O mês de Abril está terminando de uma forma positiva para alguns segmentos, como Clubes de Assinatura, SaaS e, pasmem, Educação, que conseguiu dar uma reviravolta no valor total processado. No Vindi Insights de hoje, você vai conferir como alguns segmentos estão performando e a expectativa para o próximos mês.

Enquanto isso, a Fundação Getúlio Vargas (FGV), lançou o resultado do Índice de Confiança do Consumidor (ICC), apontando que a confiança no consumidor caiu absurdamente em Abril, tendo um índice menor até que de 2005, quando chegou a 64,9. Segundo dados, o pessimismo da população para os próximos meses está fazendo com que a população diminua o consumo, levando o número, este ano, para 58,2 pontos.

Em contraponto, o fechamento das lojas físicas e a busca pela transformação digital de algumas empresas está fazendo o e-commerce se superar em números de vendas. A Abcomm, Associação Brasileira de Comércio Eletrônico apontou um aumento de 30% nas vendas online durante o início de Abril.  

Confira, abaixo, um comparativo dos segmentos entre os dias 19 à 24 de Abril, e 19 à 24 de Março. Quer conferir como foi a performance da última semana? Então clique aqui!

Quantidade transacionada aumenta

Atingindo +4,7%, o valor transacionado na empresa cresceu quando comparado ao mesmo período de Março. Se formos analisar somente o TPV do mês de Abril, a variação é negativa, com -13%. Com exceção de Fitness, Seguros e Saúde, todos os segmentos apresentaram crescimento. Com isso, é possível ser otimista quanto aos impactos do COVID-19 nestes segmentos nos próximos meses.

Ao mesmo tempo, a quantidade transações teve uma leve alta no comparativo, de +1,8%. Apesar de ter crescido de forma mais tímida, o índice mantém o padrão sazonal de Março. 

Para fazer este estudo, analisamos a base de clientes Vindi que utilizam cartão de crédito, débito e boleto como meios de pagamento. O período analisado foi de 19 à 25 de Março e 19 à 25 de Abril de 2020. Sendo uma das análises mais positivas das últimas semanas, somente três segmentos apontam queda.

Insights de Abril: segmentos que ainda não conseguiram se recuperar

SAÚDE

Um segmento que continua sendo fortemente afetado, a Saúde segue em queda: -39%. A tendência para este setor é de uma baixa ainda maior, sem perspectiva de recuperação antes do final da quarentena.  

gráfico TPV saúde

FITNESS

Pela quarta semana seguida, o segmento Fitness continua encolhendo. Porém, a queda que antes tinha uma média de – 38% vem desacelerando, chegando a -22% no comparativo entre as semanas de Março e Abril

Este ainda continua sendo um dos segmentos mais impactados pela crise, uma vez que a maioria das academias continuam fechadas. 

Insights: gráfico TPV fitness

SEGURADORAS 

Embora ainda esteja em queda, o setor de seguros teve uma performance melhor do que na três semanas anteriores que apresentamos no Vindi Insights, onde caiu 27%, 75% e 29%. No comparativo, o segmento mostra uma queda de apenas -8,5%

Além disso, o volume de transações em seguros permaneceu estável com relação ao mesmo período de março, mostrando uma queda do valor médio de transações.

gráfico TPV seguradoras

Segmentos em ascensão: insights para ir ao infinito e além

EDUCAÇÃO

O segmento de Educação, finalmente, está mostrando alguma recuperação, revertendo o cenário de queda das últimas três semanas e chegando a um aumento de +31% quando comparado ao mesmo período de Março. 

Entretanto, embora esteja em alta, a variação acumulada do TPV de Educação nas últimas quatro semanas ainda está -2% abaixo do mesmo período de Março. Na última semana, o segmento registrou 5600 transações além da mesma semana de março (+24.7%)

gráfico TPV educação

CLUBE DE ASSINATURAS

Na contramão da crise, o segmento de Clubes continua a contrariar a tendência de queda do restante da economia, registrando um aumento de +29%.

A natureza digital dos Clubes de Assinaturas continua a impulsionar a performance do segmento durante o período de isolamento social. Por utilizar a recorrência como forma de cobrança, é possível que a crise da COVID-19 deixe impactos positivos no setor, mesmo após a reabertura do comércio.

Insights: gráfico TPV clubes assinatura

ESTÉTICA E BELEZA

Mostrando uma incrível adaptabilidade, o segmento de Estética e Beleza também está surpreendendo com um crescimento de +29% no comparativo entre os dias 19 à 25 de Março e o mesmo período de Abril. 

Uma hipótese, é que as empresas estão se adaptando bem e criando planos com pagamento antecipado ou serviços de “Delivery”, mas com o atrativo de bons descontos para os clientes, o que aparentemente tem funcionado.

E-COMMERCE

Quando comparado à Março, o segmento de E-commerce apresenta um crescimento acumulado de 16% nas últimas três semanas. Mas, se analisarmos somente comparativo entre os dias 19 à 25 de Março, e 19 à 25 de Abril, o valor cai um pouco, mas ainda se mostra otimista com seus +12%

A aproximação de datas comemorativas, como o Dia das Mães e o Dia dos Namorados, além da manutenção do lockdown em muitas cidades, pode fazer com que o segmento siga crescendo, além de representar novas oportunidades para quem vende online.

gráfico TPV e-commerce

TURISMO E HOTELARIA

Apesar de expressivo, devido a queda acumulada de -69% nas últimas quatro semanas, o setor de turismo apresenta um suspiro de recuperação, crescendo +10% quando comparado ao mesmo período de Março. 

Para o setor, o final do mês apresenta, sazonalmente, um volume transacionado menor para Turismo e Hotelaria do que na primeira quinzena. Portanto, o crescimento de TPV na última semana tem um pequeno impacto na baixa performance do mês. 

Insights: gráfico TPV turismo e hotelaria

SAAS

Mais uma vez o segmento de SaaS e Software se mostra resiliente frente aos efeitos da crise, com um crescimento de +8.2%. O comportamento do setor é sazonal, com forte movimento no fim do mês, algo que também foi evidenciado em outros clientes no Vindi Insights.

gráfico TPV saas

Insights todos os dias para você!

Com o final da quarentena se aproximando para várias cidade do país, os número das próxima semana prometem serem surpreendentes. Mesmo com a volta das lojas físicas, muitas pessoas não vão deixar de comprar online, pelo menos neste primeiro momento. Então, a questão que fica é: as vendas online vieram para ficar? 

Acompanhe conteúdos relevantes sobre tecnologia e meios de pagamento no nosso blog! Clique aqui e inscreva-se na nossa news para receber os materiais em primeira mão. Banner para cadastro na newsletter