Na hora de fazer uma venda, o pagamento é uma das partes mais críticas. Se o cliente chegou até essa etapa, significa que ele já decidiu por comprar o seu produto e, por isso, nada pode dar errado.Caso contrário, ele pode mudar de opinião e desistir da compra.

Na jornada de pagamentos, qualquer tipo de fricção é prejudicial e é nessa hora que podemos e devemos utilizar todos os recursos tecnológicos disponíveis a nosso favor.

A grande novidade no mundo dos pagamentos é a tecnologia contactless ou, no bom português, sem contato. Com essa tecnologia, o cartão do cliente tem incluído uma tag rfid, que contém os dados do cartão. E, através de aproximação, já transfere essas informações para a maquininha que tenha suporte à essa tecnologia, sem ter que inserir o cartão.

Além de só aproximar o cartão, o que reduz bastante a fricção, os emissores permitem que compras com valor abaixo de 50 reais possam ser realizadas sem a necessidade de fornecer a senha. É isso mesmo, aproximou, pagou com fricção muito, muito baixa.

A tendência é vender mais

A grande ideia do contacless é substituir o dinheiro em compras de pequenos valores. No Brasil, cerca de 60% das transações de baixo valor ainda utilizam dinheiro físico como método de pagamento.

Se você parar para perceber, quantas vezes você comprou uma água na rua e preferiu pagar com dinheiro porque custava somente 2 reais? Ainda tem as vezes que você até desistiu de comprar porque “era barato demais” para comprar com cartão e você não tinha dinheiro? Pois é, tudo isso é fricção de compra que os pagamentos por aproximação podem retirar da sua loja.

Já existem diversas pesquisas da Matercard que mostram que usuários que utilizam a tecnologia contactless gastam até 56% a mais dos que ainda não tem esse tipo de cartão. Cerca de 23% dos usuários já se fidelizam a estabelecimentos que disponibilizam essa tecnologia em suas maquininhas. Outra vantagem para os estabelecimentos é a rapidez no pagamento, que podem gerar eficiência na hora do checkout dos clientes.

Não será tão fácil assim

No Brasil alguns dos grandes bancos e praticamente todos os bancos digitais já emitem seus cartões com a tag de aproximação. Mas a adoção na América Latina ainda é bem baixa, com cerca de 2% somente, muito longe dos 53% do Canadá por exemplo ou dos 94% da Austrália. Em 2018, cerca de 5% das transações no Brasil foram realizadas com contactless e a projeção é que até o final de 2019 esse número dobre, uma vez que as bandeiras estão fazendo bastante campanhas de incentivo para o pagamento por aproximação.

Apesar de ainda estar no começo, a adoção do pagamento por aproximação pelos emissores e pelas credenciadoras de cartão é obrigatória, com expectativa que até Abril de 2023 todas as maquininhas do mercado estejam preparadas para aceitar essa tecnologia. E a sua empresa, já disponibilizou esse tipo de pagamento para os seus clientes? É bem provável que sua credenciadora já disponibilize essa opção, é só você entrar em contato com ela e pedir para substituir sua maquininha.

E para os seus pagamentos online, não esqueça que a Vindi consegue te ajudar a vender mais e sempre com uma plataforma completa de gestão de pagamentos recorrentes, que permite inclusive que você faça checkout invisível e compra com um clique para que você consiga reduzir e muito a fricção nos pagamentos. Fale agora com um de nossos consultores e comece a vender mais agora mesmo!

consultor vindi

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar.
Aceitar consulte Mais informação Aceitar Leia mais

Política de privacidade e cookies
-
00:00
00:00
Update Required Flash plugin
-
00:00
00:00