Qual é a diferença entre máquina de cartão e afiliação e-commerce?

Comumente, as máquinas de cartão são o método mais usado pelas lojas físicas para oferecer o pagamento no cartão de crédito. Mas, essa não é a única forma. Escolas, academias e outros ramos de loja física oferecem a opção de pagamento via afiliação e-commerce.

A dúvida que fica é: qual é a melhor opção para oferecer pagamento no cartão de crédito e débito? Antes de tomar essa decisão, você precisa saber qual é a diferença entre os dois métodos. Vejamos:

Máquinas de cartão de crédito e débito:

  • POS (Point of Sale ou Ponto de Venda)

A POS (Point of Sale ou Ponto de Venda) funciona conectada a uma linha telefônica para transmitir informações, a exemplo dos modens de internet discada que usávamos há alguns anos. Por precisar de conexão, ela é utilizada principalmente em vendas de balcão, como em supermercados, farmácias e etc.

  • POO (Point of Outdoor ou Ponto de Venda Externo)

A POO (Point of Outdoor ou Ponto de Venda Externo) é uma máquina de cartão de crédito que funciona como a POS, a diferença é que ela não precisa estar conectada a uma linha telefônica. Ela funciona através de um chip de celular para transmitir as informações de compra por meio das redes de dados das operados de telefonia. Essas são as maquinetas que, comumente, vemos em bares ou na cobrança de corridas de táxi.

Pagamento online

A pesquisa Total Retail da PwC, divulgada em março de 2016, apontou que as compras online superaram as efetuadas em lojas físicas. São 38,2% que compram pela internet contra 30,9% que ainda vão às lojas físicas. Esse é um dado que faz a gente, pensando no lado do empreendedor, avaliar o quanto os pagamentos online estão crescendo. Ainda mais se pensarmos que milhares de outras coisas são pagas por aplicativos e sites todos os meses.

Para essas vendas é inviável um POS ou POO justamente porque precisam de uma maquineta e a interação física do cliente. Por isso usa-se um gateway (software online de pagamento) ou adquirente atuando na transição.

Nesse modelo, o gateway efetua o processo de transmissão de dados em tempo real entre banco emissor e as bandeiras de cartão de crédito para que a compra seja aprovada. Apesar de parecer um modelo mais sugestivo ao e-commerce, esse modelo também é aplicável a vendas físicas, como escolas e academias. Pois, através de uma plataforma como a da Vindi, você só precisa inserir os dados do cliente que será cobrado mensalmente. Isso dispensa o uso de maquineta e, consequentemente, o aluguel dela.

Diferença de taxas entre afiliação e-commerce e máquinas de cartão de crédito

Existe uma dúvida entre as empresas sobre a diferenças das tarifas cobradas em cada operação, que é: por que as taxas de transação online são maiores quando comparadas às das vendas off-line?

Essa diferença acontece por causa dos fatores de risco. Em uma venda off-line é necessário que o cliente esteja presente na compra e tenha em mãos a senha do cartão. Isso reduz significativamente as chances de fraude e, consequentemente, chargeback. Assim, as operadoras têm mais confiança na loja física, logo, cobram menos pelas transações.

Já nas vendas online, os riscos são muito maiores. Temos levantado bastante aqui a questão de segurança nos sites de e-commerce, que envolve, entre outras coisas: antifraude, SSL e uso de plataformas de pagamento que sejam certificadas para que vendas sejam mais seguras, tanto para o cliente quando para a loja online.

compras_online

Mesmo assim, essa série de riscos compromete na confiabilidade das operadoras, por isso as taxas são maiores. Mas, o uso de dispositivos de segurança, como os citados acima, e o tempo de vida e relacionamento da empresa com a operadora permitem que, em longo prazo, essas taxas diminuam.

Quando uma empresa de pagamento, a exemplo da Vindi, atua como intermediador entre operadora e e-commerce as taxas podem ser já de início menores, já que é feita toda uma análise de aprovação.

Mas são os fatores de risco que influenciam na diferença de taxas entre as transações feitas via afiliação e-commerce e as feitas em maquinetas (POS e POO).

Apesar de taxas um pouco maiores por conta dos fatores de risco, o pagamento online hoje é quase indispensável para os mais diversos segmentos. É só analisar o cenário. Você vai perceber que tudo o que os clientes buscam hoje envolve facilidade e comodidade. Por isso o digital está alavancando tanto.

Com o pagamento online, eles não precisam sair de casa para comprar um produto ou contratar um serviço, além de dispensarem o uso de senhas e preocupação com cobranças, já que isso vem na fatura no cartão de crédito.

Agora que você já sabe as diferenças entre afiliação e-commerce e as máquinas de cartão, já consegue escolher o melhor para o seu negócio. Quer saber mais sobre as tarifas de transação no cartão de crédito? Clique Aqui. 

Boas vendas! 🙂

vindi-banner

Sobre o autor

Nathalia Braga
Jornalista que passou por redações de entretenimento, varejo e economia, mas acabou se apaixonando por marketing digital e hoje atua em suas principais vertentes.

Você vai gostar também

Panorama de desempenho do e-commerce em 2017 A ideia deste post é demonstrar alguns resultados do e-commerce 2017 no Brasil através de dados do primeiro semestre e deixar a pergunta: o resultado ...
Formas de Pagamento Online Uma pesquisa da Google apresentada na quarta-feira (21/9) mostrou que a intenção de compra dos consumidores para a Black Friday este ano teve alta. No...
Integração | Vindi + PayPal Em seu site, o Paypal tem a seguinte categoria “Razões para você usar o Paypal” com uma listagem de benefícios que o modelo de pagamento oferece. Hoje...
Pagamento Online Quando você compra algo pela internet, seja qual for o item, tem um meio de pagamento online funcionando por trás dessa compra. Sabia disso né? Não? E...