Banco Central anuncia novas regras para pagamentos via celular

O Banco Central anuncia novas regras para pagamentos mobile (via celular). Alexandre Tombini, presidente da instituição, anunciou na última segunda (04/11/13) nova norma que regulamentará o mercado de pagamentos que incluem cartões pré-pagos, de crédito, moedas eletrônicas e o pagamento via celular, que era um ponto crítico solicitado pela indústria há pelo menos 3 anos.

banco-central-mobile
Banco Central de olho no Mobile Payment

Por aqui, o negócio parece estar aquecido, já que o último congresso de meio de pagamentos eletrônicos – o CMEP, agitou muitos profissionais e já foi o prelúdio do que estaria por vir em termos de regulamentação por parte do Banco Central do Brasil, que rege as normas da indústria.

“Trata-se de uma regulamentação mínima para o setor, sem prejuízo de novas ações regulatórias posteriores, após avaliação de outros segmentos de pagamento caracterizados em lei”, diz o comunicado.

“O Banco Central, por sua vez, editou normas que disciplinam (i) a classificação, a autorização e o processo de vigilância dos arranjos de pagamento, (ii) as modalidades e a autorização de instituições de pagamento, (iii) as contas de pagamento e (iv) o processo de gerenciamento de risco e de salvaguarda dos recursos mantidos em contas de pagamento”, citou o documento. As novas normas entram em vigor dentro de um prazo de 180 dias.

square-mobile
Square: hora de vir para o Brasil?

Essas novas regras, citadas na  Resolução nº 4.282, estabelecem os objetivos a serem perseguidos pela regulação e supervisão do BC, relativamente às necessidades dos usuários finais, dentre as quais a confiabilidade, a privacidade, a transparência e acesso a informações. Já a Resolução nº 4.283 explicita para as instituições reguladas as exigências de transparência de informações, cita o documento.

Pagamento Mobile é de longe um dos maiores desafios do ponto de vista tecnológico e uma grande oportunidade para o Brasil. Desafio pelo acesso à internet de qualidade, que vai exigir do usuário final melhor serviço, e também dos lojistas que terão que oferecer uma infra-estrutura adequada para tal acesso, mas também é uma grande oportunidade, já que o Brasil é um dos maiores mercados de smartphones no Brasil.

Leia mais sobre Pagamento Eletrônicos (Veja a Novidade da Cielo Mobile) Aqui.

Fonte: Estadão, Informa

A Equipe de redação Vindi é formada pela área de sucesso do cliente, marketing, financeira e vendas. Todo mundo contribui para que você fique informado sobre tudo em assinaturas, pagamento on-line e Saas.

Você vai gostar também

Como são as maiores academias do mundo A busca por saúde, corpo ideal, lazer e hobby tem crescido como nunca. Em resposta a esse movimento, algumas academias têm trabalhado para oferecer ex...
Venda recorrente por assinatura Toda vez que conhecemos um novo empreendedor ou um novo negócio, nos perguntamos aqui na Vindi se é esse um negócio de Venda Sempre (venda recorrente)...
Sites de Assinaturas crescem 20% ao mês O  mercado de Sites de Assinaturas crescem 20% ao mês. São sites dos mais variados produtos: petshops, comida, bebidas (vinhos e cervejas), moda e até...
Entenda as diferenças entre pagamento recorrente e... Você sabia que o método de pagamento utilizado pela sua empresa impacta nas vendas de seus produtos ou serviços, nos níveis de inadimplência de client...