O desenvolvimento de aplicativos mobile está aquecendo o mercado na última década, e entender o que é flutter é parte essencial neste processo.

Dessa forma, neste artigo você entenderá todo o conceito, funcionamento e as características deste framework.

E, se você não sabe o que é um framework, acompanhe a explicação nos tópicos seguintes!

O que é Framework

Um framework é um facilitador de desenvolvimento de aplicações em softwares e aplicativos, desde as mais básicas até as mais complexas, otimizando os recursos disponíveis na criação.

Além disso, é o framework que cria uma base capaz de resolver problemas recorrentes, mas com uma abordagem mais genérica. Basicamente, ele consegue ajustar problemas na aplicação, mas não mexe na arquitetura em si.

Portanto, agora que você já sabe o que é framework, vamos entender o que é flutter?

Leia também: Conheça as 5 principais linguagens da programação

O que é Flutter

O framework mais usado entre as grandes empresas da atualidade, como Google, Nubank e Alibaba é o flutter. 

Com ele, o grande diferencial é o funcionamento na criação de aplicações, e não só na resolução de problemas.

Da mesma forma, um flutter tem código aberto sobre a BSD License e é multiplataforma, onde as aplicações são nativas e conseguem acessar recursos do dispositivo sem muita complexidade.

Por isso, quando você cria um aplicativo com flutter, o código é compilado para a linguagem base daquele dispositivo. 

Por ser um dispositivo híbrido que utiliza a linguagem Dart, hoje um flutter é considerado uma solução melhor que um React Native, principalmente quando o assunto é performance.

Como ele funciona

Basicamente, o flutter possui widgets e, para ilustrar melhor, pense em um widgets como árvores que podem ter uma ou várias ramificações, ou galhos. É bem parecido com o DOM do html.

Em suas ramificações, este framework garante uma performance melhor, mais flexibilidade e o melhor: a oportunidade de ter apenas uma base de código para toda a camada de apresentação.

Por isso, o flutter tem ficado conhecido como o queridinho dos desenvolvedores que buscam mais praticidade no dia a dia.

Quais são as características do flutter

Em primeiro lugar, como já falamos aqui, temos o maior desempenho, onde as aplicações criadas com flutter possuem mais performance quando comparadas ao React Native. 

Por exemplo, o seu código-fonte é transformado em código nativo e, consequentemente, qualquer modificação e reestruturação será otimizada.

Além disso, entre as principais características de um flutter, podemos destacar:

  • Criação de aplicações nativas: Com apenas um código base, é possível desenvolver e criar aplicações nativas para Android e iOS;
  • Multiplataforma: dando a possibilidade de criar uma aplicação com Flutter em qualquer sistema operacional, como Windows, Linux e MacOS;
  • Acesso direto aos recursos nativos do sistema: isso porque, uma aplicação criada com Flutter possui acesso nativo a todos os recursos de um dispositivo, como galeria, câmera, WI-FI e memória.

Com tantas aplicações e vantagens, podemos entender porque o flutter tem se tornado uma grande aposta dentro das empresas. E, cada vez mais falado no mercado de programação e desenvolvimento.

Mesmo recente, essa tecnologia tem tudo para crescer, e é fundamental que essa reciclagem do mercado continue trazendo mais praticidade para o dia a dia de alguém que atua com desenvolvimento de software.

Portanto, se você gostou deste artigo sobre o que é flutter, inscreva-se agora mesmo na newsletter do blog da Vindi e fique por dentro de todas as novidades do mercado!