Mais de 200 MIL PESSOAS sabem como vender mais e sempre.

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos você também.

Se você precisa cobrar clientes todo mês por seguro de vida, carro, casa ou qualquer outro segmento, deve saber que o processo manual toma muito tempo. Além da necessidade de lidar com a inadimplência. É aí que a recorrência e o pagamento recorrente podem ser seus grandes aliados.

O mercado de seguros no Brasil é promissor. Segundo a Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg), no primeiro semestre de 2018, o setor de automóveis, por exemplo, registrou um aumento de 7,5%. E já em 2017, ainda de acordo com dados da entidade, a indústria nacional de seguros registrou receita de R$ 38 bilhões.

Nesse texto, vamos explicar o que é a chamada economia da recorrência e como ela pode ajudar seu negócio. Continue lendo!

O que é recorrência

Toda prestação de serviço contínuo é considerado recorrente e entra na chamada economia da recorrência. O termo ficou bem popular nos últimos anos principalmente pela Netflix e o Spotify.

Mas, qualquer cobrança que tenha a característica da repetição; seja no mundo digital ou fora dele, fazem parte dessa economia. Sendo que as maneiras mais populares de contrato são por meio de mensalidades, planos e assinaturas.

E o pagamento recorrente, como funciona?

Você deve saber que fazer cobrança manualmente não é fácil. O processo toma tempo dos seus colaboradores que poderiam se dedicar a outras atividades. Além de ser suscetível a erros humanos.

Fora isso, é trabalhoso levantar a lista de inadimplentes e precisar ligar para cada um deles. Então, foi para facilitar a gestão financeira que o pagamento recorrente surgiu.

Por meio dele, é possível automatizar cobranças, gerar relatórios em minutos e agendar comunicações automáticas com seus clientes.

Cartão de crédito

Mais uma vantagem da recorrência é que você pode passar a aceitar cartão de crédito como meio de pagamento sem tomar o limite total do cliente.

Por exemplo: quando é feita uma compra parcelada de R$ 1.500 no cartão de crédito, esse valor total fica bloqueado do limite do cliente; voltando a estar disponível a partir do pagamento das parcelas.

Já por meio do pagamento recorrente é possível fazer o débito automático todo mês apenas do valor da parcela. Se usarmos o valor acima de R$ 1.500 pago em 12 meses, significa que, a cada mês, o seu consumidor só precisa ter disponível em seu limite R$ 125.

Principais vantagens da recorrência

Maior adesão

A partir do momento que o seu consumidor não precisa ter um limite alto no cartão de crédito para conseguir pagar as mensalidades, o número de adesão aumenta.

Sem contar que ele tem mais opções de pagamento. Pois pelo pagamento recorrente é possível aceitar as mais variadas bandeiras de cartão de crédito do mercado. Além do boleto digital também ser uma possibilidade de cobrança.

Melhor gestão financeira

A cobrança automatizada permite que você tenha acesso a mais dados de forma muito rápida. Além dos relatórios, você consegue saber o número exato de inadimplentes.

Com essas informações confiáveis em mãos, fica muito mais fácil criar estratégias assertivas de comunicação com seus clientes.

Menor inadimplência

Se a sua empresa de seguros precisa lidar com a inadimplência, você já deve saber que toma tempo entrar em contato com os clientes e tentar negociar valores.

Então, o melhor mesmo é tentar diminuir o número de inadimplentes. Para isso, a recorrência e o pagamento recorrente são eficazes.

Pois nem sempre a inadimplência acontece intencionalmente. Por exemplo, quando você cobra seus clientes por boleto bancário, você depende que a entrega feita pelos correios não atrase.

Além de contar com a memória do consumidor; para que ele não se esqueça de fazer o pagamento antes do vencimento ou mesmo perca o documento.

Agora, quando o processo de cobrança é automático em seu cartão de crédito ou mesmo débito, esses dois motivos são eliminados.

Como aderir ao pagamento recorrente     

Agora que você já entendeu as principais vantagens da recorrência, fica a dúvida “então, como faço para automatizar minha cobrança?”.

E a resposta é simples: você vai precisar de uma plataforma de pagamentos especializada em recorrência. Pois é por meio dela que você pode incluir as informações dos seus clientes e agendar a data em que deve ser feita a cobrança todo mês.

Também é por meio da plataforma que se torna possível personalizar comunicações. Depois, elas serão enviadas automaticamente para avisar o cliente que a fatura está disponível ou mesmo que ele ainda não fez o pagamento.

Na hora de escolher a solução é importante pensar em segurança. Afinal, você estará lidando com dados sensíveis dos clientes, como o número do cartão, endereço entre outros. Então, prefira parceiros que possuem o principal certificado de segurança para cartões do mercado, chamado PCI Compliance.

Se você gostou das vantagens da recorrência que apresentamos nesse texto, então em contato com a Vindi. Nós somos uma das principais referências em pagamento recorrente do mercado, graças ao comprometimento com o cliente e a preocupação com segurança. E podemos ajudá-lo nessa jornada.

Você vai gostar também

Seu negócio está pronto para o modelo de assinatur... Foi com essa pergunta que o Paulo Silveira, da Caelum, abriu a palestra sobre Métricas SaaS no último VtexDay. “Todos querem ser a Netflix hoje em dia...
Life as a Service – Murilo Gun e a mudança d... O Murilo Gun, comediante pernambucano, é famoso por frequentar o programa Agora é Tarde do Danilo Gentili, criou uma palestra para falar de um negócio...
Quais são as vantagens do pagamento recorrente? Diversos são os motivos que te beneficiam como empresa quando você opta por oferecer o pagamento em débito recorrente. Com a Vindi, por exemplo, você ...
Por que usar a recorrência para cobrar rastreament... Você já reparou como fazer a cobrança de clientes manualmente toma tempo? É preciso gerar boletos, emitir notas, entrar em contato com os inadimplente...
Author

Especialista em Marketing de Conteúdo, escreve há mais de seis anos sobre e-commerce, meios de pagamento, tecnologia e viagens.