Omnichannel para o mundo atual

Omnichannel vem da junção das palavras omni (tudo) e channel (canal), ou seja, “todos os canais”. Mas o que isso significa para nós no contexto mercadológico? Basicamente, significa que omnichannel é a integração entre as lojas físicas e online, conectando todos os canais para o consumidor de uma empresa, a fim de estreitar os mundos offline e online a ponto de se misturarem.

No entanto, não podemos confundir com multichannel que também significa vários canais, mas não necessariamente estão interligados. O maior diferencial do omnichannel é a visão holística que ele traz do consumidor, ao cruzar suas informações entre todos os canais (loja física, redes sociais, email marketing…), que permite uma ação mais direcionada a ele.

Para o consumidor, a maior vantagem é a experiência de consumo propiciada e a conveniência de escolher qual canal lhe agrada mais.

Podemos ver um exemplo de sucesso dessa estratégia na Schutz e demais marcas do Grupo Arezzo, onde começou a ser implantada a partir de 2012. O objetivo era reduzir o número de reclamações dos consumidores. Antigamente, o índice era de 15% de descontentamento sobre os pedidos faturados. Agora, este número não chega a 1%.

Para ilustrar, trouxemos alguns exemplos muito interessantes e inovadores de estratégias omnichannel sendo implantadas atualmente.

AMAZON GO

É claro que a nossa lista começa com esta pioneira em inovações da atualidade. Conhecida como o supermercado do futuro, a Amazon Go permite que o consumidor compre seus produtos sem precisar passar por um caixa.

Ao entrar na loja, o consumidor se conecta no aplicativo da marca para entrar no supermercado e, através de informações cruzadas de sensores nas gôndolas e das muitas câmeras, o produto é computado no carrinho virtual de compras. Por fim, a conta é enviada ao app quando o consumidor sai do estabelecimento. Sem filas, sem caixas, sem nada. Simples assim.

SUPERMERCADOS EVERYWHERE

A ideia da Amazon é bem legal, mas quer ver mais conveniência? Tudo bem, o supermercado vem até você! Foi o que a rede de supermercados holandesa Jumbo fez em Utrecht. A empresa está colocando painéis com os produtos favoritos dos consumidores de lá. Para comprar, é só escanear o produto pelo app deles e ele é entregue diretamente em casa.

Algo muito parecido já foi feito no metrô da Coreia do Sul, em 2012, chamado Homeplus. No Brasil, temos o Mercode, que faz a mesma coisa em algumas estações de metrô em São Paulo.

O mais interessante dessa modalidade é que esse tipo de supermercado é 24 horas. No entanto, as entregas podem acabar chegando apenas no dia seguinte, se a compra for feita muito tarde.

EXPERIÊNCIA TAMBÉM É OMNICHANNEL

A Nike é conhecida por ser uma das marcas com maior engajamento e lealdade do consumidor. Isso ocorre porque ela foca muito na produção de experiência para o cliente. Utilizando a tecnologia, a Nike alia seu nome no dia a dia das pessoas.

Com o Nike +, a marca proporciona exclusividade em experiências esportivas, desafios e pessoalidade com atletas de verdade. Em troca, coleta dados mais precisos de comportamento de seus consumidores e aproveita para produzir conteúdos mais direcionados e uma experiência única nas lojas físicas.

 

Enfim… o nosso mundo está cada vez mais conectado. As pessoas estão conectadas (o tempo todo). E isso torna nebulosas as barreiras entre o real e o virtual.

À medida em que caminhamos para um futuro completamente omnichannel, torna-se uma necessidade o mercado também ser assim, não acha? Mas sempre lembrando de investir em boas tecnologias atreladas, como softwares de dados ou softwares de pagamentos eficientes (como o da Vindi), para a estratégia omnichannel ser um sucesso. Afinal, é onde os seus consumidores estão e o que eles querem.

Sobre o autor

Emily Sá
Estudante de publicidade, redatora, cinéfila e mestre de RPG nas horas vagas.

Você vai gostar também

Quais são os maiores serviços de assinaturas do mu... As tendências mercadológicas também passaram a ser refletidas no comércio eletrônico e inúmeros serviços e produtos ganharam espaço nos chamados “site...
Finanças e tecnologia numa só palavra – Fint... Muitos empreendedores estão apostando todas as suas fichas nas chamadas Startups de Finanças, ou Fintech, uma palavra onipresente quando se trata de t...
Academias: se a crise está aí, a responsabilidade ... Falando com alguns empresários do ramo de academias, o receio sobre a situação do país é geral. A maioria deles fala na estratégia de retenção dos cli...
Qual é o futuro do pagamento? Entenda as principai... Se há alguns anos alguém lhe dissesse que o futuro do pagamento envolveria o reconhecimento da nossa íris ou mesmo roupas inteligentes o suficiente pa...