Na era da informa√ß√£o, as institui√ß√Ķes de ensino foram obrigadas a mudar suas metodologias de aprendizagem para se adequarem a um novo perfil de estudante e acompanhar a rapidez com que anseiam cada vez mais por informa√ß√Ķes r√°pidas e conhecimentos pr√°ticos. Dessa forma, √© poss√≠vel encontrar uma infinidade de tipos de escolas e cursos que foram programados para atender a nova demanda.

Conheça os mais variados tipos de escolas e cursos!

Hoje, você já pode encontrar escolas flexíveis que se adaptam a você e não o contrário. Além disso, os cursos podem ajudar alunos a alavancar suas carreiras estudando a partir de casa ou do trabalho. Acompanhe!

1. Modelos de escolas

Antigamente, as escolas se resumiam em p√ļblicas sustentadas pelos governos municipais, estaduais ou federal e as particulares que exigiam o pagamento de mensalidade em troca de melhores ensinos e prepara√ß√£o para vestibulares e o mercado de trabalho. A forma√ß√£o b√°sica era o planejamento de ensino e poucas escolas profissionalizantes ou faculdades existiam.

Com a revolução do ensino, as escolas, principalmente as particulares, tiveram que passar por uma remodelagem de suas estruturas, ferramentas didáticas e meios de ensinar. A internet ajudou a estimular essas mudanças e muitas escolas passaram a oferecer suas estruturas de ensino pela internet, tornando-se mista. Outras decidiram por manter uma estrutura totalmente online eliminando a necessidade de aulas presenciais e reduzindo consideravelmente os custos.

2. Modelos de cursos

Quem n√£o se lembra dos cursos preparat√≥rios para vestibulares, concursos p√ļblicos, l√≠nguas ou profissionalizantes que tomavam tempo e dinheiro em aulas exclusivamente presenciais e nada flex√≠veis? A revolu√ß√£o do ensino trouxe melhorias e mudou completamente a forma de estudar. Os cursos-online s√£o a prova disso. O aluno pode estudar onde quiser, a hora que quiser e realizar diversos cursos ao mesmo tempo.

A redução de custos com a estrutura física para manter uma escola contribuiu fortemente para tornar os valores dos cursos mais acessíveis possibilitando que qualquer pessoa realize quantos cursos conseguir. A formação pessoal e profissional ganhou flexibilidade e engajamento social com ajuda da internet e os cursos-online.

3. O que os n√ļmeros dizem?

O mercado de cursos de idiomas e profissionalizantes continua a todo vapor. A demanda é grande e segue em ascensão. Uma pesquisa realizada pela Business English index/Global entrevistou executivos de 77 países e 91% deles afirmaram que o inglês é o principal idioma dos negócios. Essa informação pode ser comparada com outro dado da pesquisa que revela que, entre aproximadamente mil pessoas entrevistadas, 87% delas responderam que pretende fazer o curso e o enxergam como alternativa para melhorarem seus currículos profissionais.

4. Modalidades de cobrança do segmento

O modelo de pagamentos utilizados pelas escolas não evoluiu muito e os tradicionais boletos bancários já não atendem tão bem a necessidade que alunos e gestores enfrentam. Pagamento online é uma modalidade cada vez mais utilizada e, na medida em que avançam as tecnologias de segurança oferecidas, permitem muita praticidade e segurança.

Al√©m disso, os pagamentos realizados por meio da internet reduzem atrasos nos pagamentos, j√° que se deslocar at√© a institui√ß√£o de ensino ou ir at√© uma ag√™ncia banc√°ria, apenas para pagar uma fatura, n√£o ser√° mais necess√°rio. Essas mudan√ßas impactam diretamente na forma de gerenciar as finan√ßas da escola. Oferecer tantas op√ß√Ķes de pagamentos quanto poss√≠vel ser√° importante para melhorar a gera√ß√£o de receitas da institui√ß√£o, mas vai exigir um maior controle.

A modernização do sistema de cobranças da escola será fundamental e, contar com ferramentas adequadas, ajudarão a instituição a agregar, em seu sistema, cobranças e pagamentos recorrentes e automáticos, geração de boletos online, melhor gerenciamento de alunos, matrículas e mensalidades e otimização do tempo.

Ainda √© cedo para dizer o que vir√°, mas uma coisa √© certa: Institui√ß√Ķes de ensino e profissionais educadores precisam ser flex√≠veis para atender a necessidade de tempo, local de estudo dos alunos e forma como pagam suas matriculas e mensalidades. Caso contr√°rio, perder√£o a grande oportunidade do momento!

economia da recorrencia

E você, o que acha? Deixe o seu comentário e compartilhe a sua opinião ou experiência com a gente!

Deixe seu e-mail e receba conte√ļdos exclusivos voc√™ tamb√©m.