NRF 2022 é simplesmente o maior evento sobre varejo do mundo, que reúne os maiores players do mercado para falar sobre tendências, tecnologia e estratégias.

Se você vende pela internet, pela loja física ou por ambos os canais, precisa ficar por dentro de tudo o que aconteceu nesta edição da feira.

Afinal, vivemos um momento de profundas transformações causadas pela pandemia de covid-19, mudanças radicais em hábitos de consumo e tendências que vão mudar completamente o futuro do varejo.

A seguir, você vai conhecer as novidades e conferir um resumo dos pontos mais importantes da NRF 2022.

Continue lendo e prepare-se para o que está por vir.

NFR 2022: o que é o NRF Retail’s Big Show?

NRF Retail’s Big Show é a maior feira de varejo do mundo, realizada anualmente pela National Retail Federation (NRF, ou Federação Internacional do Varejo) nos Estados Unidos.

O primeiro evento foi organizado em 1911, quando a NRF ainda se chamava National Retail Dry Goods Association (NRDGA).

Atualmente, a feira é realizada todos os anos e reúne varejistas de todo o mundo em uma mistura de conferência empresarial com trade show (evento de negócios).

Participam do evento grandes players como Amazon, Walmart e Best Buy, mas também milhares de varejistas médios e até pequenos.

Em 2022, tivemos a 110ª edição do evento, com ampla repercussão internacional e mais de 25 mil participantes.

Como era esperado, o tema central da feira foi o desafio de lidar com as mudanças globais causadas pela pandemia de coronavírus e as novas tendências de consumo geradas a partir das múltiplas crises sanitárias, econômicas e políticas.

Quando e onde acontece?

O NRF Retail’s Big Show acontece todos os anos, geralmente na segunda semana de janeiro, na cidade de Nova York.

Em 2022, a 110ª edição do evento foi realizada entre os dias 16 e 18 de janeiro.

O espaço escolhido para a realização foi o Jacob Javits Convention Center, que possui mais de 310 mil metros quadrados de extensão.

Vale ressaltar que a edição de 2021 foi realizada online devido à pandemia.

Em 2022, devido ao avanço da variante Ômicron, o público foi metade daquele presente no ano anterior à crise sanitária – ainda assim, o suficiente para causar impacto no mercado e traçar as tendências para o futuro.

Veja o resumo do evento no vídeo oficial abaixo:

Principais tendências do NFR 2022 por varejistas

A NFR 2022 trouxe várias tendências fundamentais para o futuro do varejo.

Confira os destaques:

Social Commerce

O social commerce é uma das tendências apontadas na NFR 2022, que combina o crescimento do e-commerce com a onipresença das redes sociais na vida do consumidor.

A previsão é de que os influenciadores digitais participem cada vez mais do comércio eletrônico, uma vez que alcançam grandes resultados de vendas em mídias como Facebook, Instagram, YouTube, Twitter e Tik Tok.

Outra tendência que desponta na mesma linha é o live commerce, que consiste em vender produtos e serviços durante transmissões ao vivo em plataformas – uma reinvenção dos programas televisivos ao estilo Shoptime.

Saiba mais sobre o tema no episódio do Dentro do Ringue abaixo:

Realidade aumentada

As tecnologias de RA (Realidade Aumentada) permitem integrar o mundo físico ao digital e trazem novas experiências para o varejo.

Na NRF 2022, a empresa Expivi Inc. apresentou novas tecnologias 3D que permitem uma visualização completa de produtos de um e-commerce.

A Realidade Aumentada pode ser usada no ponto de venda e nas lojas virtuais para oferecer uma imersão no catálogo de produtos da empresa.

Quick commerce

Outro ponto importante abordado na NRF 2022 foi a velocidade esperada das compras online.

A tendência é que o e-commerce se torne um “quick commerce”, com prazos de entrega cada vez mais curtos e processos cada vez mais ágeis.

Tudo para satisfazer um consumidor que não quer mais esperar para receber seus produtos.

Um exemplo claro desse movimento é a modalidade de entrega para o mesmo dia da compra, que vem sendo implementada por grandes varejistas online.

Automação Avançada

A automação já faz parte da rotina do varejo com o apoio de tecnologias que substituem o trabalho manual e agilizam processos.

Mas, na NRF 2022, foram apresentadas tendências ainda mais avançadas, tais como:

  • Robôs que atuam ao lado de humanos em armazéns e centros de distribuição para agilizar tarefas de fullfilment (Locus Robotics)
  • Sistemas completos de automação de armazéns (AutoStore)
  • Robôs de limpeza para manutenção de galpões (Avidbots)
  • Robôs de transporte que fazem entregas de curta distância para o varejo (Ottonomy).

Conveniência

A ideia de eliminar qualquer fricção no processo de compra no varejo foi outro tema recorrente no NRF 2022.

Cada vez mais, os consumidores procuram experiências rápidas, convenientes e sem a necessidade de contato com outras pessoas (contactless).

Uma das grandes pioneiras nessa tendência é a Amazon, com seu modelo de loja “Just Walk Out” – estabelecimentos onde a cobrança dos produtos é feita de forma automática na saída dos clientes, eliminando a necessidade de um caixa e agilizando ainda mais as compras.

Outros varejistas estadunidenses que exploram essa tecnologia para proporcionar mais conveniência a seus clientes são Ahold Delhaize USA, Giant Eagle e Hy-Vee.

Segurança

Em meio a uma pandemia, a segurança se tornou uma tendência predominante nos negócios varejistas.

A CEO da Best Buy, Corie Barry, foi uma das líderes que reforçaram a importância das medidas de proteção adotadas no varejo.

“A segurança importa. Desde o início, um dos nossos princípios mais importantes foi proteger a saúde de nossa equipe e dos clientes. Queremos que eles se sintam seguros”, afirmou a gestora em sua fala no evento.

E não se trata apenas da segurança no sentido da saúde humana.

A tendência é que as lojas também se preocupem em proteger os dados de clientes e em oferecer meios seguros para a conclusão das compras.

Experiência omnichannel

A experiência omnichannel já era tendência e se consolidou como a promessa do varejo na NRF 2022.

Por exemplo, 40% dos clientes da Best Buy preferem retirar o produto adquirido na loja, mesmo que a maior parte desses itens tenham entrega gratuita para o dia seguinte.

Isso mostra que é fundamental integrar canais online e offline, oferecendo opções de retirada na loja, em pontos de retirada, em estabelecimentos parceiros e onde o cliente preferir.

O caminho inverso também é importante: é preciso garantir que as lojas físicas estejam 100% conectadas às lojas virtuais, usando recursos como a realidade aumentada.

A CEO e fundadora do GDR Creative Intelligence, Kate Ancketill, foi além e causou impacto ao iniciar sua apresentação com um slide dizendo: “OK, Boomer: não estamos nem aí para o seu ‘omnichannel’”.

Kate abordou as tendências do varejo a partir das perspectivas das gerações Z e Alpha, que vivem em um mundo omnichannel desde que nasceram. A executiva afirma que, aos olhos dos consumidores, não há mais uma separação entre online e offline.

É preciso que as marcas abracem um mundo que é ‘não-linear’, a partir do comportamento de gerações que abandonaram caminhos tradicionais na hora de consumir. 

Veja mais sobre essa palestra no vídeo abaixo do Portal Mercado & Consumo:

Uso de dados

Os dados também seguem no centro da experiência do cliente (Customer Experience) no varejo.

A conclusão que podemos tirar da NRF 2022 é que qualquer empresa varejista que queira ter sucesso nos próximos anos precisa coletar, processar e interpretar dados de clientes e compras para traçar estratégias de vendas mais certeiras.

Afinal, em um mercado tão concorrido e com tantos recursos tecnológicos, somente o conhecimento e as decisões baseadas em dados podem gerar vantagem competitiva.

Criptomoedas

As criptomoedas como meios de pagamento são uma tendência emergente que não podia ficar de fora da NRF 2022.

Empresas como LibertyX já oferecem soluções de pagamentos com criptomoedas para e-commerces, por exemplo.

Para o CEO da RocketFUel Blockchain, empresa pioneira em soluções de checkout com criptoativos, os varejistas que passarem a aceitar criptomoedas terão um aumento expressivo em suas receitas nos próximos anos.

Impactos no futuro do varejo

As tendências que acabamos de conhecer terão enorme impacto no futuro do varejo online e offline.

Daqui para frente, as empresas terão que focar todos os seus esforços em construir uma experiência do cliente sintonizada com os novos hábitos de consumo pós-pandemia.

Isso porque a nova jornada do consumidor é muito mais complexa.

As pessoas interagem com as empresas por meio de inúmeros pontos de contato online e offline – e já não existe uma barreira entre os mundos físico e digital.

Nesse cenário, as palavras-chave são inovação e personalização, pois será preciso acompanhar as mudanças rápidas de expectativas e integrar perfeitamente todos os canais de vendas e de comunicação com os clientes.

Para isso, entram em cena as novas tecnologias interativas, soluções logísticas complexas, automação avançada, inteligência artificial e outros recursos que vão transformar o varejo nos próximos anos.

Saiba mais sobre as Tendências do E-commerce: 

Termos da moda que você precisa conhecer

A NFR 2022 foi marcada por termos inovadores que você precisa dominar para acompanhar o futuro do e-commerce.

Confira os mais importantes:

  • Metaverso: conceito que representa um novo universo digital que une as realidades virtual e aumentada em um único ambiente (Ex: jogos Second Life e Pokémon GO). No varejo, deve criar novas oportunidades de vendas e geração de receita a partir de canais diversificados e experiências imersivas
  • NFT: Non-fungible Token, ou token não fungível, é um tipo de certificado criptográfico ligado a um produto digital que garante sua autenticidade. Esses ativos podem gerar novos produtos digitais, tokens de compra e outros colecionáveis
  • POAP: Proof of Attendance Protocol é um souvenir digital que funciona como um “crachá” NFT dentro da blockchain da criptomoeda Ethereum. Pode ser usado no varejo para promover eventos virtuais
  • Figital: conceito derivado da junção entre físico e digital que representa a fusão definitiva entre os canais online e offline. No varejo, trata-se da criação de pontos de experiência completos para os consumidores.

Como colocar em prática as lições do NFR 2022?

Para aplicar as lições do NFR 2022 na sua empresa, é preciso levar em conta suas necessidades e adaptar as inovações à sua realidade.

Afinal, não adianta implementar tecnologias avançadas de automação se não houver a base digital necessária para isso e se não for gerar valor para o seu negócio.

Para começar, foque na criação de uma experiência do cliente diferenciada e pense no que você pode mudar para oferecer mais conveniência, segurança, rapidez nas compras e integração entre canais online e offline.

Um passo essencial é garantir um processo de cobrança automatizado e oferecer os mais diversos meios de pagamento aos seus clientes, principalmente na recorrência.

Se você quer adotar as tendências da NRF 2022, assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades do mercado de pagamentos recorrentes.

Rate this post

Write A Comment