“font-weight: 400;”>A Rede é a adquirente responsável pela captura e processamento de transações feitas com cartões de crédito e débito que integra o conglomerado Itaú Unibanco. A marca nasceu em 1996 como RedeCard com o papel de adquirente das bandeiras MasterCard e Diners.

Inicialmente como Redecard, a marca teve seu capital aberto em 2010, quando Itaú Unibanco e Citi viraram acionistas. Dois anos mais tarde o Itaú fez a aquisição de 100% das ações pelo valor de R$ 12 bilhões (a aquisição foi considerada, para a época, uma das maiores ofertas públicas já feitas. Um ano mais tarde, a marca passou a ser apenas Rede.

A Rede oferece soluções de pagamento para diversos modelos de negócio, entre eles: mobile, POS e e-commerce e está conectada a pelo menos 1 milhão de empresas no país.

Presente nos meios de pagamento on-line, a Rede é patrocinadora do Assinaturas Day – evento em que serão discutidas inovações, expectativas e mudanças desde a entrada do modelo recorrente no mercado brasileiro.

Você vai gostar também

3 Erros que afetam a taxa de conversão nas vendas ... Experiência do cliente tem sido pauta para muitas empresas que querem melhorar, de alguma forma, o modo como oferecem seus produtos e serviços ao cons...
Como a recorrência virou o sucesso das franquias? A ideia era investir em um novo segmento para diversificar. Alessandro era sócio de uma empresa de informática e Alexandra proprietária de uma clínica...
Por que a cobrança recorrente é importante em temp... A crise no Brasil é o assunto “quente” do momento. É impossível abrir o noticiário e esperar algo que não seja os entraves políticos e econômicos que ...
Mailchimp precisa ser estudado O Mailchimp é um unicórnio fora da Vale do Silício. Sem dinheiro de fundos de investimentos, sem presença no centro inovador do Vale do Silício e c...