Mais de 200 MIL PESSOAS sabem como vender mais e sempre.

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos você também.

Avalie esse conteúdo

São Paulo recebeu, em dezembro de 2018, a quinta edição da Comic Con Experience (CCXP) e o número de visitantes foi surpreendente. Mais de 270 mil pessoas visitaram a feira, superando os números de 2017, com 227 mil visitantes. O movimento de mercado do público geek pop está agregando números muito positivos ao varejo e ao segmento de entretenimento, que busca cada vez mais melhorar a experiência do usuário, que é seu principal ativo.

Veja as principais atrações da CCXP 2018

Esta edição homenageou os 80 anos do Super-Homem e contou com a presença do ator Tom Welling, que interpretou o personagem da DC no seriado Smallville, batendo papo com os fãs em uma sessão fechada. Outro homenageado foi o diretor Chris Columbus, responsável por produções como Goonies, Esqueceram de Mim e os longas da franquia Harry Potter – A Pedra Filosofal e A Câmara Secreta.

Grandes estúdios e produtores de filmes marcaram presença com estandes, que buscavam aproximar cada vez mais o público de seus próximos lançamentos. Além disso, foi evidente que o mercado de streaming está em ascensão, com a presença de grandes e luxuosos estandes como a Netflix, que levou a réplica da casa da moeda espanhola, ícone da série La Casa de Papel, e todos os seus títulos de produção original. A Globoplay também levou suas séries exclusivas e mobilizou o evento com celebridades globais. Eles estão investindo cada vez mais em produções estrangeiras (aprendendo a lição da Netflix). A Amazon Prime também marcou presença com um estande de tirar o fôlego e deu ênfase na sua principal aposta, a série American Gods, que já foi cotada anteriormente pela HBO.

O poder do streaming no mercado

O LinkedIn publicou, nesta quinta-feira, uma previsão de que o streaming vai arrecadar mais do que as bilheterias de cinema. Surgirão lançamentos da Disney e da Warner nessa linha para tentar desbancar a Netflix. Pelo estudo da empresa de estatísticas, Ampere Analysis, o streaming vai embolsar US$ 46 bilhões durante o ano, enquanto os cinemas tradicionais devem gerar algo em torno de US$40 bilhões.

A tecnologia, atrelada ao entendimento de que o consumidor está mais informado e consciente sobre suas despesas, torna o streaming a melhor opção para quem busca facilidade, comodidade e conveniência.

A ascensão dos clubes de assinatura

Além do foco televisivo, cresceu o número de empresas que investiram em clubes de assinaturas e box para fãs do geek. A própria organizadora do evento, Omelete Co. tem o seu clube de assinatura, o Omelete Box, para receber mensalmente e ter acesso a produtos exclusivos, desenvolvidos pelo próprio time da Omelete e consumir conteúdos dos quadrinhos, filmes e séries.

Outra empresa que aproximou um pouco mais o universo das bancas do público da CCXP foi o estande do Planeta D’Agostini. Eles possuem uma coleção exclusiva de bonecos do Naruto, que está mobilizando muitos fãs de animes, e durante o evento, aumentaram a sua arrecadação.

O publico geek é muito fiel e consome produtos e conteúdos daquilo que mais gostam. Muitos estandes nadaram na onda do Harry Potter e levaram produtos “exclusivos”. As marcas Jandaia, Imaginarium, Riachuelo e Lupo criaram linhas exclusivas com esse e outros temas geek pop para chamar mais a atenção. A loja oficial do Harry Potter também estava no evento, e gerou uma imensa fila dos fãs procurando novidades e exclusividade.

A CCXP se tornou um lugar cobiçado para o encontro de amantes da cultura pop. Isso reforça que o universo dos quadrinhos, séries e cinema ultrapassa e muito o que era considerado nicho geek. Essas e outras marcas entenderam isso e estão apostando para aumentar suas ativações e branding. Além disso, estandes de lojas do varejo e e-commerce marcaram presença com muita variedade de produtos para os mais diversos públicos. A média de gastos por pessoa foi de R$ 300,00 reais em produtos lançamentos e itens colecionáveis. A arrecadação de vendas foi recorde. Segundo o site B9, a estimativa é que o faturamento das marcas chegou a 50 milhões.

A Vindi faz parte desse universo. Somos a solução de pagamentos recorrentes mais escolhida entre os clubes de assinaturas e e-commerces geeks do mercado. Trabalhamos para melhorar os processos de cobrança e recebimento e ajudar empreendedores a vender mais e sempre.

Ainda não conhece a Vindi? Acesse o nosso site www.vindi.com.br

 

Author

Consultora de Canais e Parcerias na Vindi