Se você quer saber quais são as estratégias e canais que mais trazem retorno para sua empresa, então é preciso ficar de olho nos resultados. Existem diversas indicadores no mundo do marketing que podem ajudá-lo com isso. Mas, hoje vamos falar do ROI e ROAS.

Essas duas métricas permitem que você conheça qual é o seu retorno diante dos investimentos que faz; seja em campanhas por e-mail, landing pages, redes sociais, anúncios online entre outros.

E, exatamente por essas duas métricas ajudarem você a entender em quais canais se está ganhando dinheiro ou perdendo, é que elas são importantes e merecem sua atenção. Porém, o ROI e o ROAS não são a mesma coisa e cada uma tem sua função. Entenda melhor ao longo desse texto.

O que é ROI e ROAS?    

Ao lado de métricas como CAC (custo de aquisição por cliente) e Churn (taxa de cancelamentos), o ROI se tornou bem popular, principalmente para negócios online, como: e-commerces, clubes de assinatura ou mesmo empresas que atuam no modelo SaaS.

ROI é a sigla para Return over Investment, traduzido para o português como Retorno sobre Investimento. Então, por meio desse indicador é possível descobrir qual foi o seu lucro diante das aplicações.

Incluindo, por exemplo, as campanhas nas redes sociais, mas também em outros serviços como treinamento da equipe de vendas, aquisição de um novo software e por aí vai.

Já a sigla ROAS, também de uma expressão em inglês, significa Return on Advertising Spend ou Retorno com Gastos de Anúncios. Ela ganhou popularidade mais recentemente e está relacionada apenas aos gastos feitos em anúncios.

Com isso, é comum que você encontre o ROAS em ferramentas como Facebook Ads, Instagram Ads, Google Ads e outras plataformas sociais. Sendo que esses dados são importantes para que a equipe de marketing entenda quais ações e quais canais são mais vantajosos para seu tipo de negócio.  

Afinal, qual a diferença entre ROI e ROAS?

Como você percebeu acima, enquanto o ROI é uma métrica mais ampla e pode ser aplicada para diversos serviços, o ROAS é um indicador dedicado aos anúncios pagos.

Por isso, ele é mais utilizado para medir canais como Facebook Ads, Google Adwords, Instagram Ads e LinkedIn Ads.

Podemos dizer que o ROAS é praticamente o ROI de anúncios pagos. Mas, cada um tem sua importância e deve ser acompanhado de perto. Assim, você terá uma visão mais ampla de quais estratégias geram mais lucro para sua empresa.

Como calcular 

Agora que você entendeu o que significa cada uma dessas siglas, é hora de descobrir como encontrar o resultado de cada uma delas. Veja só:

Para calcular o ROI, você deve utilizar a seguinte fórmula:

ROI = receita – custo  ➗  custo

E, ao final, se você quiser encontrar o valor em porcentagem, basta multiplicar por 100.

Já o ROAS tem uma fórmula ainda mais simples:

ROAS = receita ganha pelas mídias pagas ➗ custo de anúncios

O ideal é que o seu ROAS sempre esteja acima de R$ 2, esse é o padrão do mercado. Pois se você encontrar um número igual a R$ 1 significa que você não está tendo lucro. E, já quando este valor está abaixo de R$ 1, então significa que seus anúncios estão gerando, na verdade, prejuízo.

Além disso, os custos adicionais com agência ou mesmo um designer freelancer devem ser incluídos no custo dos anúncios. Assim, você terá um resultado real.

Como melhorar seu ROAS  

Se você quer aumentar sua margem de lucro com anúncios, aqui vão algumas dicas.

1 – Mobile

As pessoas passaram a usar os dispositivos móveis, principalmente o celular, como um dos principais meios para acessar a internet, visitar sites e até para fazer compras. Por isso, é importante que seus anúncios sejam otimizados e responsivos para esses aparelhos.

2 – Persona

Conhecer muito bem quem são seus principais perfis de clientes (chamado de persona no mundo do marketing) é outra maneira de aumentar seu ROAS. Pois quando você sabe quem é o público que vai receber sua comunicação, é possível segmentar e utilizar a linguagem certa.

3 – Testes

Aplicar testes A/B permite que você saiba quais são os anúncios que estão trazendo mais resultados. Assim, você foca seus esforços neles e desativa aqueles que não estão funcionando.

Muitas vezes uma foto diferente, um texto escrito com outras palavras ou outros detalhes podem aumentar suas conversões. Por isso, lembre-se sempre de testar!

Agora que você já sabe qual é a diferença entre ROI e ROAS, chegou a hora de começar a calcular e a investir nas melhores estratégias para seu negócio. Boas conversões!