“m_1120977107108760080graf–h4 m_1120977107108760080graf”>“Parceiros chegam de várias formas. Se juntam por diferentes motivos”. 

Eu sei, é clichê, rss. E se a frase fosse minha eu acrescentaria: “O que eles tem em comum é o fato de acreditarem no que nós acreditamos”.

Antes de aceitar o desafio de ser Gerente de Parcerias na Vindi eu tive o prazer de estar do outro lado da mesa, liderando um SaaS que era parceiro da Vindi. Então, eu posso dizer com conhecimento de causa que encontrar parceiros que acreditem no que nós acreditamos, faz toda a diferença.

Como funciona a área de parcerias da Vindi?

Aqui na Vindi nós temos um carinho e respeito muito grande pelos nossos parceiros. Afinal de contas, mais de 15% da nossa carteira foi construída por meio de parcerias estratégicas, e a meta é elevar esse número para 50% até 2018. A gente acredita que o nosso sucesso seja resultado do sucesso do nosso parceiro. E pra que isso aconteça, a área de parcerias tem o cuidado se manter próxima de cada parceiro, apoiando ações de marketing e eventos, construindo a quatro mãos, estratégias para a alavancagem de novos negócios, e aparando arestas, pra tornar os processos entre as empresas mais suaves e eficientes. E não tem como fazer isso, se o parceiro não acreditar no que nós acreditamos.

Eu acho sensacional a definição de parceria da minha amiga, Gerente de Plataformas & Parcerias na Stelo (que é parceira da Vindi), Daniela Zeidan:

Parceria é a arte de administrar conflitos de interesses e conexões de interesses, visando resultados benéficos para ambas as empresas”.

É por isso que eu costumo comparar parceria com casamento. Quem é casado sabe que administrar conflitos é fundamental para ambos terem resultados nessa aliança. (Pelo menos no meu caso tem funcionado assim há 10 anos, né amor? rs)

Assim como no casamento, o parceiro não precisa ser igual a nós, mas tem que ter o nosso ‘jeitão’! Na Vindi eu defendo que o parceiro precisa ter o DNA de inovação, a inquietude pra sair da zona de conforto e uma preocupação muito grande com o cliente, não apenas no discurso, mas na prática. É claro que no processo de análise do possível parceiro, nós avaliamos o potencial financeiro e de escala da aliança, a estrutura e o tamanho da empresa. Mas, tem um fator humano que não pode ser desconsiderado, já que empresas são, na sua essência, pessoas. É por isso, que normalmente, os parceiros da Vindi são empresas formadas por pessoas do bem, pessoas com propósito, que tem tanto o caráter quanto a lealdade de continuar de mãos dadas, mesmo nos momentos mais difíceis. É como um casamento mesmo!

É importante também que os parceiros tenham know how e competências complementares, que potencializem nossas fragilidades e deem mais peso aos nossos pontos fortes. E como eu acredito que o primeiro approach de uma boa parceria acontece no plano humano (onde existe emoção), e não no corporativo, eu gosto muito da histórica da parceria entre Steve Jobs Steve Wozniak. Os dois Steves tornaram-se amigos durante um emprego de verão em 1970. Woz estava ocupado construindo um computador e Jobs viu o potencial para vendê-lo. Em uma entrevista de 2006 ao Seattle Times, Woz, explicou: 

“Eu só estava fazendo algo em que era muito bom, e a única coisa que eu era bom acabou por ser a coisa que ia mudar o mundo… Steve (Jobs) pensava muito além. Quando eu projetava coisas boas, às vezes ele dizia: ‘Nós podemos vender isso’. E nós vendíamos mesmo. Ele estava pensando em como criar uma empresa, mas talvez ele estivesse mesmo pensando: ‘Como eu posso mudar o mundo?'”.

Por que essa parceria deu certo? Habilidades e competências complementares. 

As habilidades técnicas de Woz juntamente com a visão de Jobs fizeram dos dois a parceria perfeita nos negócios. Além de acreditar no que nós acreditamos, os parceiros da Vindi possuem know how complementar ao nosso, e isso tem nos ajudado a ir cada vez mais longe, atingindo resultados que, sozinhos, talvez fossem impossíveis, ou pelo menos, muito difíceis de se alcançar.

Se você ainda tem dúvidas quanto a investir na criação de uma área de parcerias, eu te convido a tomar um café e bater um papo com gente aqui na Vindi. (O café da tia Dila é muito bom.)

E se a sua empresa tem o nosso ‘jeitão’ e quer juntar forças na democratização da economia da recorrência, vem com a gente! Mande um e-mail para parcerias@vindi.com.br que eu faço questão de entrar em contato contigo.

Afinal, juntos, podemos ir muito mais longe!