Receba no seu e-mail as principais matérias publicadas no Blog Vindi

Tag

servicos

Browsing

Com cerca de 5.300 estacionamento em atividade em São Paulo, um equivalente a 500 mil vagas, empresários do ramo procuram novas estratégias, como um sistema para estacionamento, na tentativa de contornar a crise que atinge o setor.

Segundo dados do Sindepark (Sindicato de Empresas de Garagens e Estacionamentos), o valor médio das diárias sofreu queda de 21% na capital em 2017, podendo chegar até 40% em locais de grande circulação.

Pensando nisso, selecionamos 4 sistemas para estacionamentos que você pode começar a utilizar hoje mesmo. Confira!

Sistema para Estacionamento

1. ABCPark

O ABCPark é um sistema para estacionamento prático e completo para a rotina de qualquer estacionamento (ou lava-rápido). Entre as soluções que esse software oferece estão:

  • Controle de rotativos/horistas;
  • Cadastro com controle personalizado;
  • Convênios e condições especiais de preço;
  • Maior segurança, com diferentes níveis de permissão de uso;
  • Impressão de cupons de entrada e saída;
  • Maior controle sobre fluxo de caixa.

2. Parkeer

O Parkeer é um sistema para estacionamentos que realiza o controle operacional de seu estabelecimento com segurança e eficiência. Além de ser uma solução de baixo custo, o software possui diversas funcionalidades voltadas para otimização da sua rotina, como:

 

  • Tarifação inteligente;
  • Planos mensais;
  • Convênios;
  • Maior controle sobre fluxo de caixa;
  • Anotações e lembretes;
  • Vouchers;
  • Acréscimo de serviços como lava-jato, lava-rápido, cera, polimento e outros;
  • Proteção do sistema com anti-fraude;
  • Emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NFS-e).

3. Easy Park

O Easy Park é um sistema online para estacionamentos que possui diversas funcionalidades, como controle de fluxo de veículos e valores por horários. Além disso, a ferramenta possui:

  • Aplicativo que mostra vagas disponíveis;
  • Abertura e fechamento de caixa;
  • Ativação de vouchers e cupons de desconto;
  • Cadastro de avarias (maior segurança para evitar fraudes).

4. Jump Park

Esse sistema para estacionamento possui uma interface mais intuitiva para realizar a gestão do seu estabelecimento. Com o Jump Park, você terá acesso a funcionalidades como:

  • Redução dos custos operacionais;
  • Envio de recibo por e-mail;
  • Otimização no tempo de atendimento;
  • Atualizações e melhorias no sistema;
  • Aplicativo com modo offline.

Além disso, o Jump Park também conta com algumas das funcionalidades básicas, semelhante aos demais softwares (gerenciamento online, gestão RPS e de mensalistas e convênios).


Você pode incluir algumas práticas inteligentes para aumentar a adesão de clientes, como, por exemplo, o pagamento recorrente. Agora ficou muito mais fácil realizar a gestão do seu estacionamento, não é mesmo?

Concorrente da Uber nos Estados Unidos, a Lyft, está testando oferecer os serviços de transporte por assinatura. A ideia da (possível) implementação é oferecer vantagens para os passageiros que usam o app com frequência e, claro, ter uma receita previsível para se garantir nos próximos anos.

O modelo

Se seguir o mesmo modelo testado, os descontos para os passageiros podem ser de até 50% dos valores que seriam pagos nas corridas comuns. Um pacote com 30 viagens, por exemplo, chegaria a custar US$ 199 – o que representaria menos da metade do valor de  US$ 450 gastos mensalmente por alguns passageiros.

De acordo com o CEO da Lyft, Logan Green, a ideia de oferecer os serviços também por assinatura é uma das formas de a empresa expandir e atender o comportamento de consumo do futuro. “Vamos  transferir todo o mercado baseado em propriedade para um modelo de assinatura”, afirmou ao The Verge.

O futuro das empresas

Se pensar bem, a empresa só está se adequando ao formato de serviços que se adequa mais ao atual (e futuro) usuário. Ou seja, ela pensa em acesso e, logo, flexibilidade no pagamento desses serviços.

Prova disso é que, segundo o The Verge, um porta-voz da empresa comentou sobre os teste que estão sendo feitos e chegou a dizer “Estamos sempre testando novas maneiras de fornecer aos passageiros as opções de transporte mais acessíveis e flexíveis”.como-montar-um-clube-de-assinaturas

Mas… Lyft não é a bola da vez

Apesar de testar um modelo inovador para o mercado de transportes, a empresa não é a primeira a repensar o seu formato e entrar no mercado de assinaturas.

A Uber também testou o formato de assinaturas, inclusive com delivery, e no ano passado presenciamos em solo brasileiro a EaSy Taxi começar a oferecer os planos de transporte por assinatura.

Aliás, vale dizer que qualquer empresa, de qualquer mercado, país e formato, que pensa no futuro do negócio está olhando para o modelo de assinaturas como um formato único (a exemplos dos clubes, SaaS e etc) ou como um plus como tem sido o varejo ~ que é mega tradicional.

Fonte: The Verge

 

Ser médico, dentista ou qualquer especialista de saúde é muito mais que uma profissão. Envolve cuidar de pessoas. O bem-estar do paciente vem acima do lucro. Para isso, você, doutor, buscou conhecimento e experiência para prestar o melhor atendimento.

No entanto, antes de chegar à sala de consulta, o paciente passa um tempo, às vezes até maior fora dela, na recepção e espera.

Esse lado talvez não seja abordado pelos livros de medicina ou odontologia e curar quem você atende pode não ser o bastante para a satisfação dele pelo serviço prestado.

Um chá de cadeira o faz sair irritado de seu consultório ainda que tenha seu problema solucionado.

Assim, um bom ambiente na recepção do consultório pode melhorar a experiência do paciente e fazer subir a reputação dos profissionais que trabalham ali.

Felizmente, há muitas ideias e dicas para se inspirar na hora de decorar o consultório e também dar o melhor atendimento desde a recepção. Vamos ver algumas delas!

1- Internet e energia

Talvez seja a hora de mandar para a reciclagem aquelas revistas velhas sobre o iPhone 4 e a novela das oito que passava em 2012.

O consumo de conteúdo hoje é cada vez mais pessoal e não há distração e passatempo melhor do que a pessoa poder aguardar pela consulta com acesso gratuito a uma internet de boa qualidade e sem que isso consuma toda a bateria de seu celular.

Wi-Fi e pontos para carregar o smartphone são itens básicos de qualquer recepção!

Outro fator importante a se considerar é que a maioria das consultas é feita em horário comercial. Para que o paciente não fique preocupado com o tempo, tendo um ponto de acesso à internet, em tempos de trabalho remoto, ele pode adiantar suas tarefas e responder e-mails enquanto espera pelo atendimento.

2- Além da água e do cafezinho

Água fresca e gelada; café quente, açúcar e adoçante. Claro que todo paciente espera por isso em um consultório. Mas, que tal surpreendê-lo com um pouco a mais?

Sucos podem ser uma alternativa de bebida e bolachas e biscoitos evitam que estômagos fiquem roncando pela recepção e também são uma solução imediata para a fome após exames que tenham exigido jejum.

Uma máquina de snacks é bem prática e oferece opções de alimentos sem que o custo seja alto para o consultório.

3- Assentos suficientes e confortáveis

Alguns consultórios, especialmente aqueles que atendem a convênios médicos, talvez recebam um grande número de pessoas em certos períodos do dia.

Deixar o paciente em pé esperando é pedir para que ele vá a outro consultório na primeira oportunidade. Assim, ter cadeiras suficientes para aguardar a chamada é outro item fundamental.

Para sair do básico, sofás aconchegantes, poltronas confortáveis e até aquelas cadeiras massageadoras podem fazer o paciente nem ligar se tiver que esperar um pouco mais para ser atendimento.

4- Crianças sem choro

Criança não gosta de lugar de adulto e adulto não gosta de ver criança chorando, pedindo mimos e mexendo onde não deve.

Por outro lado, os pequenos podem se distrair se tiverem brinquedos, materiais de desenho e, se possível, uma sala com televisão que esteja passando animações infantis, por exemplo.

Atente-se aos móveis e à decoração do espaço infantil do consultório. O ambiente precisa ser seguro – isso significa não ter objetos com pontas e vidros – e fácil de limpar.

5- Antecipe e otimize o atendimento

Ter profissionais que façam um pré-atendimento faz com que a consulta seja mais produtiva. Assim, mais pacientes podem ser atendidos e terem todos os seus problemas ouvidos.

É decepcionante para quem espera por tanto tempo por uma consulta e vê um médico com pressa e conversando apenas cinco minutos.

Medir pressão, fazer exame de vista, dilatar a vista e aplicar certos produtos nos dentes podem ser feitos por auxiliares habilitados.

Muito importante: o secretariado deve ser educado e cordial!

6- Ambiente agradável

  • Ar condicionado: atente-se sempre à temperatura, especialmente porque o problema do paciente pode ser justamente um resfriado. Também, verifique o tempo lá fora. Uma inversão térmica num entra e sai do ambiente pode fazer mal à saúde.
  • Televisão: além do celular, é uma boa forma de entretenimento, mas não deve estar em um volume muito alto. Utilize o closed caption.

Trilha sonora: as músicas para consultório não devem ter batidas eletrônicas, rock pesado, sertanejo e aquelas rádios populares com mais propagandas do que música. New Age, MPB e músicas clássicas e relaxantes dão uma boa sonorização.

7- Estacionamento

Por fim, mas muito importante, é ter onde a pessoa parar o carro. Se o prédio não tiver espaço suficiente para oferecer vagas gratuitas, procure fazer convênio com o estacionamento mais acessível e deixe uma sinalização clara para que o paciente não fique sabendo apenas depois da consulta.

Extra: faça o paciente voltar!

É claro que, enquanto a pessoa estiver doente, ela vai precisar de um médico. Também, se tiver retorno marcado ou que pegar receita, terá que ir novamente ao seu consultório.

Mas, aqui, falamos de fazer o paciente voltar com satisfação e saber que o dinheiro foi bem investido para cuidar da saúde. Caso contrário, ele vai procurar outro consultório na primeira oportunidade.

O mundo passou por uma transformação nas últimas décadas. As inovações tecnológicas ganharam espaço em todo o planeta e revolucionaram o estilo de vida. Hoje em dia, os dispositivos e mecanismos eletroeletrônicos são indispensáveis para a maioria das pessoas. E essa mudança tão recente já está enraizada na cultura e economia mundiais. Por isso, fica evidente que o setor de tecnologia também vem sendo explorado e incentivado pelas nações que buscam meios de seguir avançando.

Mercado tecnológico também cresce no Brasil

E essa tendência também foi adotada pelo Brasil, apesar de registrar uma redução mínima no crescimento da área de tecnologia da informação no ano passado, com cerca de 6,7% se comparado com 2013. Mas, quando se analisam os resultados de outros países, o Brasil ocupa uma posição de destaque, já que o aumento médio mundial ficou apenas na casa de 4%. Desta forma, o Brasil segue entre os países que registraram avanço no setor e manteve o sétimo lugar entre as potências mundiais.

O ramo nacional registrou uma movimentação de aproximadamente 60 bilhões de dólares com hardwares, softwares e serviços. Sendo que esse montante equivale a 2,6% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. Vale citar que deste valor, cerca de 11 bilhões tiveram origem no ramo de software e outros 13,9 bilhões partiram do mercado de serviços, chegando a 40% do setor de TI no Brasil, de acordo com pesquisa feita pela Associação Brasileira de Empresas de Software (ABES), que resultou na publicação “Mercado Brasileiro de Software: panorama e tendências”.

O ramo de software esboçou um aumento de quase 13% sobre 2013, enquanto que a área de serviços exibiu uma elevação de mais de 7% referente ao mesmo ano. No ano passado, houve um aumento considerável, aproximadamente de 19%, do uso de programas para computador criados no Brasil, reforçando a perspectiva de avanço do setor nacional há mais de uma década, segundo dados divulgados pela ABES.

Brasil consegue destaque no mercado internacional de TI

De acordo com informações da publicação, mais da metade das empresas do setor de tecnologia da internet no país se dedicam a criação de novos programas ou à prestação de serviços, sendo no ramo de criação de programas, a grande maioria, cerca de 93%, podem ser consideradas micro ou pequenas empresas. Já no que se refere ao âmbito mundial, o Brasil aparece com uma representação de 3% do mercado no planeta, atrás de Estados Unidos, China, Japão, Reino Unido, Alemanha e França.

O estudo elaborado pela ABES ainda mostrou a situação brasileira dentro da América Latina, que representa 46% de todo o mercado na região, muito superior ao registrado em países vizinhos, como a Argentina, Chile, Peru, Colômbia e a Venezuela.

Situação do mercado de TI dentro do país

Conforme o levantamento da ABES, o mercado brasileiro se concentra, principalmente, na região Sudeste, com cerca de 60% de todo o setor, seguido pelos estados do Sul (14,53%), com a região Centro-Oeste na terceira colocação com 10,92%, percentual bastante semelhante ao Nordeste, que detém 10,11%, já os estados do Norte acumulam somente 3,77% do ramo de inovações no país.

Um exemplo que o mercado nacional está aquecido é a recente aquisição da Bematech, uma empresa da área de automação no varejo, pela Totvs, uma das mais importantes companhias de tecnologia de informação do Brasil. De acordo com informações do site de notícia, Valor Econômico, a transação foi concretizada por cerca de 550 milhões. A partir do anúncio do fechamento do negócio, as ações das duas empresas registraram um aumento considerável na Bolsa de Valores.

Software de faturamento. Por que as empresas precisam?

É incrível a quantidade de empresas que têm processos manuais de pequena, média e grande escala ainda hoje. Reflexo da quantidade de sistemas offline que fazem a gestão por completo, e deixam as cobranças nas mãos dos bancos. Se tirarmos as grandes empresas, que já possuem ERP’s integrados com meios de pagamento, bancos e VANS, a grande maioria das empresas no país, não têm um software de faturamento. Seja ele na nuvem ou integrado. É um questão de tempo para que as empresas acordem para o tamanho do buraco em tempo e dinheiro que se perde em gestão financeira manual. A resposta é simples para a pergunta do subtítulo: tempo e dinheiro. Quer coisa mais vital para uma empresa do que isso?

É importante lembrar que o mercado nacional de software segue com os aplicativos sendo o grande destaque, seguido pelos projetos de desenvolvimento e, posteriormente, por infraestrutura e programas para exportação, com os órgãos governamentais surgindo como os seus principais clientes. Fica evidente que o desenvolvimento da nação, como um todo, está bastante atrelado ao crescimento da área de tecnologia.

economia da recorrencia

Investir em tecnologia é sinônimo de lucros futuros. Confira startups financeiras que merecem a atenção de empreendedores!

Olá! Esse tópico foi especialmente preparado para Lojistas, Desenvolvedores e Web Designers cadastrarem bem rápido o pagamento recorrente da Vindi. Você vai saber Como integrar sua loja ao Pagamento Recorrente da VINDI. Em 2 passos o cadastramento acentece em 2 passos: Criar uma Conta (1) e Cadastrar o Pagamento Recorrente (2). Segue abaixo:

1. Crie uma conta com Nome, Email e Senha. 

pagamento-recorrente-cadastro

Logo sem seguida vocês receberá um email com o acesso pronto. Acesse o Painel no campo Login com seu Email e Senha.

2. Cadastre o Serviço de Pagamento Recorrente.

Ao entrar no sistema você receberá automaticamente os campos para configurar sua loja.

Nome da Empresa e CNPJ

Nome que os clientes conhecem sua loja, seu serviço ou produto. Ex: Se o nome da academia é Academia Fitness Gym Ltda Me, coloque somente Academia Fitness Gym. Importante dizer, pois seu acesso depois será academiafitnessgym.vindi.com.br. O Cnpj deve ser completamente preenchido.

pagamento-recorrente-integracao

Cadastre um Gateway

Como você vai receber de seus clientes? Basta ter uma filiação Redecard, Visa ou usar algum Gateway (CobreBem, Braspag e etc) para começar a vender.

pagamento-recorrente-integracao2

Cadastre seu Produto

Preencha o Nome do seu Produto, Plano ou Assinatura com Preço e identifique como vai cobrar dele: Mensalmente, Semestralmente ou Anualmente.

pagamento-recorrente-integracao3

Bazinga! Tudo Pronto para você começar a vender.

pagamento-recorrente-bazinga

Agora vamos ajudar você a Vender Sempre!

Se tiver Dúvidas, entre em contato conosco.

A Exame juntamente com o IBRC (Insituto Brasileiro de Relacionamento com o Cliente) elaborou um ranking através de pesquisas e análises de reclamações em Órgãos como Procon, Reclame aqui e etc. Foram entrevistados mais de 3000 pessoas, também foram feitos testes surpresas e também questionários aplicados aos funcionários das 100 empresas melhores avaliadas. Esse ranking surpreendente pelos nomes e não pelos métodos, foi figurado por:

1. O Boticário
2. Coca-Cola
3. American Express
4. Natura
5. Porto Seguro
6. Microsoft
7. Livraria Saraiva
8. Magazine Luiza
9. Bradesco
10. Fiat

O curioso é que cada uma delas tem uma forma diferente de encantar o cliente. O Bradesco por exemplo, mudou a forma de remuneração do telemarketing terceirizado. Antes pagos com quantidade de atendimento efetuados, o banco exigiu a mudança de contratos para remunerar por quantidade de soluções de problemas. Isso catapultou o índice de satisfações dos clientes. O Boticário cobriu todas formas de contato com excelência. Não existe um canal que não possa resolver qualquer problema da empresa. Lojas, telefones, emails, sites, redes sociais e cartas. Qualquer desses canais têm autonomia para solucionar problemas rapidamente. O cliente é o principal ativo.

Cada uma das 10 empresas elencadas no ranking tem sua particularidade de como tratar o cliente da melhor forma possível. Mas todas elas tem um único sentido comum: atender bem. Não importa a forma e método, o cliente sempre foi colocado em primeiro lugar. Esse é ponto principal para obter resultados sustentáveis e de longo prazo. Relacionar-se com o cliente muitas vezes exige dedicação total de todos departamentos, hierarquias e filiais.

bom-atendimento
Telemarketing: um serviço que muitas vezes presta um “desserviço”

Durante 8 anos de minha vida como executivo de uma grande empresa, sempre exigi de mim mesmo, uma excelência muitas vezes dura de conseguir em atender clientes corporativos. Mas sempre refleti que muitas vezes os clientes esperam uma posição concreta da empresa, mesmo que representada por um atendente. É importantíssimo ouvir a reclamação deles, e ouvir com louvor. Empresas eficazes fazem da resolução de problemas, processos inteligentes de soluções. E fazem disso uma oportunidade.

Muitas vezes o cliente, quer ouvir palavras reais, mesmo que a resposta seja não. Precisa de coragem para assumir erros. E agilidade para compensar/resolver o problema. A maioria das empresas não consegue sequer ouvir. Ah, importante dizer que gente comprometida é essencial. Mão de obra feliz e qualificada pode fazer toda a diferença nesse processo.

Walt Disney disse: “Eu prefiro o impossível porque lá a concorrência é menor”.

Fonte: IBRC