Mais de 200 MIL PESSOAS sabem como vender mais e sempre.

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos você também.

Ainda ontem, literalmente, eu escrevi sobre a concorrente da Uber que planeja o futuro da empresa mirando a venda por assinatura e que, não só ela, milhares de empresas perceberam ou estão percebendo que recorrência é o que há no mundo dos negócios.

Daí que hoje me deparo com a manchete “Facebook vai liberar criadores de vídeo para cobrar assinaturas mensais”. E o caso é que a rede social decidiu facilitar para que os produtores de conteúdo em vídeo consigam ganhar dinheiro pelo canal – coisa que o YouTube já faz, mas envolver o lado financeiro de quem consome.

Como vai funcionar?

Se você assina algum tipo de canal: Empiricus, Café Brasil ou Folha de S. Paulo, saiba que o modelo é o mesmo. Os produtores de conteúdo vão oferecer conteúdo exclusivos e vantagens aos assinantes.

O Facebook fará inicialmente alguns testes antes de abrir o leque para todos os produtores de conteúdo. Reza a lenda de que a rede social não vai levar nenhuma fatia dos valores recebidos. Apenas os donos das lojas de apps (Apple e Google) receberão percentuais – que podem chegar a 30%.

A estratégia

Essa não é a primeira vez que gigante das redes sociais fala em abrir as portas para que as empresas – que usam demais o Facebook para vender – comecem a faturar no modelo de assinatura.

Há um tempo escrevi esta notícia aqui sobre o Facebook viabilizar a venda de assinaturas de jornal junto com o New York Times e, pelo projeto, talvez vingue mesmo.

Mas, os fatos são dois: o Facebook quer competir (ainda mais) com o YouTube e ser a plataforma de vídeos mais acessada e, por outro lado, viabilizar negócios recorrentes para empresas que já enxergaram que assinaturas é o caminho da venda do futuro.

Então, é possível que em breve clubes, varejo, tecnologia e diversos outros segmentos estejam vendendo por assinatura via Facebook – quem diria, neh?!

 

Você vai gostar também

Boleto, cartão ou PayPal: qual é o melhor? Boleto, cartão ou PayPal? Escolher as formas de pagamento é um dos desafios para quem vai vender, seja no modelo off ou online. Afinal, tem gente que ...
Será que as vendas online podem salvar o varejo? Os últimos resultados das vendas no varejo não têm sido positivos, diferente da online. De acordo com a Pesquisa Mensal do Comércio, os número apontar...
O que é churn rate e sua importância para as empre... Muitos empreendedores concentram forças em atrair novos clientes para suas empresas. Porém, por mais que consigam aumentar esse número, isso não é cap...
Murilo Gun procura um sócio para projeto de assina... Olha só: você é do mercado de assinaturas? Ouça o podcast do Murilo Gun agora: https://soundcloud.com/murilogun/socio Para quem não entendeu: el...
Author

A Equipe de redação Vindi é formada pela área de sucesso do cliente, marketing, financeira e vendas. Todo mundo contribui para que você fique informado sobre tudo em assinaturas, pagamento on-line e Saas.