a necessidade do registro através de arquivos de remessa. Já nas carteiras registradas, você irá pagar por qualquer boleto emitido, mesmo que o cliente não efetue o pagamento. Contudo, sua empresa terá acesso a serviços bancários como protesto em caso de inadimplência. Normalmente, este tipo de boleto possui uma tarifa mais alta, e necessita de comunicação com o banco no momento ou no mesmo dia ao que for emitido.

2. Use uma plataforma para emitir o boleto em PDF

Com a plataforma de gestão, a emissão de boletos bancários é feita a partir da conta corrente de sua empresa e o dinheiro do pagamento dos clientes é depositado diretamente na sua conta, não havendo intermediários. Isso garante que a emissão esteja em conformidade com o sistema do banco, o que previne que os boletos gerados possam ser negados no momento da homologação por algum erro nas informações, causando inconsistências no documento. Por meio desse sistema, os principais processos da organização são centralizados, e os boletos, ao invés de serem imprimidos, são gerados em PDF de maneira automática e enviados por e-mail a cada compra realizada pelo cliente.

O boleto em PDF têm inúmeras vantagens, pois pode ser visualizado em computadores, tablets e smartphones, e em quaisquer navegadores e sistemas operacionais. Além disso, o cliente pode fazer o seu download e arquiva-lo, não havendo riscos de alterações acidentais. E ao envia-lo por e-mail, a cobrança se torna automatizada e a empresa não terá custos adicionais com impressão. Lembre-se de que acompanhar a evolução dos recebimentos da sua empresa é uma medida para antever problemas e se planejar para o futuro, mantendo-a preparada para qualquer situação.

3. Faça a gestão de cobranças

O gerenciamento de boletos é uma etapa essencial para que a empresa tenha um maior controle sobre o faturamento. Após o cliente efetuar o pagamento do documento, é importante ter um sistema como a Vindi, que faz a confirmação dos pagamentos de forma eletrônica. Assim, os produtos e serviços não são entregues antes do pagamento. Ao controlar as datas de vencimento de boletos através da plataforma, você confirma ou não as informações projetadas com a emissão deles, pode acompanhar o número de atrasos de pagamentos e calcular a taxa de inadimplência. Assim, você obtém dados suficientes para a construção de uma política de negociação constante com os clientes que ainda não realizaram o pagamento.

cta_fimdoboletosemregistro

E então, o que você está esperando para começar a emitir boletos em PDF? Como acha que esse processo vai ser útil para o seu negócio? Deixe sua opinião nos comentários abaixo ou entre em contato conosco!

A Equipe de redação Vindi é formado pela área de sucesso do cliente, marketing, financeira e vendas. Todo mundo contribui para que você fique informado sobre tudo em assinaturas, pagamento on-line e Saas.