Escolher qual é a melhor forma de receber as mensalidades dos alunos é sempre uma das grandes dúvidas de quem tem uma academia. Se você está indeciso se chegou o momento de migrar de vez para a recorrência (o pagamento recorrente para academias), esse texto vai abordar importantes pontos que devem ser considerados antes de bater o martelo.

Primeiro, precisamos dizer que o pagamento recorrente já é uma tendência consolidada. E não é difícil entender o motivo, já que ele traz diversas vantagens tanto para o empreendedor como para o consumidor.

Vamos falar mais sobre o assunto logo abaixo.

Quem é o seu cliente?

Uma das primeiras perguntas a responder é qual é o perfil do seu cliente. Qualquer empreendedor precisa conhecer muito bem as necessidades e dores de seu consumidor. No segmento de academia isso não é diferente.

Pense bem, hoje o movimento fitness está a todo vapor no Brasil. Segundo a Associação Brasileira de Academias (ACAD), nosso país conta com mais de 30 mil academias. Isso significa que somos o segundo maior mercado no mundo para esse segmento, ficando atrás apenas dos Estados Unidos.

Então, no meio dessa multidão, como seu negócio pode se diferenciar dos concorrentes? Não tem receita de bolo. Mas, sem dúvidas, um dos principais pontos que vão distinguir você dos outros é a experiência que você oferece ao seu aluno (temos um tópico mais a frente sobre o assunto).

Quando pensamos em pagamento, o que quer dizer oferecer uma boa experiência ao seu potencial aluno?

Digamos que na hora de definir seu público-alvo você tenha percebido que seus consumidores são, em maioria, por exemplo, pessoas da classe C. Isso significa que dificilmente elas vão ter um limite de cartão de crédito alto para poder parcelar um plano semestral ou mesmo anual.

Agora, se você oferecer a opção de pagamento recorrente, ela não vai ter que se preocupar com isso.

Mas qual a diferença entre parcelamento e o pagamento recorrente?

Antes de continuarmos esse papo, é preciso esclarecer qual é a diferença entre parcelamento e pagamento recorrente. Assim, evitamos qualquer dúvida e você pode decidir se deve migrar de vez para a recorrência com mais certeza.

Vamos lá. Quando falamos em parcelamento, isso significa que um valor total será dividido em um número específico de parcelas. E se tratando de cartão de crédito, isso também significa que o limite total do dono do cartão vai ficar tomado. Sendo liberado aos poucos, à medida que ele for pagando as parcelas, certo?

Olha só um exemplo:

Se a sua mensalidade é de R$ 120 e o aluno vai fechar um plano anual, isso quer dizer que temos R$ 120 x 12 = R$ 1.440. Esse é o limite que o seu cliente precisa ter no cartão de crédito na hora de fechar o contrato com você.

Acontece que nem todas as pessoas têm esse limite disponível e, muitas vezes, não querem deixar um valor como esse preso.

Agora, quando falamos em pagamento recorrente, isso significa que o seu futuro aluno só precisa ter disponível R$ 120 de seu limite todo mês. Pois o valor é debitado separadamente no dia do vencimento do cartão e não de uma só vez.

Com essa diferença clara, agora podemos seguir.

Migrar ou não?

A melhor forma de passar para a recorrência é aos poucos. Você já pode oferecer essa opção para seus novos alunos. Mas ainda tem os mais antigos que talvez já fecharam um parcelamento com você.

Além disso, você possa fazer um teste. Experimente oferecer as duas opções e veja qual a maioria das pessoas preferem. Essas informações também são úteis para ajudar na sua decisão.

Afinal, quanto mais possibilidades de pagamento você disponibilizar, mais chances tem de não perder nenhuma pessoa interessada em sua academia.

Migrar para a recorrência em sua academia tem diversas vantagens, listamos algumas delas a seguir.

Receita previsível

No modelo recorrente (empresas inseridas na economia da recorrência), você sabe quanto vai entrar cada mês. Já que conhece exatamente qual é o valor da mensalidade que o seu aluno vai pagar.

Assim, fica mais fácil se organizar e saber quanto pode investir em atração de alunos ou mesmo em novos equipamentos.

Em planos parcelados o que acontece, muitas vezes, é que os empreendedores acabam pedindo para as adquirentes um adiantamento de parcelas (por uma taxa extra). E, depois, acabam se perdendo no controle das finanças.

Menor índice de inadimplência

Como o pagamento é feito de forma automática, isso não permite que as pessoas esqueçam de pagar a mensalidade na data correta. Consequentemente, você tem o número de inadimplentes reduzido.

Maior número de adesão

Quando você oferece mais opções ao seu cliente, a chance dele fechar também aumenta. Isso acontece porque ele será capaz de aderir a um dos seus planos mesmo não tendo todo o limite no cartão de crédito.

Recorrência também serve para boleto bancário

Estamos falando bastante em cartão, mas se um dos métodos de pagamento que seu público prefere é boleto bancário, no modelo de recorrência ele também funciona. Não se preocupe com isso.

Os boletos são emitidos de uma só vez, com data fixa – e pode ser para longos períodos como três, seis ou mesmo doze meses – e ele pode pagá-los on-line. Sem correr o risco de perder o documento e precisar de uma segunda via.

Como investir na experiência do aluno pode ajudar?

Se o seu aluno não parcelou com você por 12 meses e paga cada mensalidade separada, isso significa que ele pode decidir cancelar a qualquer momento, certo?

É aí que investir na experiência que você oferece a quem frequenta o seu centro fitness faz toda a diferença.

Se o seu consumidor estiver satisfeito com seu serviço e ele perceber que o que está investindo corresponde às suas expectativas, ele não terá motivo para cancelar com a sua academia.

Pense bem, se você for depender de reter alunos apenas porque eles já pagaram por seis meses. Então, você já sabe que depois daquele período ele pode cancelar. Ou seja, você iria perdê-lo de qualquer jeito.

Agora, quando você se esforça para que ele veja um diferencial em seu academia e atinja seus objetivos por lá, além dele renovar com você, certamente ele ainda vai indicar o seu espaço para outras pessoas.

Então, se preocupe com o atendimento que você oferece a eles, a qualidade dos equipamentos, dos instrutores que o ajudam e também da estrutura do seu espaço.

Você também pode ir além. Organizando, por exemplo, eventos sobre nutrição ou qualquer outro assunto do interesse do seu público. Seja criativo e pense em como se diferenciar de outras academias.

Author

Especialista em Marketing de Conteúdo, escreve há mais de seis anos sobre e-commerce, meios de pagamento, tecnologia e viagens.