Cartão de crédito ou Boleto: qual o melhor para sua empresa?

faturamento ecommerce
Fonte: ebit.com.br

Os números só confirmam o que a gente já sabe: as compras virtuais ultrapassaram fronteiras e uma infinidade de produtos e serviços podem ser encontradas na internet numa variedade infinita de lojas. É só dar alguns cliques que você encontra o que procura. Comparar preços nunca foi tão fácil e fidelizar um cliente nunca foi tão difícil.

Para não perder clientela, empreendedores passaram a contar com estratégias de pagamento e que se encaixam em cada necessidade do cliente. Mas você sabe qual a melhor forma de fechar uma venda virtual? Cartão de crédito ou boleto bancário? Confira o post e saiba qual escolher!

Por que vender no boleto bancário?

Não são todos os consumidores que possuem um cartão de crédito e os que possuem ao menos um, têm certa insegurança e resistência para usar. Oferecer boleto bancário numa venda não significa voltar no tempo. Muito pelo contrário. Essa é uma nova tendência de mercado e o empreendedor que deseja reter e fidelizar clientes precisa fornecer o pagamento via boletos.

Segundo a pesquisa Consumo Virtual no Brasil, o boleto foi a segunda forma de pagamento mais utilizada entre as 678 pessoas entrevistadas que compraram pela internet em 2014. Em porcentagem, equivale a 54%. O cartão de crédito lidera, com 78%.

Vantagens e desvantagens do uso de boletos no e-Commerce

O boleto ainda é extremamente utilizado no Brasil. Clientes compram e imprimem os documentos que podem ser pagos em lotéricas, agências bancárias ou postos dos Correios de qualquer lugar do território nacional. Desde que esteja dentro da data de vencimento, qualquer estabelecimento conveniado também poderá receber o pagamento via boleto. Vejamos algumas vantagens e desvantagens:

Vantagens

  • Segurança ao comprar – muitos clientes preferem visualizar a autenticidade do documento e a via de quitação anexa a ele do que receber um email de confirmação por meio digital;
  • Baixo custo – não é preciso repassar os custos de aquisição para os clientes e o dinheiro recebido é liberado para a empresa com muito mais rapidez, que pode ser em até 48 horas;
  • Taxas menores quando comparado a outras modalidades de pagamento, como o cartão de crédito;
  • Multas e juros – possibilidade em casos de atraso de cobrar multas e juros sobre o valor a ser pago;
  • Atrativo – forma mais eficaz de atrair clientes que não se sentem seguros com a utilização de cartão de crédito ou outras formas virtuais de pagamento;
  • Possibilidade de desconto – atrair clientes através de descontos via pagamento por boleto bancário.

Desvantagens

  • Demora na constatação do pagamento – pode chegar a cinco dias úteis para o cliente efetuar o pagamento;
  • Risco de desistência – muitos clientes chegam a imprimir o documento, porém, não efetuam o pagamento, implicando em perda de tempo e dinheiro da loja, que acaba retirando o produto da vitrine virtual neste meio tempo até que o prazo de pagamento expire.

Como faço para começar a emitir boletos bancários?

A princípio, é necessário ter uma conta bancária para receber os pagamentos efetuados. Uma das possibilidades é integrar o sistema de compra com o próprio sistema da loja e a partir daí escolher as formas de envio ao cliente, que poderá ser através de boleto por e-mail, automaticamente, ou pelos Correios num prazo de 5 dias antes do vencimento.

Outra grande possibilidade, e que vem ganhando cada vez mais adeptos, é através de uma plataforma especializada na emissão de boletos. E é aí que a Vindi entra e ampara suas escolhas! Em apenas 30 segundos você pode realizar e finalizar todo o processo, desde a criação do cliente, cadastro do produto ou plano, até a emissão do boleto. Além disso, o envio das faturas poderá ser realizado por email ou em PDF. Nunca foi tão fácil cobrar, receber e gerenciar – tudo de forma automatizada e simples. Saiba mais aqui.

Todas as empresas podem usar pagamento por meio de boleto bancário?

A resposta é simples: sim! Pequenas, médias e grandes empresas podem se beneficiar da utilização de pagamentos por meio de boletos bancários. Por muito tempo pensou-se que apenas grandes empresas poderiam aderir à prática mas, hoje em dia, até pessoas físicas podem gerar pagamentos por meio de boletos.

E no caso de Cartão de crédito?

Sem dúvida é a preferência nacional entre os consumidores que realizam compras virtuais. E não seria diferente. A facilidade e agilidade na hora de finalizar uma transação alavancam a utilização desta opção.

De nada adiantaria ter inúmeros produtos e serviços à disposição do cliente se na hora de fechar a venda o processo se torna burocrático e demorado – uma verdadeira chamada para o insucesso. E os cartões de crédito passam a suprir essa deficiência. É impossível pensar em querer vender e não ter a opção de pagamento via cartão de crédito. Com ele, em questão de segundos o pagamento é aprovado pela operadora do cartão, o que torna a compra ainda mais dinâmica.

Vantagens

  • Parcelamento do pagamento – o que em muitos casos aumenta o volume de itens adquiridos numa mesma compra;
  • Fica isento da taxa adicional do boleto bancário;
  • O pagamento é compensado automaticamente pelo vencimento estipulado no ato da compra, sem a necessidade de ter que lembrar a data, como acontece com boletos;
  • Não há possibilidade de perda, extravio ou atrasos, já que todo o processo é online;
  • Certas lojas oferecem descontos na compra com cartões específicos;
  • Muitas lojas possuem cartões próprios, tanto Visa quanto Mastercard, concedendo descontos e até prazos diferenciados para pagamento.

Desvantagens

  • Demora das operadoras de cartão de crédito no repasse do valor pago pelo cliente – cerca de 30 dias depois da compra;
  • A contratação do serviço demanda um processo burocrático e lento;
  • Caso o empreendedor queira realizar a integração da plataforma e-commerce com a operadora terá que contratar um gateway de pagamento ou instalar um módulo.
  • Obrigatoriedade em possuir CNPJ.

Como faço para contratar o serviço de Cartão de Crédito?

Há duas possibilidades: você entra em contato com a operadora, que vai realizar o processo de adesão da loja, ou com uma plataforma de pagamento especializada. Pensando nisso, a Vindi vem oferecendo no mercado a melhor forma de amparar a loja e o cliente – através do Pagamento Recorrente com diversas operadoras.

O Pagamento Recorrente Cielo, por exemplo é uma das opções mais utilizadas da Vindi. Nele, tudo acontece de forma automatizada. O cliente e o cartão são cadastrados e, todo mês, a Cielo cobra e deposita na sua conta o valor. Basta, apenas, que você tenha uma conta na Vindi.

As cobranças podem ser programadas para serem feitas todo mês, a cada quinze dias ou a cada ano, sem comprometer o limite dos clientes. E a plataforma está disponível na nuvem, não sendo necessário instalar qualquer software.

cta_fimdoboletosemregistro

E aí? Gostou do post? Tem alguma dúvida ou sugestão sobre qual forma de pagamento escolher? Compartilhe conosco nos comentários abaixo!

Sobre o autor

Redação Vindi
A Equipe de redação Vindi é formada pela área de sucesso do cliente, marketing, financeira e vendas. Todo mundo contribui para que você fique informado sobre tudo em assinaturas, pagamento on-line e Saas.

Você vai gostar também

3 Formas de perder dinheiro no e-commerce (e como ... O mundo dos pagamentos online tem muitas especificidades que, se não monitoradas de perto e com cuidado, podem gerar prejuízos para o seu e-commerce. ...
Instagram libera função de compras nos Stories Ontem (17/09) o Instagram anunciou que agora será possível para todos os e-commerces que forem aprovados na rede social, o anúncio de seus produtos pe...
Pagamento Online Quando você compra algo pela internet, seja qual for o item, tem um meio de pagamento online funcionando por trás dessa compra. Sabia disso né? Não? E...
Amazon fará entregas aos Domingos Em uma manobra estratégica, a Amazon fará entregas aos Domingos. Numa parceria com a USPS (United States Postal Service), a gigante vai trazer uma nov...