Com tanta concorrência, é preciso conseguir destaques nas estratégias de marketing para atrair mais clientes. Mas, com tantas mídias saturadas, como descobrir qual é o melhor para a sua empresa? Hoje, vamos apresentar o Bullseye Framework, metodologia utilizada para definir as melhores formas de priorizar canais.

Bullseye Framework

O processo do Bullseye ficou conhecido através do livro “Tração. Domine os 19 Canais que Uma Startup Usa Para Atingir Aumento Exponencial de Sua Base de Clientes”, dos autores Weinberg Gabriel, Mares Justin e Felix Ada.

A tradução do termo significa “no olho do boi”, expressão parecida com o nosso “na mosca”. Por isso, a técnica utiliza um alvo para determinar a efetividade de cada canal para sua empresa, definindo quais os mais efetivos.

Bullseye Framework

Frases de tração

Chamamos de tração 3 tipos de fase de um negócio:

  • 1ª fase – é onde as empresas criam algo que as pessoas querem, seja um produto ou serviço. Enquanto acontece o desenvolvimento, é hora de ativar possíveis clientes, fazer a familiarização das pessoas com a sua marca.
  • 2ª fase – depois de criar, é preciso colocar no mercado o que foi criado. Agora que as pessoas já conhecem sua marca, você já encontrou os primeiros clientes certos, é hora de refinar público, perfil e tudo mais.
  • 3ª fase – após criado e consolidado no mercado, é preciso ampliar o negócio e atingir novos consumidores.

Em cada fase, os canais utilizados para aquisição serão diferentes. No começo, trazer 20 likes em um post do Facebook é algo muito bom, mas, ao chegar na 3ª fase, estes mesmos 20 likes já não farão tanta diferença. É preciso encontrar outro canal para suprir as necessidades.

Mas, quais os canais? O Bullseye trabalha com 19, vamos falar mais sobre cada um deles logo abaixo.

Conhecendo os canais

Blog

Gosto muito da frase “conteúdo é rei”. Ter um blog é importante para criar conteúdo sobre sua marca, produto e serviço. Tornar-se autoridade sobre o assunto, faz com que a sua empresa seja reconhecida, além do fato de ranquear mais facilmente nas primeiras posições dos mecanismos de busca.

SEO (Search Engine Optimization)

Falando em ranqueamento em mecanismos de busca, não podemos deixar de falar do SEO (Search Engine Optimization). Forma orgânica para ranquear o site e os conteúdos da sua empresa de forma orgânica nos primeiros lugares. Assim, trazendo mais tráfego e conversões.

SEM (Search Engine Marketing)

Falado em busca orgânica, também é importante investir em mídia paga para alcançar ainda mais um público qualificado nos mecanismos de busca.

Publicidade online

Além da mídia paga em mecanismos de busca, como o Google, é importante também ter mídia em sites e redes sociais.

Assessoria de imprensa

Contar com estratégia de release para lançamento de produtos, serviços, aquisição de outras empresas ou nova marca é muito importante. Aparecer em TV, rádio, jornais, revistas e portais relevantes na internet podem trazer muito tráfego.

Comunidade

Seja grupos em WhatsApp, Telegram, Facebook, Fóruns. É importante mapear e nutrir de conteúdo onde seu público alvo está.

Eventos

Falando em mapear onde o público alvo está, é importante estar presente em eventos e até criar o seu próprio e levar conteúdo para seus futuros clientes. Aqui na Vindi, por exemplo, além de estarmos presentes em muitos eventos ao longo do ano, temos o Recorrência, para falar sobre o assunto que dominamos.

E-mail marketing

Não, e-mail marketing não é coisa do passado. Ainda funciona como um ótimo canal de aquisição e retenção de clientes. Basta saber em qual momento utilizar e quais os melhores conteúdos para seu público.

Engenharia

É preciso ter atenção e carinho na experiência do usuário. Investir em melhorias e softwares para entregar o melhor.

Co-marketing

Ou, acordo e negociações como também é chamado, é ter parcerias com outras empresas que possuem sinergia com o seu negócio. Assim, realizar o lançamento de novos materiais como e-books, webinars, entre outros.

Marketing de conteúdo

Falamos do blog e de co-marketing, mas o marketing de conteúdo envolve muito mais que isso. Vídeos, infográficos, pilar posts, relatórios, reports, tudo isso precisa ter uma divulgação estratégia para conversão.

Apresentações

Falamos sobre os eventos, mas todo evento precisa de conteúdo. Realizar apresentações sobre o forte da sua empresa é essencial para atingir o público.

Marketing Viral

Voltamos ao conteúdo, não disse que ele é rei?! Produza conteúdos virais, ou seja, que as pessoas vão compartilhar e compartilhar com os amigos.

Publicidade convencional

O que conhecemos como outdoors, banners e a mídia offline que conhecemos.

Trade shows

Um importante canal para quem está começando e precisa fazer networking, apresentar o produto, fazer um pitch, buscar investimento.

Programa de afiliados

É uma espécie de clube, onde cada membro que indicar um novo, ganha uma comissão.

Vendas

Realizar prospecção de leads, follow up até o fechamento das vendas. Inclusive, falamos um pouco mais em um artigo aqui no blog sobre Challenger Sales.

Plataformas de sucesso

Invista na presença em plataforma de sucesso, como o Youtube. É importante para a marca e mais um canal para divulgar conteúdo.

Relações públicas não convencionais

É sair da caixa, tentar novas ativações, ações que vão diferenciar sua marca das outras.

Como utilizar o Bullseye

Para escolher os melhores canais, é preciso passar por um processo de:

  • Brainstorm – a equipe se junta para pensar a estratégia de cada canal.
  • Classificação – 1) qual canal tem mais potencial; 2)possibilidade; 3) menor potencial.
  • Priorizar – é preciso escolher 3 canais com mais potencial, é hora de priorizar o alvo do bullseye.
  • Testar – teste os canais baratos e que dão retorno.
  • Focar – após analisar os resultados, é hora de focar nos canais que mais deram resultado.

Outras ferramentas de marketing você encontra clicando aqui.

Planejamento de marketing