Depois da Black Friday, as vendas de Natal online são a ocasião mais aguardada pelo comércio, devido ao seu alto potencial de movimentação da economia.

Mesmo em casa, o brasileiro tem realizado compras com a ajuda da internet. Portanto, estar preparado para esse cenário é importante para qualquer empreendedor.

Em 2019, por exemplo, o e-commerce faturou mais de 14 bilhões de reais no Natal, que foi um aumento de cerca de 30% em relação ao ano anterior, segundo pesquisa da Compre&Confie.

Dessa forma, este ano, novamente, a aposta é no comércio eletrônico para as vendas natalinas.

Mas, além de trabalhar em um catálogo de produtos atrativo, o que mais as empresas devem fazer para chamar a atenção do consumidor e ter eficiência na operação de vendas nesta época?

É o que vamos ver no post de hoje! Siga a leitura e veja nossas melhores dicas.

Atenção: o objetivo deste texto é fornecer conteúdo informativo para os nossos leitores. Contudo, não prestamos consultoria sobre vendas online e nem nos responsabilizamos por decisões tomadas por terceiros.

1. Aposte no Marketing Digital

Como estamos falando em compras online, as marcas que querem ser vistas devem estar presentes no digital, através de estratégias de Marketing e Conteúdo.

Por isso, elabore um planejamento de marketing especialmente para as festividades. Dependendo do seu produto ou serviço, principalmente os que forem B2C, as redes sociais podem fazer suas vendas bombarem com mais velocidade. 

Já se você oferece produtos e serviços voltados para outras empresas, pode apostar em estratégias de e-mail marketing e até mesmo redes sociais onde seu público esteja.

Sua campanha deve focar em conversão, ou seja, precisa trazer potenciais clientes que manifestem interesse em comprar com sua marca.

Estamos falando de uma época como o Natal, que é intensa em vendas e demanda resultados rápidos. Por isso, utilize gatilhos, ofertas e promoções para atrair sua audiência qualificada.

2. Invista em Logística

Hoje, a decisão de compra do consumidor não se baseia somente no preço da mercadoria. Por isso, além de toda uma estratégia de branding, você também pode oferecer vantagens adicionais para o seu cliente.

Um dos pontos mais cruciais para as vendas online é a rápida entrega dos produtos. Se você trabalha com produtos digitais ou com serviços, pode pular esse tópico. Mas, no caso de produtos de varejo, pensar na logística é um ponto de bastante atenção.

Para ser bem sucedido nessa questão, você deve ter uma empresa parceira de confiança para realizar o frete. É preciso contar com os melhores do mercado. Assim, você poderá atender seu cliente com agilidade e velocidade, oferecendo curtos prazos de entrega.

Além disso, se possível, ofereça também condições que dêem frete grátis para seu cliente. Isso pode estar condicionado a um valor de compra específico, mas é bom tê-lo como opção, pois essa costuma ser uma vantagem bastante atrativa para o consumidor.

3. Utilize a tecnologia

As vendas online, de forma geral, precisam performar tanto quanto uma venda presencial. Isso quer dizer que os algoritmos devem fazer o papel de um agente de vendas. Imagine que um cliente que chega ao seu site pode estar ainda indeciso em sua intenção de compra de Natal.

Para ajudá-lo, existem algumas ferramentas que podem melhorar essa venda a partir de dados. Você já ouviu falar de Cookies? No contexto que estamos falando, os Cookies de um site rastreiam tudo que o visitante clica no domínio. Com isso, a Inteligência Artificial consegue dar sugestões mais personalizadas a ele.

Isso é positivo para que ele encontre com mais facilidade produtos que possam interessá-lo e, consequentemente, o site venda mais.

Além disso, realizar cross sell também é interessante. Essa técnica oferece ao cliente itens complementares à sua compra. No Natal, pode ser comum que as pessoas queiram realizar compras maiores para presentear familiares e amigos. Para isso, as sugestões de cross sell podem ajudar muito.

Para que sua loja virtual performe dessa maneira, utilize boas plataformas de e-commerce que tenham esse tipo de inteligência.

4. Realize uma boa gestão de estoque

Com base em históricos de vendas de Natal de anos anteriores, faça um levantamento de quais são os produtos ou as categorias mais vendidos na sua empresa nesta época.

A partir disso, prepare seu estoque de acordo com essa demanda. O recomendado é focar em produtos de alto giro, deixando os secundários em menor quantidade.

Outro ponto é que, se sua loja online estiver com promoções em vigor, disponibilize esses itens em maior volume, pois ele poderão ter alta procura. Dessa forma, sua oferta não acabará logo no início das vendas de Natal.

Se você não tem um histórico do seu estoque ou um controle de estoque virtual das entradas e saídas, pode ser o momento de aderir a um software de gestão de estoque.

5. Opere Omnichannel

Os maiores varejistas possuem uma operação omnichannel, que visa a integração entre loja física e virtual. Aqui, temos um post completo que explica o que é uma loja omnichannel; confira a leitura completa! 

Mas, basicamente, a operação omnichannel permitirá que seu cliente possa comprar online e retirar na loja, sem ter que pagar pelo frete. E essa é só uma das possibilidades gerada pela integração de canais. 

De forma geral, ela gera clientes mais engajados e informados sobre seus produtos. Além disso, cria consistência para sua marca, através de uma comunicação unificada, e um atendimento centrado no consumidor.

6. Otimize seus meios de pagamento

Como falamos, diversos fatores afetam a decisão de compra do consumidor. De fato, 70% dos compradores desistem de uma compra quando não encontram o meio de pagamento desejado na hora de pagar.

O mesmo acontece quando há dificuldades na hora de realizar o checkout de pagamento online. A porcentagem é especialmente alta entre as Gerações Y (73%), com idades de 24 a 38 anos, e Z (71%) de 18 a 23 anos. Esses grupos, que representam grande fatia do total de consumidores online, desistem de compras quando o checkout não é transparente.

Portanto, aproveite a ocasião das vendas de Natal online e implante uma plataforma completa para os pagamentos no seu site. Nesse quesito, a Vindi é ideal para o seu negócio. 

Ela conta com o maior gateway de pagamentos do país, que aceita todas as bandeiras de cartão e não te deixa preso a uma só operadora. Na solução, você também pode oferecer boletos para os seus clientes, tudo emitido dentro da própria plataforma, com as melhores taxas de conciliação.

A ferramenta é flexível para diversos modelos de negócios, permitindo tanto as cobranças avulsas, quanto os parcelamentos e a automação em vendas recorrentes. Além disso, você acompanha em tempo real as vendas realizadas e tem total controle sobre cada recebimento

Por fim, ele é um sistema totalmente integrável a outros softwares. Ou seja, se sua empresa usa algum software de gestão, pode integrá-lo com a Vindi, através de uma API extremamente fácil de implementar. 

Além de poder aproveitar centenas de integrações já pré-configuradas na plataforma, como Notas Fiscais, Sistemas Antifraude, e outros.

Fale com os nossos consultores e obtenha essa ferramenta completa para vender mais e sempre!