Como funcionam os pagamentos recorrentes disponíveis no mercado

Nos dias de hoje, as operações comerciais são drasticamente afetadas pela volatilidade do mercado. Mesmo assim, muitos empresários responsáveis pelo desenvolvimento e crescimento do negócio ainda trabalham com métodos de pagamento ultrapassados, que geram poucas informações e dados desconexos para o departamento financeiro. Mas para sustentar uma vantagem competitiva, é fundamental que eles ofereçam a seus clientes uma maneira mais fácil de fazer pagamentos. E entre as inúmeras opções disponíveis no mercado, destaca-se o pagamento recorrente, que possibilita a criação de planos, mensalidades e assinaturas com publicação em tempo real. Hoje, existem inúmeras empresas que oferecem esse método de cobrança. Vamos conhecer algumas delas e como funcionam seus processos?

Pagamento recorrente Moip

O Moip Assinaturas é um serviço que integra uma plataforma de gerenciamento de cobranças recorrentes com as funcionalidades de um intermediador de pagamentos. Enquanto as demais alternativas focam apenas no processamento de pagamentos recorrentes, a solução da Moip agrega também serviços de gerenciamento de planos, clientes e cobranças, facilitando assim o trabalho dos gestores. Além disso, ela facilita o acompanhamento do status das assinaturas e mensalidades e automatiza o processo de envio. “Sem um produto unificado, o empresário seria obrigado a manter contrato com pelo menos quatro tipos de serviços, apenas no que se refere o pagamento online, não contabilizando os sistemas de billing. Temos como meta cuidar de tudo relacionado a pagamentos, deixando o empresário livre para se focar na expansão do seu negócio”, afirma Daniel Fonseca, diretor de Produtos e Inovação da companhia. O ponto negativo é o preço: 5,49% sobre o valor da venda + R$0,69 por transação.

Pagamento recorrente Pagseguro                         

O sistema do Pagseguro permite que a empresa receba pagamentos recorrentes de seus clientes de maneira automatizada e segura, disponibilizando dois modelos de assinatura: automática e manual. Na primeira, a plataforma se encarrega de efetuar as cobranças num determinado período, que pode ser mensal, bimestral, trimestral, semestral ou anual. Dessa forma, o comprador é cobrado no ato da assinatura e nos meses seguintes até o final da vigência. Já na cobrança manual, o gestor é o responsável por realizar a cobrança, ficando a seu critério o momento de fazer isso. Quanto ao dinheiro das vendas, ele cai na conta do vendedor na própria plataforma. Para que os valores sejam depositados em sua conta corrente, um pedido de saque deve ser efetuado. Nessa forma de pagamento recorrente, as taxas (em torno de 5%) também fazem a diferença, para empresas com volumes importantes.

Pagamento recorrente Cielo

O sistema de pagamento recorrente da Cielo mantém o gestor bem informado, pois concilia os pagamentos aceitos e recusados e disponibiliza essas informações em consultas e relatórios. Com isso, ele consegue visualizar rapidamente os dados relevantes sobre o faturamento, tais como quantias recebidas, pagamentos efetuados e valores ainda em aberto, o que permite uma avaliação completa de desempenho do departamento de vendas. Além disso, a plataforma identifica os clientes inadimplentes, enviando-lhes avisos de cobrança em todas as etapas do processo. Com essa participação proativa, o responsável pelo setor financeiro consegue fazer uma boa gestão de demanda, identificar tendências, manter o fluxo do caixa sempre atualizado, prevenir erros de contabilidade e posicionar a empresa de maneira estratégica, com o intuito de torna-la mais competitiva no nicho de mercado em que atua. Quer saber como a Vindi pode fazer o Pagamento Recorrente através da CIELO? Clique aqui.

Pagamento recorrente Santander

Apesar do nome, o pagamento recorrente do Santander é feito na maquineta POS e no sistema do banco. Apesar disso, ainda é um processo manual, dependendo de troca de arquivos e de uma pessoa fazendo a elaboração do arquivo e de venda digitada para concluir o processo de transações recorrentes. Além disso quem processa as transações é a Getnet, adquirente do grupo Santander.

Pagamento recorrente Paypal

O pagamento recorrente do Paypal é um dos serviços complementares do Paypal, assim como a carteira digital do grupo. Sendo um subadquirente, o Paypal também oferece taxas acima do mercado assim como Pagseguro e Moip. O Paypal oferece taxas em torno de 7%. PMEs preferem a gestão através de um gateway puro com integração com adquirentes pelo custo e também pela conversão + taxas de aprovação. Uma das formas de pagamento mais usadas no mundo, o Paypal é interessante para ecommerces, não para serviços ou empresas com venda recorrente.

economia da recorrencia

Compreendeu como funcionam os pagamentos recorrentes disponíveis no mercado? Ficou com alguma dúvida? Aproveite o campo de comentários abaixo!

Sobre o autor

Redação Vindi
A Equipe de redação Vindi é formada pela área de sucesso do cliente, marketing, financeira e vendas. Todo mundo contribui para que você fique informado sobre tudo em assinaturas, pagamento on-line e Saas.

Você vai gostar também

PCI Compliance O PCI Compliance ou "PCI DSS", é uma das maiores certificações de segurança do mundo. Mas o que é o PCI Compliance? É o Padrão de Segurança de Dados p...
Recuperação de inadimplência A Vindi desenvolveu uma ferramenta de recuperação de inadimplência, que potencializa ainda mais a manutenção de carteiras de assinantes e reduz consid...
Vindi no Vale do Silício A Vindi vai para o Vale do Silício. O cofundador e CEO Rodrigo Dantas, foi escolhido como um dos 13 empreendedores brasileiros de Alto Impacto no país...
Serviços e Produtos por Assinatura – WordCa... No último Sábado (23 de novembro de 2013), rolou o WordCamp na PUC de São Paulo. O WordCamp é o evento mundial do WordPress. O principal objetivo dess...