Como adotar a tecnologia educacional em sua escola?

Salas de aula são grandes espaços interativos. Logo, são ambientes mais do que propícios para desenvolver mecanismos capazes de conectar cada vez mais os alunos a novas experiências.

A tecnologia educacional é um método no qual recursos tecnológicos (computadores, dispositivos móveis e aplicativos) são utilizados na otimização do aprendizado.

Além de promover maior desenvolvimento e proporcionar acesso à informação de qualidade aos alunos de uma instituição de ensino.

Com a tecnologia educacional, inúmeras são as oportunidades que surgem para aplicar novas metodologias de ensino. Contudo, é preciso se certificar de que essa tecnologia faz parte do dia a dia dos professores, alunos e, até mesmo, familiares.

Porém, assim como em outras áreas, a tecnologia deve ser vista como um apoio às atividades desempenhadas. Acompanhamos um salto tecnológico gigantesco na última década. Tanto que hoje ela é parte fundamental em nosso dia a dia. Na área da educação não é diferente, além de ser uma poderosa ferramenta para atualizar os mecanismos de ensino.

Ela permite a troca de experiências entre docentes e alunos de forma como nunca antes foi possível. Capaz de integrar o ensino ao cotidiano dos alunos (seja pelo computador, tablets ou smartphones).

Com esses dispositivos, que podem (e devem) ser vistos como uma extensão do aprendizado em sala de aula, o processo pedagógico está em constante atualização. Com informação de qualidade ao alcance, o desenvolvimento de ideias em sala de aula torna-se muito mais proveitoso e eficaz.

Como implementar a Tecnologia educacional?

tecnologia educacional - computador

Na hora de implementar a tecnologia educacional, existem inúmeras aplicações que ajudam na otimização do aprendizado de seus alunos.

Contudo, é indispensável que esse trabalho seja acompanhado de perto por um profissional. Antes de aliar tecnologia ao ensino da sua escola, é preciso realizar um planejamento inicial. Você pode começar a implementação aos poucos, de forma cadenciada.

Criar debates em sala de aula que ultrapassem os limites da sua instituição é um bom começo. Por isso, é preciso que seus alunos se sintam impelidos a dar continuidade ao assunto abordado por conta própria.

Dessa forma, eles desenvolvem autonomia para ser parte ativa desse processo de renovação digital.

Portanto, é importante contar com professores qualificados, mesmo na hora de trabalhar novas tecnologias nas salas de aulas. Afinal, o maior benefício da tecnologia educacional é a abrangência em diferentes abordagens de estudo, mas é preciso alguém para guiar os alunos por esses diferentes conceitos, a fim de garantir melhor aprendizado.

Tendências educacionais

Para te ajudar a entender melhor o que é e como funciona a tecnologia educacional, selecionamos algumas tendências da educação que vão te ajudar.

Ensino híbrido

O Ensino Híbrido intercala os métodos de estudos convencionais (em salas de aula), com momentos em que o aluno estuda sozinho por meio de algum dispositivo.

Essa tendência da tecnologia educacional procura aumentar o engajamento dos alunos com o aprendizado e otimizar o tempo do professor. Isso permite que ele possa criar um planejamento personalizado para cada estudante.

Além de incentivar práticas que integram o ambiente presencial ao virtual. Dessa forma, os alunos aprende com maior facilidade e tornam-se mais dinâmicos durante as aulas.

e-book educação inovadora

Mobile learning

Dispositivos móveis não são utilizados apenas para fins de lazer, e, sim, um meio essencial para estudos e trabalho. Com um smartphone, tablet ou notebook, você pode tornar o processo de aprendizagem muito mais atrativo aos seus alunos. Além de integrá-los de forma mais efetiva aos seus hábitos cotidianos.

Com o mobile learning, você poderá trabalhar o desenvolvimento de conteúdos em e-books, fóruns de discussões e grupos de estudos. Como, por exemplo, matérias online.

Trabalhe formatos de conteúdo que sejam mais adequados ao seu método de ensino e ao perfil dos alunos. Assim, você reduzirá o tempo que o aluno investe para ter acesso às informações necessárias, uma vez que ele terá tudo o que precisa na ponta dos dedos.

Sala de aula invertida

A sala de aula invertida (ou flipped classroom) procura incentivar o aluno a absorver os conteúdos e temas abordados em aula por meios digitais. Dessa forma, ele já saberá qual será o assunto abordado quando estiver em sala de aula.

A ideia principal desse método é garantir que ele tire suas principais dúvidas em sala de aula. Uma vez que ele não precisará esperar até o momento da aula para ter acesso ao material discutido, o aluno terá muito mais tempo para absorver esse conteúdo. Seja na sua casa ou em qualquer lugar com uma rede de WiFi disponível.

Além disso, a sala de aula invertida é uma forma muito mais eficaz de gerar debates e construir atividades em grupo. Aqui você poderá aliar o conceito de mobile learning, e todo o processo de estudo poderá acontecer por meio de video aulas, ebooks ou em uma plataforma online exclusiva para essa função.

Gameficação

Entre as tendências da tecnologia educacional, o conceito de gameficação consiste em aplicar a lógica dos jogos na educação. Tanto os sistemas sociais de imersão, quanto a experimentação, tentativa e erro.

Uma vez que os jogos criam ambientes interativos, perfeitos para desenvolver a  participação, empatia e engajamento com uma matéria, os estudantes serão capazes de aprender de forma mais natural e divertida.

Mas não se trata, especificamente, de ensinar por meio de jogos. A gameficação utiliza mecanismos (mais comuns em jogos) para promover o ensino e otimizar o aprendizado. Isso pode ser feito, por exemplo, em uma plataforma que possui um sistema de recompensas. A cada novo módulo estudado, o aluno poderá receber pontos e, até mesmo, uma posição dentro do ranking de alunos.

Outras recompensas que você poderá fornecer aos seus alunos para incentivá-los a estudar, são descontos em mensalidade, prêmios materiais (livros, cadernos, mochilas), e muitos outros.

Ensino a Distância (EAD)

A implementação de uma plataforma de ensino a distância (EAD) é uma das maiores tendências na tecnologia educacional do momento. Aqui, é possível que o aluno tenha acesso a conteúdos de maneira rápida e eficiente, em um ambiente de aprendizagem intuitivo e participativo. É uma ótima maneira para desenvolver atividades e práticas educacionais.

Com uma plataforma de EAD, seus alunos poderão desfrutar de benefícios como:

  • Maior autonomia em seu aprendizado;
  • Métodos de ensino práticos e objetivos;
  • Aulas disponíveis em período integral;
  • Maior comodidade para estudar e realizar as atividades.

Além disso, por conta da flexibilidade dessa modalidade, o estudante tem mais liberdade para aliar de forma eficaz estudo e trabalho. E isso contribui significativamente para sua formação e qualificação profissional.

O ensino a distância possui uma série de vantagens. Uma das principais e mais atrativas para potenciais alunos é a inexistência de barreiras para realizar um curso EAD. Entretanto, vale ressaltar que para manter uma plataforma EAD, é preciso compreender a dimensão pedagógica e as diferentes formas de trabalho que ela requer.

Instituições que aplicam a tecnologia educacional

Duolingo

O Duolingo não é uma instituição de ensino física, mas sim uma plataforma online para o aprendizado de idiomas totalmente gratuita, que utiliza crowdsourcing para traduzir textos.

Esse aplicativo é um ótimo exemplo da aplicação da tecnologia educacional e gameficação. Aqui, os usuários aprendem diversas línguas e, ao mesmo tempo, traduzem conteúdos reais da internet. A cada lição cumprida, os usuários ganham pontos e conquistas, que servem tanto para marcar seu progresso no idioma estudado, quando incentivá-los a continuar.

Além disso, o Duoligo também oferece aplicativos para IOS e Androis. Assim, você pode aprender inglês, espanhol ou alemão em qualquer lugar.

Colégio Poliedro

O Sistema Poliedro de Educação investe na aplicação de tecnologia educacional. Como a ferramenta P+ Escola, que conecta escola, alunos e pais em um ambiente de interação e aprendizagem.

Trata-se de uma ferramenta online para acompanhar resultados obtidos em cada simulado e análises de desempenho dos alunos. Assim, com esses dados, os professores podem elaborar planos de ensino mais rápidos e eficientes.

Além disso, a plataforma conta com recursos como: vídeo aulas, simulações, animações, plataformas de estudo personalizada, com indicação de matérias, conteúdos e atividades de apoio.

Conclusão

Lembre-se que não é necessário uma mudança radical no método de ensino. Mas, sim, aplicar conceitos atuais e novas tecnologias àquilo que já é realizado, com intuito de facilitar e otimizar o aprendizado.

Com a tecnologia educacional, você:

  • Aprimora a qualidade da educação;
  • Torna as aulas mais atraentes e inovadoras;
  • Reduz o índice de reprovação e a taxa de inadimplência;
  • Aumenta a integração e o diálogo entre alunos e professores;
  • Estimula alunos a aprenderem e a ensinarem;
  • Desperta a curiosidade e a vontade de aprender.

Contudo, é importante lembrar que a tecnologia educacional não é uma substituta para a figura do professor. Ela serve para tornar o processo de educação mais atrativo e integrado aos hábitos dos estudantes, além de facilitar a vida dos educadores.

Kit educação

Sobre o autor

Redação Vindi
A Equipe de redação Vindi é formada pela área de sucesso do cliente, marketing, financeira e vendas. Todo mundo contribui para que você fique informado sobre tudo em assinaturas, pagamento on-line e Saas.

Você vai gostar também

Será o fim do boleto nas universidades? Hoje, 78% das pessoas efetuam suas compras no e-commerce com cartão de crédito. Isso porque esse meio de pagamento oferece facilidade e conveniência. ...
Qual é o futuro do pagamento? Entenda as principai... Se há alguns anos alguém lhe dissesse que o futuro do pagamento envolveria o reconhecimento da nossa íris ou mesmo roupas inteligentes o suficiente pa...
Bett Educar: os caminhos da nova escola A Vindi foi ao Bett Educar para acompanhar de perto o que as empresas estão trazendo de novo para ajudar as instituições de ensino a inovar no modelo ...
Como a recorrência virou o sucesso das franquias? A ideia era investir em um novo segmento para diversificar. Alessandro era sócio de uma empresa de informática e Alexandra proprietária de uma clínica...