Como funciona o arquivo retorno de cobrança?

Os arquivos de retorno de cobrança são lotes de recebimento no qual os bancos fornecem às empresas em formato específico, para que façam a conciliação bancária de boletos com ou sem registro. É na prática, “fazer a análise de quem pagou e quem não pagou” os serviços ou produtos, de forma eletrônica, sem precisar de trabalhos manuais.

O que é um arquivo retorno de cobrança?

O arquivo retorno é um arquivo com a extensão .RET que os bancos fornecem através de um padrão definido pela Febraban para facilitar a conciliação de pagamentos e recebimentos. Esses arquivos contém dados de pagamento diversos. Essas informações podem ser trocadas entre empresas e bancos através de um download e upload em softwares específicos para essa leitura. Boletos bancários, cheques, operações de vendor (antecipação de crédito) e débito em conta pode ser conciliados através de um layout específico para tal. Enquanto o arquivo de retorno de cobrança é a recepção dos dados, o arquivo de remessa é o envio.

O arquivo retorno sempre vem na extensão .RET, onde os bancos permitem a leitura desses arquivos através dos formatos padrões CNAB400 e CNAB200, que são exigidos pela Febraban (Federação dos bancos brasileiros). Como os bancos detalham no extrato somente os valores envolvidos na transação, não permitindo evidenciar os nomes, valores individuais desse tipo de cobrança, é necessária uma consulta suplementar em relatórios com números dos boletos liquidados, para fazer a conciliação. O arquivo remessa de cobrança permite automatizar esse trabalho manual de verificação.

Como funciona o arquivo retorno de cobrança da Vindi?

Nos casos de conciliação de boletos, a importação dos dados é bem simples também. Para receber o arquivo remessa você deve fazer a recepção desses arquivos no seu internet banking e importar dentro do painel da Vindi. Automaticamente a plataforma atualiza os status dos clientes com os boletos pagos. Adeus “francesinha”! O processo leva segundos.

Na ilustração abaixo fica simples entender. Com o arquivo recepcionado do banco, basta importar o arquivo como descrito abaixo.

arquivo remessa

Escolha o método e tipo de pagamento para fazer a importação. O arquivo deve ter a extensão .RET.

arquivo-remessa-banco

O arquivo do tipo .RET será lido pela Vindi, com o lote completo dos boletos que foram pagos no seu banco. Inclusive com valores financeiros dessa conciliação.

arquivo-remessa-boletos

Clicando no lote você poderá detalhar inclusive, quais clientes pagaram, quais valores e referências do pagamento como data, emissão, número do cliente e fatura aprovada. O cliente é automaticamente atualizado como “ativo” ou “inadimplente”. Bem simples e rápido.

arquivo-remessa-como-funciona

Deu para entender como funciona os arquivos de retorno e para que servem? Além de garantir a produtividade, esse tipo de conciliação permite melhor controle sobre o fluxo financeiro da sua empresa.

cta_fimdoboletosemregistro

 

Equipe Vindi

Você vai gostar também

Transação rejeitada, e agora…? “Transação aprovada” - essa é a frase-desejo de todo comprador quando passa o cartão na hora de adquirir um produto ou serviço, principalmente ao fina...
Como otimizar seu negócio de assinaturas? Diversos fatores contribuem para o sucesso ou o fracasso de um negócio, mas uma boa gestão, uso de métricas e ações para barrar a inadimplência são es...
Tarifas: conheça as taxas de boleto dos bancos O boleto bancário é o segunda forma de pagamento mais utilizada pelos consumidores online, segundo o relatório WebShoppers 2016. Entre os consumidores...
Entenda o uso do boleto bancário na cobrança recor... A emissão de boleto bancário é o segundo método de cobrança mais popular do mercado brasileiro na internet, em especial por ser considerado seguro por...

A Equipe de redação Vindi é formado pela área de sucesso do cliente, marketing, financeira e vendas. Todo mundo contribui para que você fique informado sobre tudo em assinaturas, pagamento on-line e Saas.

Site Footer