Mais de 200 MIL PESSOAS sabem como vender mais e sempre.

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos você também.

O <!–c505218304b50c59c3659f6dda43bae7-links-0–> registrou nessa terça feira (20/01) informação sobre o último trimestre de 2014. Entre outubro e dezembro, a empresa cresceu cerca de 4,3 milhões de assinantes. O crescimento do número de novas assinaturas, combinado com os números financeiros, movimentou Wall Street essa quarta feira (21/01/14).

netflix
Foto (Reprodução Netflix)

Com o fechamento dos números do último trimestre, a empresa também aproveitou para informar outras metas batidas no mundo, olha aí:

Resultados Netflix 2014 – último trimestre

– Aumento na receita de 26,3% (comparando com o ano anterior);

– o lucro líquido da empresa subiu US$ 83,4 milhão, aumento de 73% sobre o mesmo período de 2013;

– a empresa atingiu o número de 57,4 milhões de assinantes, a meta é atingir 61,4 milhões no final de 2015;

– a receita subiu para US$ 1,48 bilhão, acima do US$ 1,18 bilhão registrados em 2013;

– As ações da empresa subiram 13% nesse período.

netflix 2015
Foto (Reprodução WSJ)

O número surpreendeu Wall Street e as bolsas no mundo, que esperavam lucro por ação de inferior e crescimento menor. Um dia após o anúncio, as ações subiram 17%. Especialistas afirmam que a supresa nos números foi resultado do crescimento dos assinantes nas plataformas móveis (que está acelerado). Um ponto de vista meu é que além dessa estratégia multi-device é conteúdo. O Netflix veio firme no último ano, investindo em conteúdo exclusivo para a plataforma. Basta assistir aos badalados House of Cards, Orange is the new Black e o recém publicado Marco Polo para entender. Conteúdo é rei.

Presente em 50 países, o Netflix mira 200 em 2017.

 

Você vai gostar também

Pagamento on-line: desafios para SaaS e clubes de ... Opa, voltei para escrever um post simples, mas com um grande valor para quem está pensando que pagamento é commodity ao criar um negócio de assinatura...
Hacks de Vendas para empresas Recorrentes A Vindi patrocinou o evento Power House 18 e eu reuni neste post os maiores hacks de vendas para empresas recorrentes praticados nos negócios do Flávi...
Mercado de assinaturas: NYT lucra usando a recorrê... A gente já escreveu sobre como o jornal New York Times cresceu ao decidir que adotaria o modelo de assinaturas. Em três meses, o veículo havia consegu...
Spotify conquista 15 milhões de assinantes O Spotify cresceu 50% em menos de 12 meses, é o que eles próprios disseram no blog da empresa. Estou falando de milhões de assinantes. Quase 5 milhões...
Author

Fundador e CEO da Vindi, plataforma líder em recorrência e criador do maior evento de empresas SaaS e Assinaturas do país, o “Assinaturas Day”.