6 dicas que podem melhorar a gestão da sua loja online

O comércio eletrônico está otimista pelas oportunidades que o mercado vem obtendo com o interesse do consumidor em comprar online. Os números, as intenções de compra e as expectativas de crescimento. Todos esses elementos provocam os empreendedores (e possíveis empreendedores) a apostarem no segmento.

É inegável dizer que as oportunidades são imensas, os números comprovam. Fim de papo! Contudo, é importante analisar todo um cenário antes de iniciar ou ir a diante com o comércio eletrônico. Por que? Veja só:

Uma pesquisa da Big Data Corp [leia aqui], sobre o perfil do comércio eletrônico, apontou que o tempo de vida médio da lojas online é de três meses. A facilidade e as oportunidades do mercado incentivam empreendedores a iniciar as operações online que, mas uma má gestão pode colocar tudo a perder em muito pouco tempo.

Não existe uma fórmula mágica para se manter e levar um negócio adiante, mas existem erros que podem ser evitados. Vejamos:

Principais erros do e-commerce

Falta de planejamento

É importante analisar, pensar e repensar todas as ações que forem feitas na sua loja. Seja na contratação de um serviço que otimize o negócio, nas campanhas para atrair ou reter clientes ou em qualquer outra situação. Planejamento é necessário! A falta dele pode refletir no aumento dos custos operacionais, redução da margem de lucro e até perda de competitividade.

Recursos humanos

A gestão de um e-commerce exige conhecimentos em diferentes áreas. Contratar profissionais que não possuem experiência em uma área mais crítica pode ser um grande erro. Profissionais qualificados ou que possuem alguma vivência na área são “uma mão na roda”.

Não ter um nicho

 É importante escolher o segmento em que quer atuar dentro do e-commerce. Para grandes redes que atuam on e off é mais fácil trabalhar com vários itens, mas para quem está começando escolher um nicho é o mais apropriado. Foque eu um segmento!

Soluções ineficientes

A escolha errada da plataforma e outras soluções necessárias a um e-commerce podem gerar diversos transtorno: sites fora do ar frequentemente e erro na geração do boleto são alguns deles. Escolha as ferramentas certas para sua loja.

Campanhas 

Divulgações ineficientes prejudicam seu site nos motores e busca. É importante anunciar em sites de comparação de preços e estar presente nas redes sociais. Ações como essas fazem muita diferença.

Fraudes no pagamento

Não investir em uma boa estrutura de pagamento online e antifraudes são erros muitos comuns que acarretam em fraudes, principalmente no caso de cartões, que são a opção de pagamento de quase 80% dos consumidores on-line.

Monitoramento

Não acompanhar os resultados das ações dentro da loja é comum. Mas, um grande erro! É preciso monitorar as informações para fazer melhor controle e gestão da sua loja e saber tudo o que acontece no seu negócio.

Dicas de como gerir bem o seu ecommerce

Algumas dicas simples podem fazer com que o seu e-commerce tenha uma boa gestão e se destaque. Confira:

1- Esteja à frente do negócio

Você precisa atuar em diferentes áreas do e-commerce. Desde atrair o cliente até a garantia de que ele recebeu o produto, mesmo que não tenha todo o conhecimento necessário. Envolva-se e aprenda sobre as áreas que ainda não conhece. É comum que as lojas online tenham operações enxutas, então além de você estar à frente de todas as operações, será preciso se organizar. Mantenha controles de estoque, vendas, pedidos e entregas.

2- Acompanhe os índices 

Acompanhe o número de vendas, de visitas, o tempo médio, as páginas mais visitadas, os termos mais procurados, a taxa de rejeição. Tudo isso poderá ajudá-lo a direcionar sua gestão.

Para analisar o tráfego, cliques nos anúncios e taxas de conversão. Use o Google Analytics. Revise ainda o seu SEO (Search Engine Optimization) de desempenho e defina metas para determinar o ROI (Retorno sobre Investimento).

3- Tenha controle financeiro 

Faça um planejamento das despesas e receitas e mantenha o controle de fluxo de caixa para confirmar se está tudo conforme o previsto.

4- Faça boas parcerias 

Se o fornecedor falhar com frequência, a culpa será sua. Busque sempre referências de bons parceiros, não feche contratos muito longos no início e faça um período de experiência. Tenha ainda sempre uma carta na manga caso o fornecedor deixe-o na mão. Não dependa só dos Correios ou de uma única transportadora, especialmente em períodos de pico de vendas.

5- Escute o cliente

Avalie itens como atendimento, preço, concorrência, facilidade na busca de produtos e a rapidez na entrega. Você pode fazer isso por meio de uma avaliação no próprio site ou enviando um questionário ao cliente por e-mail. Com esses dados você pode descobrir erros e acertos da sua gestão e melhorar o que não for satisfatório.

6- Invista em marketing

É preciso pensar em promoções criativas, principalmente nas datas comemorativas e épocas sazonais. Aproveite as mídias sociais para criar conteúdo atraente e utilize o serviço de e-mail marketing para promover ações.

vindi-banner

 

Sobre o autor

Nathalia Braga
Jornalista que passou por redações de entretenimento, varejo e economia, mas acabou se apaixonando por marketing digital e hoje atua em suas principais vertentes.

Você vai gostar também

PCI Compliance O PCI Compliance ou "PCI DSS", é uma das maiores certificações de segurança do mundo. Mas o que é o PCI Compliance? É o Padrão de Segurança de Dados p...
Como fazer uma boa gestão e ainda reduzir custos? Perder tempo é uma coisa que ninguém quer. Mas, imagine aí: meados dos anos 2060, um sistema onde a moeda de troca não é mais o real, dólar, euro, pes...
O que você precisa para abrir um e-commerce de suc... Começar seu próprio negócio não é uma atividade simples, mesmo que seja online. Abrir um e-commerce é a mesma coisa. Embora hoje não seja difícil ter ...
Módulo de Pagamento OpenCart Vindi Colocamos no ar nosso Módulo de Pagamento OpenCart. Para um mercado de cerca de 30 mil lojas (mercado do OpenCart no Brasil), a gente desenvolveu n...