Você já deve ter ouvido por aí termos como: meios de pagamento, adquirentes ou api de pagamento e ficou pensando “que diabos é isso?”.  Nós sabemos que para quem é novo no segmento de cobranças, todos esses termos dos processos de pagamento podem gerar confusão.

É, por isso, que decidimos escrever esse texto para você. Nele, vamos explicar os principais termos técnicos envolvidos nos processos de pagamento de uma forma que você consiga entender. 

Então, chega de papo. É hora de desvendar esse mistério.

Processos de pagamento sem mistério

O vocabulário

Antes de qualquer coisa, vamos falar sobre as principais palavras envolvidas nos processos de pagamento. Elas são mais populares e talvez você já as conheça. Mas é importante “começar do começo”. Assim garantimos que não restam dúvidas, certo?

Checkout

Esse termo do inglês, muito usado no Brasil, se refere a ação de sair ou mesmo finalizar um processo.

É, por isso, que ele é muito usado no mundo dos processos de pagamento, principalmente online. Nesse contexto, checkout se refere exatamente a finalização da compra, quando o cliente insere suas informações de cobrança.

Talvez você já tenha ouvido também a expressão checkout transparente. Nesse contexto, o termo se refere ao ato do cliente concluir o pagamento no ambiente do e-commerce. Ou seja, sem ser redirecionado para uma página exterior.

Transação

A palavra transação é muito usada no mundo financeiro e em processos de pagamento. Sendo que o termo se refere a transferência de valores.

Ao fechar com alguma empresa, é comum que você se depare com a informação que será cobrada uma taxa por transação. Então, agora você já sabe que precisará pagar um valor por cada operação financeira ou qualquer pagamento recebido.

Billing

Mais um termo em inglês que usamos bastante em processos de pagamento é o billing. Em tradução fiel, esse termo quer dizer faturamento.

Porém, no segmento de pagamentos, ele se refere, principalmente, a um sistema de cobrança (de tarifas, de planos ou de serviços) que gera e controla faturas. Aliás, já escrevemos um post bem completo sobre o assunto. Não deixe de ler “O que é billing”.

Meios de pagamento

Os meios de pagamento ou formas de pagamento se referem como o cliente vai pagar. Sendo assim, os principais são: dinheiro, cartão de crédito, cartão de débito ou mesmo boleto bancário.

Vale citar que hoje em dia o boleto em papel já pode ser substituído pelo digital. Nesse caso, o documento é enviado por e-mail ao cliente, sem a necessidade de gastos com impressão e envio pelos correios.

Os agentes

Agora que já desvendamos as principais palavras que usamos em processos de pagamento, chegou a hora de saber quem são os responsáveis.

Bancos

Os bancos, bem conhecidos pela maioria das pessoas, são instituições – privadas ou públicas – que oferecem serviços financeiros à sociedade. Com isso, a maioria das transações envolvem, de uma forma ou de outra, os bancos.

Bandeiras de cartão

As bandeiras de cartão de crédito são empresas responsáveis por fornecer a tecnologia e fazer o credenciamento de estabelecimentos para que eles possam aceitar esse meio de pagamento. As mais conhecidas são Visa, Mastercard, Elo entre outras.

Adquirentes 

Chegamos em termos mais técnicos e, muitas vezes, desconhecidos por leigos em processos de pagamento. Mas, saiba, que os adquirentes são essenciais em transações por cartão.

Pois essas empresas, também chamadas de credenciadoras, tem como principal função criar um canal de comunicação rápido e seguro entre sua loja e o banco. São elas que conferem os dados do consumidor e validam uma compra.

Entre as mais conhecidas estão a Cielo, GetNet e Rede.

Gateway de pagamento

Uma das principais dúvidas de quem está chegando no mundo de pagamentos é em relação a função do gateway de pagamento.

Podemos defini-lo como uma empresa de tecnologia de meio de pagamento que faz a ligação entre bancos, adquirentes e lojistas. Além disso, o gateway é responsável por todas as etapas de uma transação: desde o momento em que o cliente fornece seus dados, até a aprovação e confirmação da compra.

Um exemplo de gateway é a Vindi.

Subadquirentes

Também chamados de intermediadores, os subadquirentes dispensam a filiação a um banco ou adquirente para receber pagamentos. Além disso, essas empresas são responsáveis por todas as etapas da transação, inclusive em repassar o valor das compras ao comerciante.

Se você quiser entender melhor a diferença entre esses três serviços, então é só ler nosso artigo “Adquirente, subadquirente e gateway: quais as diferenças?”

As ferramentas

Chegou a hora de conhecer quais ferramentas e tecnologias podem ser usadas nos processos de pagamento. Vamos lá!

Api de pagamento

Api é uma sigla do inglês para Application Programming Interface. Em processos de pagamento, uma Api permite que dois programas diferentes conversem entre si.

Com isso, ao utilizar uma api de pagamento é possível realizar diversas integrações que vão melhorar a experiência do cliente.  

Plataforma de pagamento

As plataformas de pagamento são ferramentas que permitem realizar cobranças de forma automatizada. Além disso, elas oferecem maior controle sobre clientes, principalmente os inadimplentes.

Quer saber os principais benefícios dessa ferramenta? Então, é só ler nosso texto “Plataforma de pagamento: 6 benefícios ao contratar uma

Os estilos

Uma cobrança pode ser pontual, de um produto ou serviço, como também contínua. Sendo que no segundo caso, ela entra no que chamamos de economia da recorrência; que são exatamente os processos de pagamento contínuos.

Cobrança recorrente e pagamento recorrente

Bem popular nos tempos atuais, a cobrança recorrente se refere a produtos ou serviços oferecidos em assinaturas, planos ou mensalidades. Por isso, sua principal característica é cobrar o mesmo cliente continuamente.

Já o pagamento recorrente é a opção de automatizar esse processo, tornando-o menos burocrático. Além disso, o termo também se refere a possibilidade de aceitar cartão de crédito como meio de pagamento.

Nesse texto desvendamos os principais termos técnicos que fazem parte dos processos de pagamento. Parabéns! Agora você já é um especialista no assunto e pode escolher os melhores serviços para sua empresa.Conheça a Vindi

Author

Especialista em Marketing de Conteúdo, escreve há mais de seis anos sobre e-commerce, meios de pagamento, tecnologia e viagens.